Você domina suas habilidades e competências? – Vamos Falar da Gente

O autoconhecimento é um dos estágios mais desejados pelas pessoas ao redor do mundo, por meio dele conseguimos entender quem somos, o que estamos fazendo, porque nos permitimos viver determinadas situações e aonde podemos chegar. Um novo ano nos inspira ainda mais a nos conhecermos e a fortalecer o que há de melhor dentro de nós. Habilidades e competências precisam ser identificadas, potencializadas e acima de tudo, acionadas.

Primeiramente devemos começar entendendo o que são habilidades e competências, a primeira diz respeito a sua capacidade de desempenhar uma função ou algum papel e a segunda é a soma entre a coordenação das suas habilidades com o conhecimento adquirido ao longo do tempo e sua atitude. Quando entendemos a diferença entre elas conseguimos refletir sobre quais são as habilidades que tenho e em que somos competentes.

Talvez você esteja pensando, “Vitor, não consigo acessar minhas habilidades, tampouco minhas competências, não sou bom em nada…”. Talvez esse possa ser o primeiro pensamento que surja, afinal de contas olhar para nós mesmo exige paciência, técnica, transparência e segurança. Caso essa seja a sua realidade, vamos fazer um exercício simples, pegue um papel e uma caneta e escreva suas habilidades: cozinhar, desenhar, organizar, analisar, projetar, liderar, conduzir, limpar, observar… Podes fazer uma listinha por áreas da sua vida: pessoal, profissional, intelectual, financeira e social. Ao fim deste movimento vai se dar conta do quanto és hábil em algumas coisas, mas o contrário também pode acontece, chegar a conclusão que possui poucas habilidades, o que não é um problema, essa realidade exigirá de você mais estudo e aprofundamento naquilo que deseja ser habilidoso.

Após esse primeiro momento chegou a hora de conhecermos as nossas competências, de todas as coisas que você escreveu antes, quais delas você desempenha com competência, com excelência e primor? Você cozinha bem? Você organiza de forma eficaz? Você lidera lindamente? Ter a consciência onde temos competência para atuar e pertencer nos eleva para um patamar repleto de segurança, resiliência e flexibilidade.

O ano só está começando e quanto mais nos conhecermos melhor será o nosso desempenho ao longo deste tempo. Essa não é uma conversa sobre sermos máquinas de produção, mas sobre estarmos bem com o que nos tornamos e com o que podemos ser um dia.

 

Atualmente não há comentários.