Aprendemos a ter cuidado com muitas coisas ao longo da nossa vida, nossos pais nos ensinam a cuidar dos nossos animais de estimação, das nossas amizades, do nosso irmão mais novo e muitas vezes a cuidar da gente mesmo, mas por vezes esquecemos de nos importarmos com aqueles que estão ao nosso lado. De acordo com o empreendedor e palestrante Jim Rohn, “você é a média das cinco pessoas com quem mais convive”. Cientes disto, será que podemos redefinir nossos critérios de escolha? Fique comigo até o fim deste texto e descubra.

Acredito que você já reparou que quando começamos a conviver muito com uma pessoa passamos a sorrir parecido, assimilamos o vocabulário, repetimos de forma inconsciente os trejeitos, passamos a usar as mesmas brincadeiras e por vezes entramos em uma sintonia tão grande que as outras pessoas não conseguem nos ver mais separados, sempre unidos.

De fato, isso acontece e é super natural, tendemos a espelhar aquilo que está diante de nós e até aqui tudo bem, a atenção deve existir quando passamos a reproduzir os comportamentos negativos como por exemplo: ansiedade, tristeza, impulsividade, vícios, agressividade, irritabilidade, intolerância, desamor e desesperança. Entenda que essas alterações são muito discretas e quando percebemos, já estamos muito parecidos com o outro.

Nossos neurônios espelhos reproduzem aquilo que está diante de nós, seja bem ou ruim, por isso trago esse alerta para você. Se somos a soma das pessoas que nos rodeiam, isso significa que precisamos refinar nossos critérios de escolha e entender o que desejo ser de fato. Entenda que quando influenciamos, também somos influenciados, o que nos coloca em uma posição importante, pois devemos refletir sobre como estamos impactando a vida das pessoas, seja positivo ou negativamente.

Depois de entender como tudo isso funciona, defina sua estratégia e colha seus resultados. Aqui vão algumas dicas:

  • Decida quem você deseja ser no futuro, ciente disto escolha as pessoas que já trilharam o mesmo caminho.
  • Tente encontrar pessoas que possuam uma inteligência diferente da sua, desta forma poderás evoluir ao mesmo passo que ensinas o que aprendeu.
  • Encontre pessoas que possuem habilidades e competências diferentes das suas, desta forma poderá aprender e ensinar coisas novas.
  • Atenção na escolha de companhias que vão de encontro a seus valores e crenças, vale se certificar como vai sua flexibilidade.
  • Por fim, entenda que toda possibilidade de contato é uma oportunidade de evoluirmos, ou não, portanto escolha com cuidado e atenção.
  • Elisio

    Meu amigo Vitor Luz, bom dia. Sábias palavras. Belo texto, parabens…