Feliz daquele que consegue encontrar o amor próprio e manter-se unido até o fim de sua vida. Essencial, necessário, importante e indispensável são as palavras que definem esse amor por si mesmo. Ao longo da vida sofremos alguns comprometimentos emocionais e por vezes esquecemos de nos colocar em primeiro lugar e muitas vezes não lembramos o quanto somos importantes para nós mesmos.

Desde a nossa gestação já experienciamos momentos de afeto com o amor que recebemos dos nossos pais e pessoas ao redor da gente. Após o nascimento tudo isso se multiplica e nossa experiência vai ganhando mais forma e tamanho, nos ensinando que podemos ser amados, queridos e acima de tudo, acolhidos. Mas nem sempre as coisas saem como planejado e sofremos alguns comprometimentos ao longo da jornada nesta vida.

Alguns pais não conseguem cuidar de seus filhos, outros precisam sair de casa muito cedo e não aproveitam a companhia e ensinamentos de seus cuidadores, e por vezes escolhemos relacionamentos que com o passar do tempo se tornam abusivos e não saudáveis.

Seja qual for a nossa experiência afetiva podemos e devemos estreitar nosso relacionamento com o amor próprio, que envolve nos colocar em primeiro lugar, buscar nossas melhorias físicas, emocionais, intelectuais e espirituais. Quem nunca escolheu dizer sim ao outro e não para as próprias vontades? O perigo consiste quando isso acontece ao longo de anos e não percebemos que estamos ficando por último, quando deveríamos assumir o papel principal neste show da vida.

Cuidar de si mesmo é tão importante quanto cuidar do outro, afinal de contas se não estivermos bem não conseguiremos lidar com os desafios que a vida nos impõe. Também não devemos confundir o autocuidado com egoísmo ou pouco amor pelo outro, se cada um encontrasse seu amor próprio e conseguisse apaixonar-se diariamente, muitas carências afetivas não existiriam.

Alguns problemas não são nossos e não devemos abraça-los, exercite devolver as responsabilidades a quem são de direito, talvez você conquiste mais leveza para sua vida. Amor próprio exige coragem, vontade e acima de tudo, desejo de ser brilhante.

—————

Se você deseja ficar por dentro de mais dicas como essas, me segue nas redes sociais, Facebook e Instagram, Psicólogo Vítor Luz.

Caso deseje enviar sugestões, relatos e conversar, aguardo seu contato [email protected].

Atualmente não há comentários.