O governo do Estado se comprometeu com os deputados estaduais a só rodar a folha de junho dos aposentados e pensionistas quando for aprovado e sancionado o novo projeto da AL Previdência.

Deve ficar em cima do laço: a previsão dos deputados é só votar a matéria, que é mais complexa do que parecia, em 29 de junho, terça-feira. O mês, lembremos é de 30 dias.

Quero crer que já está tudo pronto, e com a tecnologia disponível, não deverá haver atraso no pagamento.

Briga pelos R$ 2 bi da Casal detona ponte entre Renan Filho a Arthur Lira
Setor hoteleiro pressiona para reabrir praias, bares/restaurantes nos fins de semana
  • Carlos

    Exatamente, são duas folhas junho e junho! A primeira com os descontos e segunda sem… O governador deveria ter enviado o projeto no início do mês e pedido de celeridade e no entanto jogou com uma carta na mão clandestina e aí o que parecia simples como foi pra o desconto do mal. Como sempre deixa os aposentados e pensionista, na angústia.

  • Cícero marques dos santos filho

    Governador, espero que os inativos da pmal estejam fora desse desconto do Al previdência por outro vou procurar a justiça não existe essa forma de deixar os velhos guerreiros que tanto fizeram pelas sociedade durante trinta anos de efetivo serviço ou mas, e ser injustiçado isso é um escárnio.

    • O MOITA

      Amigo, vc acha que apenas os inativos da PM que devem ficar de fora desse desconto?

  • Valfran dos santos lima

    Este governo não tem palavra pois a folha já foi aberta e ele continua descontando os 14 por dentro dos aposentados e pensionista só se for no mês de junho de 2022, isto é combinados com estes deputados corruptos mas as eleições de 2022 vem aí pra gente da respostas a estes corruptos

  • Paulino lopes

    Coitados dos funcionários público do Estado, se forem esperar alguma coisa de bom desse governo, tire o “cavalinho da chuva”, porque daí não sai nada de bom.

  • Edson

    AOS DESAVISADOS O CONTRACHEQUE DE JUNHO JÁ ESTÁ LIBERADO E CONSTA OS 14% DE DESCONTOS, VC ENTRA NO SITE DA SEPLAG. PARA TODOS ATIVOS E INATIVOS TÁ SENDO DESCONTADOS.

    • Jota Braz

      Ele poderia deixar como estava, 5% pra militares… Interesse maior é no aumento da arrecadação e no rombo que vão fazer no ALprev…. Aguardem.

  • Militar da reserva

    Eita que o vei Renan Filho tá pensando seriamente no senado, mais os velhos deputados estaduais estão pensando ao contrário 🙂 esse desconto absurdo da reforma da previdência, vai ser uma queda de lapada na campanha do governador Renan Filho 🤔

  • Edson

    Algum advogado trabalhista que queira me ajudar, dei entrada na minha aposentadoria em 2013 e não foi promulgada, proc 1800.010405.2013, com mais de 36 anos de serviço e 68 de idade, meu contato por favor via sms 82996713792 pelo al previdencia posso desistir e pedir pelo INSS, pois tenho carteira assinada, e, contribuições individual.

  • O MOITA

    Quero ver senhor Governador se não vai descontar mais os 14% dos Aposentados e Pensionistas da PMAL pq isso é uma Vergonha Senhor Renanzinho

  • gil

    NO FINAL TUDO DÁ CERTO, RECLAMAR NÃO É BOM. DEUS É DEUS NO CÉU E NA TERRA, ELE TEM DOMÍNIO SOBRE TODOS OS REINOS, BOM É ORAR PELAS AUTORIDADES CONSTITUIDAS POR DEUS, SEJAM BOA OU MÁ.

  • Edson

    Pois é somente Deus para ter misericórdia de todos nós.

  • Messias

    No meu ponto de vista o benefício tem que ser para todos os aposentados de Alagoas, porque todos fez suas contribuição durante anos, independente de classe, todos aposentados tem esse direito de não paga mas Al previdência.

  • Fernando José Braga De Farias

    Governador com todo respeito o Sr vai resolver á situação do Al Previdência da Polícia Militar de Alagoas o desconto dos servidores cevis o Sr resolveu falta a PMAL não esqueça que termos votos e família que volta

  • Almir Rosa

    Aposentados sergipanos de olho nessa empreitada, afinal o crime foi com todos os aposentados aqui tb. Que Deus toque no coração desses deputados e façam reparação desse mal terrível pra quem deu 50%da vida pelo serviço público.

  • maria

    Foi família Calheiros não tem jeito não pensa ,nos conterrâneos só no bolso deles é um absurdo esse desconto de 14% para os todos mas principalmente os da pequena faixa é pior .