Como já se podia prever, o secretário George Santoro, da Fazenda, vai à Assembleia Legislativa na próxima segunda-feira, explicar aos deputados o que é e como é o “novo” AL Previdência. A aprovação da matéria está prevista para terça-feira.

O blog já havia adiantado que persistem muitas dúvidas sobre o que o governo pretende com Projeto de Lei Complementar enviado esta semana à Casa de Tavares Bastos – principalmente sobre a “previdência complementar” (além de outros detalhes sutis).

Santoro, que tem sido uma ponte da amizade entre o Palácio República dos Palmares e a Assembleia, vai se reunir com todas as comissões da Casa para expor seus argumentos em defesa da novidade.

Conhecido por lá como “o homem que sabe calcular”, o secretário da Fazenda há de esperar o mesmo sucesso obtido quando da aprovação do AL Previdência, em dezembro de 2019. Ou seja: será vapt vupt.

Ora perguntareis: mas não agora é o contrário de então?

E então.

(34 mil servidores inativos que foram prejudicados pela “perversidade responsável” de dezembro de 2019.)

 

Ricardinho Santa Ritta e a "lacração" nas redes sociais
JHC veta aumento do duodécimo da Câmara Municipal em 2021
  • Carlos

    Estou desconfiado que esse projeto tem algum truque. Não da natureza do governador e da turma Rio de Janeiro.,algum tipo de empatia em relação aos servidores públicos. A inteligência do mal é imensurável.

  • DÚVIDA CRUEL!

    “Se nós erramos em alguma coisa, temos de consertar”.
    Com essa frase de George Santoro fiquei com uma dúvida: ele é cínico, mentiroso ou não sabe o que é empatia?

  • INJUSTIÇA!

    “Nada será feito de orelhada. ”
    Quer dizer que para cobrar 14 % dos aposentados e pensionistas foi em um piscar de olhos e agora é preciso um longo tempo!
    Eita Governo Impiedoso!

  • Messias Silva

    alguém sabe informa como fica os cálculos do aposentado que ganhar 7.052,52 com esse projeto de lei que esta na assembleia? PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO nº 90 de 2021?

  • Aposentado

    Vai pagar 14% do que exceder o teto da previdência que é 6.433,57

  • Raquel

    Só quero saber se vai ser pago com retroativo o que nos tirou injustamente! Desde 2019

  • Katia Maria Figueiredo da Silva

    Fim aos 14% dos aposentados