O presidente Bolsonaro chamou o senador Renan Calheiros para brigar no território em que ele domina e no qual se notabilizou: o bate-boca, com repercussão nas redes sociais.

Calheiros é bem experiente nessa seara também, mas há agora a necessidade da preservação do Filho, já que o governo sinaliza ataques através dos instrumentos de Estado – o que só podem ser controlados pelas instituições livres e democráticas.

Deixo claro que tudo for suspeito deve ser investigado, independentemente de quem seja, mas não como instrumento de vingança de um governante qualquer. O presidente fez uma acusação a um governador adversário e agora tem a obrigação moral de provar. Desdizer o que disse é a prática dele, que não há de caber nessa situação.

Cá pra nós: falta uma manifestação coletiva dos demais governadores, já que a acusação não se baseou – pelo menos até agora – nos fatos.

Resta saber, também, como o Senado recebeu a fala bolsonarista, ainda que ele vise, exclusivamente, manter sua tropa ocupada (nas redes sociais, claro).

Governador vai anunciar nova alíquota dos aposentados no AL Previdência
Senador Renan e Renan Filho processam dirigente do PSL em Alagoas
  • O menino mais velho

    Da mesma forma que brandou para os 4 cantos que ganhou em 1º turno e iria apresentar as provas (até hoje nem um fiapo), quando a CPI vai claramente em busca das provas da ingerência óbvia registrada em centenas de comentários, declarações e ações, volta a postura padrão de ladrar para sua base fiel, criando cortinas de fumaça para tirar o foco de onde vem a sangria.

  • joao

    Esse bozo ta desesperado, ligou pedindo pinico não conseguiu agora quer ganhar no grito!

  • Luiz Henrique

    Se essa briga fosse na Justiça, Bolsonaro perderia, por que ao contrário do respeitado senador alagoano, Bolsonaro não tem processo contra ele lá. Já o senador de conduta ilibada, talvez nem saiba ao certo quantos processos correm ainda contra ele. Lógico que não é necessário se preocupar, pois enquanto o STF estiver com a farândola que o compõe, não só o nosso ilustre senador estará livre de culpa, mas todos os que tem o mesmo modus operendi.

  • Paulo

    O que eu acho interessante é ver a maioria da imprensa brasileira defendendo Renan Calheiros
    (o dono dos bois de ouro). Ou ele agora virou santo, ou vai ser canonizado brevemente.

  • MAURICIO DIAS DA CUNHA

    Tem que ser investigado todos os governantes que recebeu recursos federais, pq só agora muitos estados estão colocando a folha de pagamentos em dia, de onde vem esses recursos, pois todos políticos dizem que Alagoas é um estado pobre, então me responda essa pergunta acima.

  • Cidadão crítico

    O Mandrião está a todo custo tentando tirar o foco da CPI ao alimentar o gado com afirmações genéricas. Cabe a ele,agora, provar tais acusações. Certo é que ele vai usar a Polícia Federal e o MPF para pegar o Governador em alguma coisa: disso não há dúvidas! Nessa luta de egos, nós, simples mortais ficamos na platéia enquanto milhares morrem, diariamente, no país.

  • Pedro

    Nesse momento, o mal maior é Bolsovírus. Retirando a praga, depois cuida-se do resto! A Papuda o aguada!

  • JOBSON, DO SINDIMETAL.

    Eu até poderia dizer que o senador Renan me tirou o motivo de defendê-lo.

    No entanto, entre Renan e o mito do ódio – que patrocina a desgraça e desmoralização o Brasil perante o mundo – fico com o Renan.

    E por tudo que se diga quanto ao governador Renan Filho e com todo defeito que o mesmo possa ter, vale ressaltar que o governo dele é um dos que melhor está enfrentando o combate à Covid 19, bem como mantendo em dia os pagamentos dos funcionários publicos, realizando obras que ninguém imaginava, depois que o Eduardo Cunha (admirado pelo Bolsonaro), o Temer e o próprio mito do ódio fizeram a nossa economia (que Lula colocou em 6° lugar) ficar fora das 10 maiores do mundo.

    Por outro lado, Temer e o dito mito destruiram importantíssimos direitos trabalhistas e previdenciários.

  • CÍCERO FREDERICO DA SILVA

    POLÍTICOS SÃO TODOS IGUAIS. Há, pobre sempre usado e pior fica DEFENDENDO.
    Renan velho se estiver no lado governista, o presidente BOLSONARO seria o cara.
    Renan velho é amigos , são sempre assim, nada muda.
    Como dizia aquele senhor: isso é prá ocupar sua mente e dos na nossos jornalistas, havido por notícias de péssima qualidade.

  • Tadeu

    Comentário excelente. O judiciário brasileiro é imundo.

  • Jorge

    Rapaz, até que ponto chegamos! Renam, um desacreditado, querendo dar uma de bom moço. E, o MITO, convalescente da pandemia. Boa disputa, entre o ruim e o péssimo!