Na sua mais contundente – e surpreendente – declaração pública sobre a atuação do governo Bolsonaro na pandemia, o senador Rodrigo Cunha (PSDB) justificou a sua adesão à CPI da Covid-19, a ser criada no Senado:

– Chega! Todos nós temos ou um parente, ou um amigo, ou no mínimo conhecidos que já morreram por complicações de Covid-19. Chega de naturalizar a morte de tanta gente, chega de achar que é “normal”, que é “natural”, que é “assim mesmo”.

Cunha foi um dos 30 signatários do requerimento original que pediu a criação da CPI – de Alagoas, ele e o senador Renan Calheiros -, tema que chegou ao STF e resultou na decisão do ministro Luiz Roberto Barroso.

Para o senador, “com CPI ou sem CPI, o fato é que já passou em muito da hora de o governo Bolsonaro ter uma postura e uma ação concreta de combate à pandemia. Já são mais de 350 mil mortes”.

E segue nas suas críticas – ácidas – em relação ao comportamento do presidente:

– Indicar remédios sem eficácia como a cloroquina e o chamado kit Covid, não defender o uso de máscaras, não liderar a coordenação de uma iniciativa nacional rumo a medidas coerentes e organizadas de isolamento social, não ter comprado as vacinas em tempo, se conformar com a demora na vacinação da população, alimentar uma guerra ideológica sem fundamento e sem solidariedade a quem mais sofre ou com a crise econômica agravada pela pandemia, ou pior ainda com a morte e as sequelas da doença, isso sim é mais mortífero do que instalar ou não instalar uma CPI.

Ele lembra, mais uma vez, que faz do grupo de 30 senadores que votou sim pelo requerimento original da CPI da Covid: “Mas o que estamos vendo agora é uma confusão sem tamanho e que não ajuda em nada, com a briga política se sobrepondo ao que deve ser o real objetivo de todos: vacinar toda a população o mais rápido possível”.

Depois de reafirmar o seu apoio à CPI, ele arremata:

– A gente sabe que os efeitos econômicos da pandemia são terríveis, mas o pior é a perda de vidas, a morte em série de mais de 350 mil brasileiros e brasileiras.

 

 

 

Alagoas vai iniciar agora a vacinação de pessoas com comorbidades
MPF cobra da Sesau vacinação imediata de quilombolas em Alagoas
  • Erivelton

    acertou uma

  • Claudio Tavares

    Até que enfim saiu da toca. O parlamentar que for omisso, ficará marcado no futuro, por sua pusilanimidade. Sabemos que o nosso congresso é repleto de gente estúpida e medieval, não é o caso de Rodrigo Cunha. Apoiar o governo atualmente, só denota bajulação e aposta em eleições futuras. E olha que pelos números, essa nem é uma boa aposta. Demorou, mas , antes tarde do que nunca.

  • W. Ferreira

    De fato chega!!!!! O que não é normal tbm, é os governadores e prefeitos usarem a verba destinada para pandemia para pagar salário do funcionário, cadê os hospitais de campanha???? Cadê os respiradores do consórcio de governadores do nordeste??? Se posione com relação a esses absurdos senador, é vergonhoso querer culpar só o Presidente, se ele é culpado por algo que pague, e os governadores??? Iram passar em brancas nuvens???

  • James

    Esse rapaz não estava hibernando?

  • Marvelo

    Depois de uma ano de pandemia tomou uma posição…
    E o governo estadual?
    E o governo municipal?
    Qual sua opinião sobre comércio fechar ou abrir?
    Senador,
    Se imponha mais!

  • Santos

    A CPI da Covid-19 precisa ser estendida aos Governos Estaduais e Municipais (das atuais e ex-gestões). O Governo Federal enviou recursos para os gestores Estaduais e Municipais, e como já anunciado pela imprensa, vários governadores e prefeitos usaram as verbas sem os devidos cuidados que a Lei exige nos gastos do dinheiro público. Que os culpados sejam penalizados e os que agiram dentro da Lei, sejam enaltecidos publicamente para conhecimento de todos.

  • Contribuidor

    Impressionante os “robôs humanos” do Bolsonaro. Ele sempre cria um discurso fantasioso e a turma engole mesmo. Claro que os governos e prefeitos tem que prestar contas. Esse é outro assunto, jogado agora por Bolsonaro aos robôs, para que o foco seja enfraquecido: o comportamento completamente irresponsável do presidente na pandemia. Se ele não quer servir de exemplo para toda uma nação, está no cargo errado. O mundo está perplexo com a conduta dele. A quantidade de vidas perdidas e a situação grave da economia estão aí. Não há como desmantelar uma nação dessa forma e sair impune. Tem que ser responsabilizado sim! Saber o que os governadores e prefeitos fizeram com as verbas é urgente, mas frear essa conducao criminosa é emergência.

  • Há Lagoas

    Tive covid, perdi parentes com esta terrível pandemia, e não minimizo o número de infectados e mortos.
    Achar um culpado e materializá-lo, diminui o desconforto de saber que a vida é frágil, e que a morte é certa para todos.
    Por isso, grande parte da população deseja encontrar um culpado: China, o pequeno empresário que insiste em manter sua loja aberta, os fieis que buscam consolo na fé e frequentando o templo…
    Quanto a acreditar que nosso ilibado Senado vai conseguir investigar de forma isenta – não política – é ser inocente demais!
    Contudo, naquela casa só existe gente honesta e acima de qualquer suspeita…

  • Paulo Silva Santos

    Chega mesmo! Eu não tenho e nunca tive parente, nem namorada em cargo comissionado no Município. Perdeu Senador! Seus eleitores acreditavam que você NÃO era mais do mesmo. Esse discurso ensaiado contra o executivo não “cola”. Por que não propõe doar a verba indenizatória do legislativo (federal, estadual e municipal) para os prejudicados pela Covid? Ou o Fundo Eleitoral de R$ 2 bilhões arrancados do pagador de impostos? Medidas efetivas, mais ainda do que “jogar pra galera” essa indignação com o executivo. CPI quando todos estão em casa, inclusive os políticos de BSB? Querem onerar ainda mais o bolso do contribuinte com diárias, passagens aéreas, carros alugados, hoteis para as excelências, namoradas e xeleleus carregadores de pastas e malas que acompanham nas viagens? Chega mesmo!

  • Zezim sabe de nada inocente.

    Ate que enfim perdeu o medo das opiniões das redes sociais e tomou um lado, so que o estrago em sua imagem ja ta feito vamos aguardar os proximos pronunciamentos pq essa hora deve ta nervoso tentado medir os ânimos das redes. Ano que vem tem eleição viu.

  • Isaura

    Interessante ver o Senador acordar. Andava tão ativo aglomerando na eleição para a Prefeitura de Maceió, onde arranjou um belo cargo pra namorada. Agora posa de paladino, buscando culpar o insano presidente, mas, esquecendo que as ações acontecem nos Estados e Municípios, quer surfar na onda da lacração. Não tem estofo, não nos engana mais. Perdi meu voto, não perderei de novo. Improdutivo.

  • Carlos

    Muito bem senador e agora senador os aposentados e PENSIONISTAS, também precisa de uma posição pública e contundente. Em relação ao projeto de urelhada dos meninos do Rio de Janeiro, que está mantando de fome e sem condições de comprar até às medicações é um genocídio, dos idosos aposentados e PENSIONISTAS.
    Ainda por cima estavam aproximadamente 5 anos sem reposição salarial. Vamos senador Rodrigo Cunha, você foi eleito com voto dos alagoanos.

  • CÍCERO FREDERICO DA SILVA

    Apareceu a margarida, o Senador escondido, lamentável , pois mostra que só que aparecer depois de tantas mortes .
    O senador mostra que na política todos são iguais.

  • armando

    Esse é o chamado político H²O (insípido, incolor e inodoro). Esse não serve pra nada! Elegeu-se pelo voto de repulsa, inclusive, fingindo que apoiava o Bolsonaro. Até agora nada fez de relevante. Uma lástima!
    Triste sina a do nosso Estado…

  • Messias

    Antes à tarde do que nunca. Se os governos estaduais e municipais que sejam responsabilizados e paguem por isso. Contudo, o governo federal tem a maior fatia de responsabilidade ao não se preparar adequadamente, pelo contrário, incentivou a desinformação e estamos pagando por isso.

  • RCesar

    Êsse cidadão ainda não disse por que entrou em campo, já é tempo de produzir e até agora nada.