Amanhã retorno a Alagoas para uma intensa agenda de trabalho”. Assim começa a mensagem que Collor publicou ontem nas redes sociais.

Presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo, que parece estratégica para este momento e, claro, para o período pós-Covid-19.

“Vamos seguir percorrendo Alagoas, ouvindo demandas municipalistas e buscando soluções”, disse o ex-presidente, uma fala que conhece bem, inclusive com os seus efeitos.

Seu retorno ao estado, que começou ainda em março, como sua visita à Assembleia Legislativa (foi recebido com tapete vermelho). Com a proximidade do ano eleitoral, é provável que ele seja presença obrigatória em eventos políticos em toda Alagoas.

Objetivo: agregar todas as lideranças políticas que tiverem queixas de Renan Filho.

É um aviso, que o governador Renan Filho já captou.

Como consequência imediata, ele deve anunciar muito em breve o nome de Maykon Beltrão na Secretaria de Agricultura. Severino Pessoa, conhecido pela eloquência dos seus discursos, vai levar seu pedaço no governo, que ainda deve presentear Sérgio Toledo.

E Collor, o que pode oferecer?

O ex-presidente ainda consegue hipnotizar seus interlocutores, principalmente se estes estão movidos por sentimentos de vingança (e eles existem).

Renan Filho confirma Maykon Beltrão e Fabiana Pessoa no seu secretariado
Renan Filho tem menos de um ano para decidir se vai disputar o Senado
  • Sampaio

    Em felizmente ele vêm é vai ser um candidato mais forte de Alagoas, têm um Cabo eleitoral muito forte. Renanzinho é sua turma só vive fazendo besteira tá aí nosso dinheiro 💸💸💸 roubado do Al previdência.

  • Ricardo

    Collor já fechou com JHC, muito bom pra Maceió, pois os anormais votaram nelles, minha familia perdeu tudo se Collor, no seu governo, porem, tem gente que adora viver com o que não presta…

  • CÍCERO FREDERICO DA SILVA

    COLLOR nunca mais, o que o nosso governador tem que fazer é, valorizar o seu maior cabo eleitoral, os SERVIDORES PUBLICOS DO ESTADO.
    Coisa que SURUAGY e Guilherme palmeiras faziam.
    É grande, o governador tem chance e muito, e é só não copiar Ronaldo LESSA, pois não valorizou.

  • Sampaio

    Passei um governo com Collor no poder, terrível os funcionários público pra variar eram super maltratados, como nesse atual governo. Mais acredito que infelizmente ele vai ganhar fácil essa família Calheiros é pior que ele.

  • Carlos

    Recordei de uma certa fala de uma grande figura na sociedade alagoana que diz que “Collor sempre retorna para Alagoas 1 anos antes das eleições e depois volta para a sua residência oficial”….kkkk Desta vez ele errou, que essa “grande liderança política” voltará 1 ano e 6 meses antes! Será efeito Pandemia…..”O que será que será
    Que andam suspirando pelas alcovas
    Que andam sussurando em versos e trovas
    Que andam combinando no breu das tocas”