As mudanças no ministério de Bolsonaro seguiram o padrão político do presidente: confuso, ruidoso e dirigido para sua turma nas redes sociais.

Entretanto, há um consenso de que o deputado Arthur Lira é um dos responsáveis pelo troca-troca na turma do Planalto.

A ministra da Articulação Política, Flávia Arruda, é muito ligada ao presidente da Câmara Federal e teve o seu aval para desembarcar no governo.

No ano passado, Lira comprou briga com parlamentares do MDB e do DEM para emplacar Flávia Arruda na presidência da Comissão Mista de Orçamento, responsável pela análise e alterações ao orçamento da União em 2021.

Ela só assumiu o posto este ano, mas cumpriu a missão que lhe foi dada pelo Centrão.

Ao nomeá-la para a Articulação Política, Bolsonaro faz um afago no Centrão e ao seu novo amigo de infância, Arthur Lira.

Em campanha, Collor investe no vazio deixado por Renan Filho
Número de novos casos, mortes e ocupação de UTI validam Fase Vermelha
  • Paulo

    Por que meus comentários não ficam salvos aqui amigo?