Foi na ausência do governador Renan Filho, é verdade, mas segundo um participante da reunião no palácio, um dos empresários cobrou as aglomerações provocadas pelo governador Renan Filho, desde as eleições.

Isso já era previsível, mas o tom da cobrança foi considerado ameno, o que aponta para uma tolerância futura entre as partes. Até porque um erro não há de justificar outro erro, ainda que fique a lição.

Quem falou não mentiu – e os próprios governistas sabem disso.

Desconfiança entre Renan Filho e JHC dificulta decisão sobre Covid-19
Por Bolsonaro, Collor deve desembarcar no Patriotas
  • Bernardo

    Não deixa de ser verdade, entretanto o negócio tá feio!

  • Antônio Carlos Barbosa

    Cobrou o pancadão carnavalesco do governador em Arapiraca, foi?

  • João Cardoso

    Ei! E as aglomerações dos prefeitos-eleitos, como JOão Henrique Caldas!

  • Carlos

    Exatamente um erro não justifica o outro!
    O desnaturado governador Renan Filho e o Bolsonaro também !
    Só que nenhum deles serve como modelo para me guiar!
    Claro que eles como autoridades devem dar um bom exemplo…
    Infelizmente não temos como acabar com esse jogo sujo da direita radical e da esquerda radical.