O que foi feito do coronel Lima Júnior, ex-secretário de Segurança Pública?

Muito bem avaliado pelo Palácio República dos Palmares e pela população, o militar perdeu o cargo e ainda não voltou para a cúpula do governo.

Discreto, ele está no limbo – e não reclama.

Lima Júnior recebeu a promessa, quando da saída da Segurança, entregue a Alfredo Gaspar, de que comporia ainda a equipe de Renan Filho, mas até hoje as conversas não avançaram.

O militar disse ao governador que só não aceitaria a Ressocialização, o que pode ter desagradado ao governador.

O Detran, ao que parece, foi só especulação (de dentro do Palácio).

Mas vai parte do jogo: a utilidade tem data de validade.

PT fica no secretariado de Renan Filho, PC do B pode ficar
Procura-se um candidato viável a governador de Alagoas
  • Sérgio

    renan não tem palavra. Nunca honrou seu compromisso com o conselheiro Luiz Eustáquio. Prometeu uma secretaria para ele se aposentar no governo dele… Uma pena quem confia em palavra de calheiros

  • rotary

    A questão da boa avaliação por parte da população é uma dedução do blogueiro.
    O Coronel caiu muito no conceito de todos quando mandou baixa a porra nos trabalhadores da veleiro, não vimos a mesma coragem com as mulheres dos malandros do sistema prisional, elas fizeram o que quiseram e não deu em nada.
    Trabalhador apanha e mulher de malandro recebi moleza.

  • Estrategista

    “O General que avança sem desejar fama e recua sem temer o descrédito, cujo o único pensamento é proteger seu Estado e prestar um bom serviço ao seu soberano, É A JOIA DO REINO” SUN TZU

    O GOVERNADOR PERDEU A JOIA DE SUA COROA.

  • Santos

    O Cel. PM/RR Lima Júnior é um homem de bem e como servidor público, por onde passou, foi cumpridor das suas obrigações com destaque e merece o reconhecimento do Governo do Estado e da sociedade alagoana. O cargo é do governador, que nomeia quem quiser, mas o erro de Renan Filho foi ter feito a promessa da continuidade do Coronel Lima Júnior no Governo do Estado e não ter cumprido a promessa. O governador perde pontos no meu conceito.

  • Alagoano

    Gente, deixa esse Ex. Coronel ir cuidar dos netos. Já deu o que tinha de dá. Está muito bem aposentado, depois de 35 anos de policia. Muitos queriam está nessa condição.

  • Sindicato dos Urbanitarios de Alagoas

    Houve a maior redução da série histórica de assaltos a coletivos urbanos e seus trabalhadores. Muitas vidas de urbanitarios foram salvas, nao só do ponto de vista da vida física foi preservada, mas mental tambem do ponto de vista psicológico, os urbanitarios sofriam tortura psicológica por exercer seu trabalho com medo. O sindicato dos urbanitarios é eternamente grato ao Coronel Lima Junior e sua equipe, com destaque ao Tenente Coronel Felipe do batalhao de transito. Esclarecemos ainda que o episódio da Veleiro nao foi determinação da Secretaria de Segurança, mas uma decisão judicial. Questionamos publicamente os motivos dessa decisão judicial.

  • Valdez

    A Policia Civil há muito tempo ja cruzou os braços para o governo Renan(Calheiros), a policia militar não concordou com a assunção da Política através de alfredo na Segurança Pública e recuoou. Primeiro a dificuldade para escolher um comandante geral para a Briosa, e agora o Cel Do Valle escolhido e promovido especialmente pelo Renan Filho ja caiu na segunda semana de camando e acaiu atirando para todo lado, dizendo que iria abrir a boca caso mexessem com o comandante gouveia, o que há de tão errado que ele ia falar? Mas segundo um zap do cel do valle, politica e segurança publica nao combinam! Na policia militar não há mais nem voluntários para tirar ronda no bairro e forca tarefa, consequência disso é a falta de segurança na orla. Onde ja voltaram a rouba biciletas e celulares na praia e no corredor Vera Arruda. Os homicídios estao explodindo… A PC cruzou os braços e agora a PM perdeu o comando. Alagoas voltou à época do desgoverno do Teo. Em breve, será novamente a capital mais violenta do mundo novamente. Triste do turismo que terá que conviver com esse slogan, enquanto os gestores brigam por vaidades e política.

  • VALDIR

    Muito bem, só que a verdade sobre a diminuição dos assaltos à coletivos em Maceió, se deu pelo o fato dos ônibus não trabalharem mais com dinheiro em espécie.