A Assembleia Legislativa de Alagoas terminou o ano mais distante do Palácio República dos Palmares do que quando começou.

O ponto principal da manifestação de “independência” da Casa de Tavares Bastos foi o lançamento de um candidato próprio – Davi Filho – à prefeitura de Maceió.

No segundo turno da eleição na capital, o leite já havia azedado quando Renan Filho ouviu um rotundo “não” de Marcelo Victor, ao pedir o apoio do parlamentar e aliados para Alfredo Gaspar de Mendonça.

A lembrar, também, que, silenciosamente, o Executivo vai sofrendo uma derrota expressiva na disputa subterrânea pela vaga de conselheiro do TC, que Cícero Amélio deixou em agosto passado.

Renan Filho, lembremos, queria a vaga para o primeiro-tio Olavo Calheiros, que diminuiu de tamanho por ação ou inação do primeiro-sobrinho na derrota para a presidência da Assembleia, em 2019. O governador já sabe agora que MV só não vai para o palácio de vidro da Fernandes Lima se não quiser (e se não quiser, manda alguém dele).

É claro que Renan Filho vai poder muito quando for gastar os R$ 5 bilhões que diz ter nos cofres do Santoro.

Mas pense num amor volátil este que o dinheiro tenta comprar.

 

 

Saiba quem é Agnaldo Beghini, provável secretário de Economia de JHC
Novo acordo com a Braskem inclui mais 5 mil imóveis para indenização
  • Carlos

    Prostituição política!
    Essa turma jovem velha da política da terra dos Marechais!

  • Há Lagoas

    No horizonte de 2021, foi detectado terríveis tempestades, na qual – a nau – de Renan Filho terá que singrar por bravios mares. Veremos se no final da jornada – em 2022 – seu “pomposo” navio chegará sem maiores avarias, e o mais importante, com seu comandante vivo…
    Não foi possível identificar o nome do navio, mas se consegue ler as duas primeiras sílabas: Tita…

  • Sampaio

    Essa a assembleia legislativa é a cara do governo alagoano. Prostituto não pode vê dinheiro que faz qualquer acordo. Com todo respeito aos prostituto que não merecem ser comparado a esses políticos.

  • Carlos

    Fazendo às minhas análises técnicas !
    Marcelo Victor, foi mestre a constituição e 88 deu mais autonomia o legislativo e convenceu os deputados que juntos em bloco tira muito mais do executivo do que negociar a miséria individualmente com o chefe do executivo.
    Todos tiram o seu quinhão e sem ameaça de perder cargos no executivo!
    Um por todos e todos por um.

  • Vital

    Eu acho graça !! Esse povo reclama tanto da assembleia legislativa e do governador
    Porque não se candidata e se elegem para resolver o poblema do estado.
    Reclamar é fácil , difícil e resolver os problemas . Homem se não sabe ajudar é melhor ficar calado

    • Carlos

      Pois é Vital!
      ” Porque não se candidata”
      É ter bastante grana e comprar o mandato e o eleitor que reclama e vota por pequeno favores e maioria vendendo o voto no controle do tal cadastro. É equação que não vai ser resolvido nunca e que a nossa geração vai morrer e outras….