A conversa com o professor e médico infectologista José Maria Constant segue no ritmo e no jeito que são suas características: clareza e um toque de bom humor.

É verdade que o tema não é lá muito simpático e tem sido o dominante, por óbvio, nesses tempos de agora.

O coronavírus, lembra o convidado do Ricardo Mota Entrevista desta semana, já havia feito estragos localizados em 2010, na Arábia Saudita, e em 2012, na China.

Mas o “novo coronavírus”, aponta o especialista, tem como característica diferencial a capacidade de contágio mais elevada.

A solução?

A vacina, “venha de onde ela vier”.

Eis o busílis: o professor José Maria Constant não esconde a sua perplexidade com o número crescente de pessoas e lideranças políticas que se manifestam contra o imunizante, lembrando que a vacina é uma das maiores conquistas científicas da humanidade, salvando milhões de vidas em todo o planeta.

“Temos hoje um movimento antivacina institucionalizado”, constata com grande lamentação.

Triste realidade a nossa: enfrentar uma doença letal e o negacionismo que amplia a capacidade do vírus de se espalhar e levar a dor e a morte a milhões de pessoas no mundo inteiro.

O conhecido e reconhecido infectologista alagoano  critica a movimentação de candidatos e autoridade que aglomeraram durante a campanha eleitoral, um péssimo exemplo para a população, mas não acredita em “segunda onda” da Covid-19:

– Nunca saímos da primeira onda, que já teve uma queda e agora volta a subir.

Democrata por convicção, o professor José Maria Constant defende a vacinação em massa, obrigatória, ressaltando que ninguém pode ser vacinado à força, mas quem não quiser se vacinar tem de pagar por isso.

O papo é ótimo, e vale a pena conferir.

Ricardo Mota Entrevista

Domingo, às 10h30, na TV Pajuçara

Convidado: médico infectologista José Maria Constant

Morreu Gesivan, o homem que sabia demais
69% dos maceioenses desafiam JHC
  • Carlos

    É um momento do momento onde estamos com a esperança da vacina!
    Dr. Zé Maria Constant’ é uma autoridade no assunto!
    Já a politização não é de hoje que os facínoras da política usa a população até contra a ciência!
    Lembrando quando no governo FHC, onde oposição dizia que a vacina era matar pobre e idosos! A vacina da gripe!

  • Alagoano T

    Com os políticos e demais autoridades cada dia mais desmoralizados é melhor q eles falem contra a vacina mesmo, facilita à população escolher a atitude oposta! Agora quem não se vacinar é pq não quer, então na adianta terceirizar a culpa. Sempre no Brasil a culpa é de todo mundo, menos da população, quem puxou na mão do povo p aglomerar? Tratam sempre a população como incapazes e coitadinhos. Chega disso!

  • Sérgio Roberto de Menezes Siqueira

    Deixo bem claro, não sou contra a vacina, mas que ela passe por todas as etapas!!

  • Sampaio

    Hoje não confiamos mais em ninguém, os políticos brasileiro roubam sem piedade independente de situação. Os respiradores que o povo precisava para salvar suas vidas foram trocados em vários Estados por máquina que não servia pra nada isso com a convivência dos governantes. Os materiais descartado foram comprado por preços absurdo. Porque eles não compraria vacinas sem eficácia? Se tudo aqui é movido pela corrupção! É pasmem tudo isso acontece muito vezes com a própria participação do judiciário. Veja o caso da nossa Alagoas que tem hj o judiciário, legislativo, executivo. Em suas mãos sujas.

  • Bernardo

    MEXER COM OS POBRES MÚSICOS É FÁCIL, QUERI VER………

  • Carol Rocha

    Não defendo nenhum político até porque nenhum desses votei. Porém, nenhuma pessoa é obrigada a ter ido atrás deles durante as caminhadas no período eleitoral. Todos deveriam ter maturidade para saber o que mundo vive diante de uma pandemia. Praias ,shoppings, bares e restaurantes todos lotados de quem é a culpa? O governo não está mandando ninguém ir para esses locais, a consciência é de cada um.
    Em relação à vacina é triste o jogo sujo que estão fazendo para “endoidar” o povo. Nenhuma vacina vai chegar a 100% de eficácia e o que estiver disponível será bem-vinda para proteger a vida. A ciência em primeiro lugar e não a politicagem suja que estão fazendo diante de uma doença grave.

  • SEBASTIÃO IGUATEMYR CADENA CORDEIRO

    APRECIEI O COMENTÁRIO DO INERNAUTA SAMPAIO . . .

  • José

    Política de saúde pública do estado brasileiro é de responsabilidade do ministério da saúde. A politização do coronavirus só interessa a ignorância e o atraso. Ciência é para cientistas. E ponto final.

  • Pedro

    Essa bestialidade de alguns alimenta a falta de escrúpulos de outros. Quando o vacina chegar, o Bozo será o primeiro a tomar. E o gado? Ah! Esse que engula cloroquina! Por causa o genocida Bozonero, vamos ter de esperar o Buratan fabricar as vacinas. Se tudo sai bem, lá pra março chega aqui nesses cafundós! A Europa e a América dos “americanos” já compraram as outras.

  • Pedro

    Butantan*

  • Interiorano

    Um outro problema causado por essa pandemia é a quantidade de informações desencontradas! Em relação a vacina, é aquilo que eu já comentei várias vezes : 1º) A própria Organização Mundial de Saúde (OMS) se perdeu! Era ela que deveria ter o controle da fabricação e após comprovação, da vacinação global em massa! 2º) Mas, aí, começaram a surgir várias informações, ou seja, um determinado País, fabricou a vacina A e vai vender para alguns Países; 3º) Outro País fabricou a vacina B e vai vender para alguns Países; 5º) Um outro País fabricou a vacina C e vai vender para alguns Países; 5º) Mais outro País, fabricou a vacina D e vai vender para alguns Países; 6º) A vacina B é mais eficaz do que a vacina A; 7º) A vacina C é mais eficaz do que a vacina B; 8º) A vacina D é mais eficaz do que a vacina C; 9º) E aí, A população da Rússia toma a vacina A, a população dos Estados Unidos toma a vacina B, a população da China toma a vacina C, a população da Inglaterra toma a vacina D e por aí vai! 10º) O correto seria : Qual vacina apresentou o melhor resultado? Foi a vacina K! Então, toda a população terrestre, vai tomar a vacina K! Isso, sob o controle da OMS! O problema é que não é assim e aí, embola tudo, misturando se até com a política. onde, políticos de má fé querem tirar proveito! E aí, algumas pessoas começam a ficar temerosas e duvidando da eficácia desta, ou daquela vacina e não querem se vacinar!

  • Antônio F. Magalhães

    Hoje todos os comentários foram profundos sem viés ideológico, que é o correto, aplaudo a todos , foram inteligentes e diretos, com exceção de um onde destrata a todos com um linguajar destoante dos demais.
    PS. Não sou bolsonarista, nem esquerdopata, apenas torço pelo nosso país e que as pessoas, cada uma se cuide da melhor maneira.

  • Laskdo

    Ricardo, se o gado não se vacinar vai ser contaminado e vai ocupar o lugar de um vacinado que tem um problema sério, como coração. Ou seja, uma pessoa que não precisaria está ali se tivesse se VACINADO, estará tomando o lugar de uma que precisa. Além de está gastando o dinheiro do imposto de quem se vacinou e precisa. Se todos que não tomasse vacina fosse proibidos de se tratar dos sintomas da COVID se pegar, aí tudo bem.
    O que é que acontece quando o rebanho não é vacinado contra febre aftosa? Ele fica de quarentena, sem poder viajar pra nenhum país. Recentemente os EUA fez isso com o Brasil, proibiu do gado brasileiro de entrar lá. Então gado, é melhor se  vacinar porque sem vacina não vão entrar em nenhum país, nem no Paraguai. Porque se não vai ocupar o sistema de saúde de lá, causando os mesmos problemas que estão causando aqui.

  • Biologo Fernando

    Tenho orgulho de ter dois amigos do mais alto calibre. Dr. Constant e Dr. Celso Tavares (in memorian). Nós três andamos muito por esse estado alagoano ministrando palestras para médicos, enfermeiros e afins. Falamos muito sobre arborvirus. Enquanto eles tratavam da parte clínica e vacinas, eu falava sobre os transmissores, os mosquitos. Aprendi muito com eles. Inclusive a respeitar a vacina. Com seus critérios de segurança bem definidos e eficácia comprovadas. A vacina é um instrumento valioso pra salvar vidas desde que a segurança da população esteja resguardada porque foi desenvolvida seguindo com rigor todas as etapas de produção e testes e com divulgação total de todo o protocolo para que a comunidade científica global ateste que a vacina é sim segura, venha ela de onde vier. Uma vacina com todas as etapas cumpridas e aprovadas, com seus dados abertos e auditaveis por várias cientistas no mundo, nunca deverá ser negada mais sim, estimulada para toda a população.

  • José

    Parabéns Fernando pela lucidez e inteligência de sua análise. Já os outros …….