É possível que nas próximas horas o prefeito eleito JHC consiga, enfim, bater o martelo quanto ao nome do seu secretário de Economia (Finanças).

Esta tem sido a maior dor de cabeça do sucessor de Rui Palmeira desde que ele se consagrou vitorioso nas urnas de Maceió.

Não é uma definição fácil, por óbvio, e conta com alguns obstáculos.

A começar pelo salário: R$ 19 mil – que pode parecer muito para a média (baixíssima) dos servidores públicos de carreira, mas que não é um atrativo para um profissional da área – experiente e com credenciais.

Há de se criar uma “equação financeira” para que os cofres públicos banquem a vinda de alguém com esse perfil.

Santoro e equipe, por exemplo, não estão aqui pelo salário. Todos recebem uma gorda ajuda de custo (ele ainda recebe salário diferenciado do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro), se não, não viriam para a cidade de tão belas praias.

Além do mais, quem assumir o cargo vai ter de carregar o maior peso sobre os ombros, com o município tendo queda de arrecadação e com despesas represadas a pagar.

O “arrocho” já se anuncia, por necessário, o que significa que o futuro titular das finanças de Maceió muito rapidamente vai virar alvo de críticas.

Três nomes já estiveram próximos de assumir a futura Secretaria de Economia – um deles já instalado aqui -, mas não foram até o fim.

Agora, parece que vai – há um nome de fora, bem recomendado, e outro local (só não sei os nomes).

Alhures Natal (uma crônica de Osvaldo Epifanio)
Classe média é o alvo do novo decreto do governo para conter a Covid-19
  • Servidora

    Vai precisar de um nome experiente e experimentado! Vai precisar dá arrocho e ter jogo de cintura com os servidores, abrir a caixa preta e cortar os grandes benefícios dados para poucos, cortar custos na parte não essencial para investir onde realmente precisa! Muito difícil pq a equipe do Rui era muito fraca para isso! Tanto o primeiro escalão, como os demais! Muito complicado tirar esse vício, com ponto eletrônico rigoroso, para fazer mais com menos, principalmente na área da saúde, onde tem um monte de gente voado, incluido os médicos, o presidente já está criticando pq sabe que o arrocho será grande para quem não trabalha! Desejo todo sucesso para JHC, sem dúvidas será muito melhor que o fraco Rui Palmeira!!

  • Há Lagoas

    JHC precisa saber – mas do que nunca – que se não conseguir suplantar a letargia de Rui Palmeira, seu marketing político sofrerá um dano irreparável!
    Por hora, concedo a ele o beneficio da dúvida…

  • Carlos Alberto

    Mestre Farias é um nome fenomenal

    • Ricardo

      Concordo! Diego Farias para compor essa equipe! Conhece bem a contabilidade pública!

    • Mestre de Obras

      Imaturo e egocêntrico. Basta ver os comentários dele nas redes sociais. Desdenha de servidores comissionados, de secretários.

    • Bruno

      Muito difícil disso acontecer um cara que não abaixa cabeça para político nenhum ser secretário

  • Santos

    Rui Palmeira fechou o cofre para os servidores públicos municipais, deixou de pagar os direitos que os servidores tem por direito, mas afrouxou para servidores comissionados e efetivos privilegiados pela gestão, disponibilizando veículos locados com combustível pago pelo erário, 24 horas por dia, os 7 dias da semana, além de dispensa de ponto e outras vantagens economicamente prejudicial ao erário público. Esses servidores estão viciados em viver na mamata. Muitos desses servidores efetivos, segundo comenta-se nos corredores dos órgãos públicos municipais, recebem do caixa dois de empresas que prestam serviços ao município – recompensada através de uma fiscalização frouxa por parte desses servidores, ocasionando elevação dos custos no fornecimento de materiais, serviços, principalmente nas obras contratadas. Uma auditoria séria trará uma grande economia para os cofres públicos, inclusive com a exoneração de servidores desonestos. Basta a nova gestão municipal querer e fazer acontecer.

  • Passárgado

    Deveria ser o “Mestre Farias de Oliveira”, que criticou o atual Secretário de Economia com argumentos pequenos em uma postagem no Instagram. Pega essa boquinha! Quanta pompa por um mero Profiap!

  • Antônio de Pádua

    JHC tem im nome muito próximo a ele e sua família, estou falando de Geraldo Santinho ex-diretor da extinta Ceará e Ex-delegado do Ministério da Agricultura-Mapa em Alagoas, considero um excelente nome, não sei se ele deixaria seus negócios particulares para assumir a Secretária de Finanças da Prefeitura Municipal de Maceió, é a minha opinião.

  • Antônio de Pádua

    Corrigindo:
    Geraldo Santiago.
    Ceal

  • JOAO ACIOLY LINS NETO

    Arrocho a começar pelos tais comissionados, que são milhares, arrocho a começar pelos apadrinhados que sempre lotam as infindáveis secretarias, muitas delas inventadas para a tal “acomodação”, arrocho a começar pelas cobranças de impostos municipais, principalmente dos que pagam quando querem pagar, arrocho a começar pelas mordomias de vtr’s alugadas e cotas de combustível dignas de um Maverick V8, arrocho a começar pelas revisões de N contratos feitos na conveniência desse e daquele, pois prefeito só vai na boa, só se dá bem…

  • James

    Deixa ver se eu entendi. O cara foi candidato afirmando ter soluções para todas as áreas. E nem assumiu e não tem um secretário de finanças?

    • Leandro

      Nome tem e soluções tbm! Muita gente boa! Agora deixar suas atividades normais do dia dia para assumir uma secretaria por tempo integral, onde a solução é o arrocho, por um salário, para a realidade de Maceió é muito bom, para o profissional acima do nível não, e ainda correr o risco de ser exonerado por fazer tecnicamente o certo, pois politicamente terá a barreira do poder. Sem futuro! E outra, perder a paz, que dinheiro nenhum paga!

  • Gomes

    Pelos comentários anteriores, a Polícia e o Judiciário vão precisam de reforços para ajudar JHC colocar ordem na Prefeitura de Maceió e os ladrões do erário na cadeia.

  • AF

    Precisa de uma pessoa com bagagem e que já conheça a economia de Maceió, não um, que seja de outro estado, para ainda entender como as coisas funcionam… Um servidor que já tenha feito trabalhos em prol da economia de Maceió.