Há, hoje, dois grupos políticos fortes na disputa pelo poder local.

O primeiro é o da família Calheiros, que tem como personagem mais importante o governador Renan Filho. Como cérebro político, entretanto, mesmo que deixado de lado pelo Palácio, o senador Renan pai.

Do outro lado, uma aliança ainda em formação, em que o deputado federal Arthur Lira pontua como principal candidato a líder.

Pois a disputa alagoana está acesa em Brasília, na eleição para presidente da Câmara.

Calheiros, o senador, aparece como um dos apoios de destaque a Baleia Rossi, adversário de Arthur Lira na briga pela cadeira de Rodrigo Maia.

De bônus, Calheiros já conseguiu a liderança do MDB para o seu pupilo local, Isnaldo Bulhões, mas trabalha para convencer outros parlamentares a arregimentarem forçar contra Lira.

É uma disputa no território em que os dois são profissionais de ponta – Calheiros e Lira: o parlamento. Muitas vezes, nessa seara, vale mais o verbo do que a verba.

Classe média é o alvo do novo decreto do governo para conter a Covid-19
Candidato de JHC a presidente da Câmara está na frente por apenas um voto
  • Tony

    Nessa briga política inconsequente, quem sai perdendo é a população alagoana. Entendo que a disputa eleitoral acaba com o resultado do pleito, depois disso as forças politicas precisam se unir em prol do bem estar da população, mas o que se vê são os políticos com mandato lutando pelo seu próprio bem estar e o povo que se dane.

  • Há Lagoas

    Vaidade e disputas pessoais de duas felpudas raposas…
    Qual das duas figuras colocam Alagoas como prioridade em seus planos?
    De qualquer forma – sendo pragmático – a decadência de Renan – o pai – é algo que o Brasil espera, mesmo que o preço para isso, seja a ascensão de Lira!

  • Carlos

    A briga pelo poder e não para o melhor para ALAGOAS.
    Assim foi a disputa da família Beltrão na região sul e em Coruripe!
    É a pseudo mudança na região sul e CORURIPE!
    Onde votar no 11 e 15 !
    Era tudo Beltrão!
    Arthur Lira e o senador Renan Calheiros!
    O que é que um tem o que o outro não tem?