A situação se inverteu: Alagoas não é mais o estado brasileiro com melhores números relativos à Covid-19 no país.

A mudança, brusca e radical, se evidenciou principalmente nas últimas duas semanas e já mostra o nosso estado com a maior alta na média móvel de mortes pela doença nos últimos sete dias (comparando a penúltima com a última semana): 116% a mais.

Claro que esse aumento reflete, ainda, o número de óbitos relativamente baixo – relativamente -, mas o crescimento é persistente e há de nos assustar.

O relatório de ontem – com mais oito mortes por Covid-19 – já aponta um total de 101.745 pessoas contaminadas oficialmente no estado e 2.425 óbitos.

E os números da SESAU são absolutamente confiáveis, apurados e divulgados por técnicos qualificados e competentes.

(Já o Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da Covid-19 (UFAL) confirma uma “segunda onda” da doença em Alagoas).

Dentro desse cenário assustador, ainda é possível contar com a ótima rede pública de atendimento de pacientes com Covid-19. Segundo a Sesau, “dos 601 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 213 estavam ocupados até às 17h da segunda-feira (21/12), o que corresponde a 35% do total.”

E mais: “atualmente, 87 pacientes estão em leitos de UTI, 09 ocupando leitos intermediários e 117 em leitos de enfermaria”.

Não dá, no entanto, para contarmos apenas com a sorte – esta tem virado da noite para o dia, sempre contra a população.

Candidato de JHC a presidente da Câmara está na frente por apenas um voto
O mistério sobre o futuro político de Rui Palmeira
  • Rafael

    Em percentual, pois em números absolutos é o menor desde a segunda semana do início da pandemia.
    Só ver no site da Sesal.

    • Karla

      De todo jeito fazem de tudo pra assustar ainda mais a gente.

  • Douglas

    Fruto das campanhas eleitorais.

    • Karla

      Pois é, como eles ( governador, prefeito…) tudo sem máscara abraçando os bestas!
      Não o vírus ai não existia , pura hiprocresia.

  • Glédson

    Dados confiáveis. Kakaka. Eu perdi uma conhecida por ataque cardíaco e foi registrado em sua certidão de óbito (Covid-19). Deveria haver uma CPI sobre estes dados que praticamente foi zerado no período de campanha política.

    • Karla

      Nós sabemos que o vírus estar aí, mas tanbem sabemos que acontece muita coisas por trás, morre de uma coisa , mas é covid19
      E assim vai.
      Só não morreram na eleição. Quer dizer o viris morreu né, mas acabou a eleição o vírus ressuscitou.

    • Maceió

      Glédson, isso é estado de negação. Pelo seu negacionismo, você e seus familiares foram tudo, menos prudentes. Se eximir da culpa faz perder a oportunidade de aprender.

  • Ricardo Alexandre de Oliveira Silva

    Glédson, amigo, a covid é uma doença que causa danos ao coração, cérebro etc. Assim, não nos diga que foi ataque cardíaco, uma vez que essa doença é uma lástima. Resumindo: cuidem-se! Essa doença tirou e tirará muitas vidas principalmente hum País em que as comemorações sobrepõem a saúde.

  • diogo

    RICARDO … ESSES NÚMEROS NÃO SÃO DO DIA… E EU VOU EXPLICAR PORQUE.

    O RESULTADO DE QUALQUER PESSOA QUE FOR HOJE NO SESI OU EM JACARECICA, SAI COM 15 DIAS … OU SEJA VC FICA CURADO E DEPOIS ENTRA NA ESTATÍSTICAS … EM RELAÇÃO AS MORTES NÃO SEI DIZER … MAS EM RELAÇÃO AOS INFECTADOS COM CERTEZA É ASSIM …

  • Santos

    Se pesquisar nos Cartório de Alagoas, a maioria absoluta das certidões de óbitos emitidas, consta: “SUSPEITA DE COVID-19”. Nenhum médico quer atestar com 100% de certeza que o falecido morreu de Covid-19 por não ter convicção de que a causa morte foi realmente Covid-19. Que os casos infecciosos estão aumentando a cada dia, não tenho duvida alguma, mas que todos que estão falecendo seja por Covid-19, já não tenho tanta certeza.

  • Interiorano

    O fato é que essa pandemia causou uma série de informações que faz com que algumas pessoas fiquem cheia de dúvidas! No inicio, dizia se que a Covid-19 era transmitida através do contato físico e que devia se utilizar álcool gel, álcool 70, lavar as mãos constantemente e não coçasse os olhos! Depois, surgiu a informação de que a Covid-19 era transmitida pelo ar e aí, começou a se utilizar máscaras! No início, dizia se que os sintomas eram gripe acompanhadas de febre e tosse com dor de garganta! Depois, surgiu a informação que a Covid-19 dava cansaço e dor nos ossos! De´pois, começou se a divulgar que a Covid-19 atacava o pulmão! Depois, começou se a divulgar que a Covid-19, afetava o olfato e o paladar! Depois, surgiu a informação que a Covid-19 não afetava crianças e atacava mais os idosos! De´pois, começou se a divulgar que a Covid-19 afetava mais os diabéticos, hipertensos e obesos! Depois, começou se a divulgar que a Covid-19 afetava o cérebro! De´pois, que a Covid-19 deixava sequelas, como o mal de alzheimer! Agora, já está se divulgando que a Covid-19 causa problema na pele! Ou seja : “cada dia, aparece uma coisa nova”! O ideal é que nos protejamos, mantenhamos a calma e oremos/rezemos para que Deus nos proteja, até que haja uma vacina ideal e uma vacinação em massa!

  • Carol Rocha

    O familiar que perde alguém e constatar que não foi Covid pq aceita o atestado de óbito assim? Bota a boca no trombone, denúnica o caso. Boa parte da população tem culpa do aumento dos casos juntos com esse políticos. Passa na frente dos bares em uma sexta-feira todos lotados, distanciamento zero. E aí? De quem é a culpa? ?? Consciência zero de boa parte. Cada um pensando o próprio “umbigo” , coletividade não existe.

  • Laskdo

    Sexta a noite passada passei na Av. Getúlio Vargas, nas proximidades do conjunto Rui Palmeiras, o fato é que tive que parar pra pegar uma encomenda. Estacionei o carro em uma daquelas ruas do conjunto Rui Palmeiras, porque na principal não havia vagas. Ali tem um churrasquinho famoso, em frente a uma igreja evangélica e na esquina do Rui palmeiras tem um barzinho, todos estavam cheios! Mas esse não foi o problema que eu vi, o problema era que não havia distanciamento social nenhum, mas esse ainda não foi o maior problema, o maior problema é que nem na igreja, nem no famoso churrasquinho e nem no bar menos famoso, o da esquina do Rui, quase ninguém estava usando máscaras.

  • Marcelo

    O problema é que os médicos conseguiram convencer os seres humanos da doença e seus efeitos,mas os veterinários não conseguiram convencer os burros, jumentos,o gado etc.. aí ficou difícil,agora é aguardar a vacina e torcer!!

  • Pedro

    O mais incrível é a quantidade de inocentes que ainda acompanha um raciocínio bobo de que os óbitos informados não são por covid. Esse tipo de gente pensa parecido com o presidente verme genocida, que tenta desacreditar a imprensa, ataca as instituições e assim corrói as bases da democracia. O alento é que a justiça do homem chega. Está aí pastor crivela preso. Falta o Bozo e sua gangue.

  • Mônica Santos

    Quem não morrer com a doença , certamente morrerá de fome , pois em um País onde quem governa não tem compaixão dos mais vuneravéis não tem como não contrair a doença , oro todos os dias ao sair de casa para trabalhar , pois trabalho na área do turismo onde se aglomera o virus do mundo todo , não vivo de Bar , não vou em festas mas me sinto a perigo , minha prioridade é minha saúde e da minha família , principalmente da minha Mãe que é acamada , mas fazer o quê ? Tenho que comer e honrar as contas que não para de chegar , mas Deus é mais , e vai nos ajudar ! 🙏🙏