O deputado Arthur Lira vai se consolidando como o herdeiro político do senador Renan Calheiros, em Brasília. Ainda que os dois se mantenham distantes – já foram mais.

O deputado segue a mesma trilha, a da “governabilidade”, que Calheiros explorou com grande competência para chegar ao centro do poder no Planalto.

Ambos sabem falar o dialeto dos seus pares, e trabalham coletivamente conquistando prêmios individuais.

É claro que Lira ainda tem muito a aprender, mas já capturou a essência do que torna um animal político vencedor e outro não.

Briga eleitoral da Assembleia com o Palácio vai acabar em perdão e juras de amor eterno
A eleição judicializada de Arapiraca é a negação da própria política
  • Há Lagoas

    Que ele não se esqueça do VLT – sua expansão até o shopping da Mangabeira – bandeira do ex-senador Biu de Lira, seu pai.

  • RENAN CALHEIROS PAI É AQUELA MÃE QUE DEIXA UM FILHO EM CADA FILA DE CAIXA NO SUPERMERCADO. PARA A QUE ANDAR PRIMEIRO, ELA VAI…

    Renan Calheiros foi um dos primeiros senadores do PMDB a apoiar o ex-presdiário Lula (PT) depois que o petista chegou à presidência da República em 2003.
    Ex-ministro da Justiça de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), esteve ao lado do candidato tucano José Serra nas eleições de 2002.
    Bem antes, no começo da carreira, ajudou a botar de pé a candidatura de Fernando Collor (PRN), mas se viu traído pelo aliado quando disputou o governo de Alagoas. Mal o Esquema PC estourou, virou algoz e deu entrevista à revista Veja implicando o ex-aliado Collor no caso: “PC é uma extensão do presidente”. Não apenas escapou do escândalo como acabou absolvido pelo governo seguinte, de Itamar Franco (PMDB), e foi nomeado vice-presidente executivo da Petrobras Química. É Renan Calheiros Pai, é ladino, sempre acertou qual fila de caixa do supermercado político andaria mais rápido.

  • Mairo Rogério

    Herdeiro político é o que mais tem aqui em Alagoas. A terra da farra com o dinheiro do povo. São pais, irmãos, avós, sobrinhos…enfim, cada um que chega ao poder quer colocar sua prole para mamar. Tereza Nelma agora também já está aderindo ao desejo, nos candidatos a prefeitura, nem se fala. Nunca vi tanta família para ter vocação política como a família alagoana. Será que um dia eles não pensam em conseguir um emprego e trabalhar de verdade, como o povo que os elege ?

  • Antonio Carlos Barbosa

    Pois é Mota, a cada eleição, o nível do Legislativo piora e muito. Brasil sem futuro.
    Vida que segue.