Os três são os principais candidatos às duas vagas do segundo turno das eleições em Maceió, com vantagem matemática para JHC e Alfredo Gaspar.

Mas, fato que parece evidente, só Davi Davino Filho está crescendo na intenção de votos, enquanto os seus maiores adversários vão perdendo pontos preciosos – desconsiderando a margem de erro.

Para Davi, o desafio é crescer o tanto que for suficiente para alcançar e/ou superar JHC e Alfredo Gaspar, o que não é fácil.

Para os dois, só resta um caminho: crescer – ou voltar a crescer – com consistência, rompendo o estado de repouso.

E cá pra nós: não está fácil para ninguém numa campanha que não inspira paixão nem mobilização.

OAB vai à Justiça pedir celeridade nas indenizações da Braskem
Negro, de topete e carapinha
  • Chega

    Quando João fala de José, acabamos por saber mais de João que de José. Excluídos os canalhas, representantes de grupos de interesse, conchavos, famílias de coroneis, políticos de sempre, paus mandados, não resta ninguém.

  • Pedro lucena

    Por uma Alagoas sem seus Calheiros e seus Caldas

  • A ARMADILHA DOS CALHEIROS!

    Quem já foi apoiado pelos Calheiros é sabedor que a parceria com a família mais poderosa da Terra dos Marechais é uma verdadeira “arapuca”.
    O apoio da família Calheiros arrasta uma rejeição enorme dos alagoanos que afirmam não aguentam mais sustentar esse povo, e em caso de derrota eleitoral, o vencido não dispõe de qualquer amparo dos larápios que dominam o Estado desde sempre e percebe a ausência de uma sobrevida política após o “beijo da morte” da temida corja de Murici.
    Todos que aceitaram o apoio dos Calheiros terminam arrependidos de não ter mantido um certo distanciamento social e uma necessária independência política do clã mais poderoso das Alagoas, do século XXI e de qualquer outro.

  • QUANDO SE ARREPENDE POR FAZER!

    Geralmente, o ser humano entende que é sempre melhor se arrepender das coisas que experimentou na vida do que daquilo que deixou de fazer.
    Exceto, naturalmente, luta de MMA, queda de avião e, no caso de Alagoas, de aliança com os Calheiros.
    Em breve Gasparzinho, o Candidato Camarada, irá experimentar essa sensação, já vivenciada por Ronaldo Lessa, Maurício Quintela, Cícero Almeida, Luciano Barbosa, entre outros de uma longa lista.

  • SERÁ?????

    Será que algum aposentado, pensionista ou servidor público do Estado de Alagoas irá votar nos candidatos apoiados pelo Impiedoso Governador Mini Mim (MDB)?
    Quem assim fizer de duas uma, ou é ruim da cabeça ou doente do caráter!

  • POVO VELHO E BESTA DE ALAGOAS!

    Penso que em Alagoas se aparecer algum esperto, vendendo limão, e batizá-lo de “Limão Filho”, dizendo que ele é docinho, apesar do nome, da aparência e do cheiro, todo mundo vai comprar! E o pior, vai comprar mais de uma vez!
    Ô povo tolo essa gente de Alagoas!

  • felipe

    Voto até no capeta mas, ninguém que esteja vinculado aos Calheiros, jamais terá meu voto!!! Esse Alfredo Gaspar é marionete dos Renans, e esse projeto de governador de quinta categoria verá o castelo de areia dele ruir logo logo, a se começar por essa eleição. E ele junte dinheiro para comprar voto senão nem com o governo na mão, distribuindo cargos ele vai ter voto suficiente para sentar na tão sonhada cadeira de senador! Painho já teve menos votos do o RC na ultima eleição. O café dele, os aposentados e suas famílias estão coando!

  • Jorge

    Fora o candidato dos CALHEIROS! Que seja Davi ou JHC!

  • jezualdo

    Três candidatos que nunca saíram do poder, renan, jhc e davi. Pobre Alagoas e os municípios que não conseguem sair das mãos desses homens públicos que só fazem é pensar em seus negócios e prazeres.
    Acorda povo chega esses que ai estão não merecem votos nem cargos públicos, já mostraram que não são capazes.

  • Paulo

    Os três candidatos que se apresentam tem mais telhado de vidro do que virtudes pra conquistar o voto de um eleitorado pra mais de desconfiado.
    Alfredo Gaspar esqueça que não passa dos 30% devido à rejeição de Renan mas também a do próprio Rui, que diga-se de passagem uma péssima gestão na prefeitura. Alfredo não decola porque pegou duas âncoras cada uma com
    1000 kg, Renan pai e o prefeito Rui.
    JHC é pura maquiagem com o maquiavélico João Caldas por trás.
    Davi representa aquela Assembleia, que de Santa não tem nada. Jaja para de crescer quando o sarrafo vier.
    Sobra Josan 51.

  • KABÇÃO

    LEMBRANDO QUE O NOBRE DEPUTADO DAVI FILHO VOTOU CONTRA OS APOSENTADOS PENSIONISTAS E REFORMADOS, NO PROJETO DO AL PREVIDENCIA.

  • Luiz Gustavo

    Voto na sobra Josan 51. Uma boa opção. O resto continuação do quadro político atual do nosso Estado. Velha política.

  • Joao

    Realmente se todo mundo analizar friamente os tres candidatos nao valem o nosso voto.
    Sobra o Josan mesmo.

  • Maximus II

    Os três postulantes a prefeitura de Maceió com mais projeção eleitoral representam oligarquias diferentes em sua concepção e nascituro, mas todas com o mesmo “objetivo” manter os clãs da VELHA POLÍTICA OLIGARQUICA EM ALAGOAS. Gaspar o Xerifão virou menino de recado dos Calheiros, JHC o artista de novela mexicana tentando esconder a genética dos Caldas e o Davi Filho o menino prodígio da Assembléia sendo manipulado pelos Liras para atingirem seus objetivos pessoais que é derrotar os Calheiros e assumir a direção da PROVÍNCIA DAS ALAGOAS. Portanto, a verdadeira mudança é JOSAN 51 a única alternativa para Maceió sair dos Clãs Oligárquicos.

  • Diego

    O Josan?! Melhor candidato?! Que tenta ser “filhotinho” do Bozo, e nem recebe apoio dele! É risível!