Existe nas redes sociais e nos bastidores uma “guerra das pesquisas eleitorais”, com cada candidato apresentando à sua tribo os resultados que mais lhe agradam.

A lembrar: até o governador Renan Filho já caiu na armadilha de “divulgar” um resultado de consulta popular sem que pudesse explicitar sobre o que estava falando.

Resultado: foi o primeiro punido pela Justiça Eleitoral nas eleições deste ano.

Isso não impede que os resultados sejam divulgados ao gosto de cada candidato, principalmente por causa da margem de erro larga desses tempos (e não só) de pandemia.

As pesquisas podem ser importantes para o consumo interno, motivando os aliados, e também podem desmotivar os adversários e seus seguidores. Mas há de se ressaltar, por aqui, a ligação de alguns institutos com a turma do poder, e aí vale a conta de chegar.

Para os eleitores, de forma geral, vale mesmo é a máxima da ciência: sempre duvide – ainda que o coração se manifeste de forma diferente, para o sim ou para o não.

Vem mais por aí esta semana.

Cria de Téo Vilela, prefeito do PSB vira amigo de infância de Renan Filho
Pai bandido
  • Consigliere Alagoano

    **
    ELEITOR, TENHA EM MENTE QUE ELES:

    Na CAMPANHA :
    Todo PROBLEMA , tem uma SOLUÇÃO .

    Quando ELEITO :
    Toda SOLUÇÃO , tem um PROBLEMA.

    POR TANTO :
    Eleja um Vereador que COBRE/FISCALIZE, essas ANOMALIAS na Gestão da CIDADE.

    **

  • Pedro

    A mentira impera dentro da raça humana. Isso já está provado pela História e pela Ciência. Se temos algum país onde esse vício é menos exercitado por seus habitantes, se deve a um respeito às Leis, que em alguns casos, são muito duras. Aqui no Brasil, a bandalheira é geral. No caso dos candidatos a cargos eletivos, a lama chega ao gogó, mas não chega a inundar a boca dos políticos. Uma pena! No horário eleitoral inútil, vemos, do Vereador ao Presidente da republica, um festival de potocas absurdas, pura mentira. Se a Lei punisse o mentiroso, cassando-lhe o mandato, caso não honrasse a promessa feita em campanha, garanto que muita gente ficaria muda sem a necessidade de a lama tapar sua bocas ávidas por uma teta. Isso vale para todos os candidatos a Prefeito e Vereadores de Maceió. Exceções feitas à Professora Valéria, Lenilda Luna e Heloisa Helena.