Os servidores públicos aposentados ligados à Procuradoria Geral do Estado e à Polícia Civil já conseguiram suspender, ainda que liminarmente, a cobrança absurda dos 14% para o AL Previdência – eles pagavam 0% antes da nova lei, que passou a vigorar em abril.

O TJ ainda não decidiu quando vai julgar no pleno a ADI que tramita na corte, com o mesmo pedido. Se aprovada, o conjunto dos funcionários públicos estaduais seria beneficiado e eles teriam de volta aos seus vencimentos a perda sem precedentes.

É lembrar que a própria Associação dos Procuradores do Estado de Alagoas alertou a população sobre a ilegalidade e a inconstitucionalidade do projeto do “novo” AL Previdência.

Isso não foi o suficiente para que a Assembleia aprovasse a matéria a toque de caixa, numa celeridade digna de um parlamento abúlico.

Os deputados, todos, têm de dividir essa conta com o governo do Estado: secretários da área econômica (ultraliberais) e governador. Preocupados, então, com as suas respectivos  emendas parlamentares, eles nem ao menos ouviram a voz dos procuradores – e os aposentados foram punidos.

O Congresso Nacional, com todas as deficiências, tem dado demonstrações várias do que pode fazer um parlamento altivo.

Ressaltemos: o Judiciário local, até agora, caminha para corrigir o que parece uma injustiça intolerável.

Arthur Lira pode emplacar o novo ministro da Educação
JHC articula aliança com o PSL e com o PSD em Maceió
  • Carlos

    Ótimo comentário só governador perverso e genercorruptos, onde parlamentares alimentados por secretaria e os Duodécimos, generosos tirado do povo formam uma dobradinha indigesta onde só os grandes tem vez. É bom lembrar que tem deputados candidatos a prefeituras do estado. Em Maceió, David Davino, Arapiraca Nezinho e em Coruripe, Marcelo Beltrão ?… Esse de Coruripe, está em negociação com a família se o acordo for bom sai e apoia o primo Beltrão.

  • miguelito cabrobó

    que sirva de licao, quarentena no dia da eleicao;

    • Carlos

      Kkkkk… A quarenta é ir às urnas e não votar no deputado candidato a prefeito que votou na Al previdência perversa ou se não no candidato que eles apoiam. A vacina do COVID 19, não existe aínda e já a vacina dos políticos inimigo do povo e corruptos essa existe sim e há muito tempo. É votar contra eles.

  • Karl Não Marx

    Uma das matérias que está ok do começo ao fim… parabéns!

  • Aloísio de Sales

    Nobre reporte, os militares também conseguiram uma liminar do juiz da 18° vara cessando o desconto dos aposentados e pensionistas das classes.

  • Aloísio de Sales

    Situação revoltante, e olhe que só em saber que certamente o governo recorrerá temos a certeza que somos tratados apenas como números e não como seres humanos que dedicaram “no mínimo” 30 anos de suas vidas ao serviço público!

  • Sampaio

    Boa tarde meus amigos aposentados é pensionista, vamos ficar de olho nosso governador vai entrar em ação. O judiciário tem pessoas de bem como vários juízes é desembargador . Mais tem uma banda podre que suja todo o judiciário. É o nosso governador sabe onde atuar para derrubar mais essa decisão.

  • Carlos

    Exatamente Sampaio, tem um que foi militante de esquerda e depois de toga é mais de direita do que os de direita. Só vota a favor das decisões do governo Renan Filho.

  • paulo

    Quando vejo minha mãe, professora, com mais de 45 anos prestados nas escolas do interior. Hoje com 78 anos tendo que cancelar seu plano de saúde de mais de 45 anos quando mais precisa por essa lei absurda aprovada por essa assembleia covarde doi demais o coração. Ja disse minha familia marquem o nome de todos eles pra lembrarmos nas eleições. Infelizmente muitos deles se elegem com currais eleitorais, como e o caso da deputada jo pereira e outos.

  • Carlos

    É bom lembrar Paulo, três pré – candidato a prefeito são deputados. Em Maceió, David Davino, Arapiraca Ricardo Nezinho e em Coruripe, Marcelo Beltrão e sem esquecer dos outros que apoia seus candidatos a prefeituras do interior.