O isolamento social é o grande desafio do governo do Estado esta semana.

A inauguração do Hospital de Campanha Celso Tavares deu algum fôlego para o sistema de Saúde, na última sexta-feira, mas o índice de isolamento continua bem abaixo dos 60% pretendidos.

Sábado, depois de dois dias de queda, o índice voltou a subir: foi para 46,2% (estava em 42,9% na sexta-feira). Atualizando: no domingo, sempre o melhor dia, chegou de novo a 56,2%

Os próximos sete dias vão determinar as medidas a serem adotadas em um novo decreto, já que o atual tem vigência apenas até o domingo, dia 31.

No final das contas, é o alagoano que vai estabelecer o novo parâmetro de isolamento, o único consenso mundial sobre a covid-19 nesta fase da doença.

Sociedade de Infectologia muda orientação e não recomenda uso da cloroquina
Pós-pandemia: UFAL lança em junho programa para estudantes que farão o ENEM
  • Williams Roger

    A Campanha é falha. Milhões de reais gastos com propaganda, mas erram e feio na prevenção. Deveriam ter EQUIPES de conscientização, tipo, ostensiva. Tipo, dizendo: “usem máscaras”. MAS OFERECENDO UMA MÁSCARA PARA CADA PESSOA! Aí sim, junto com os panfletos, carro de som e equipes porta a portab se teria sucesso!
    Ando pelas periferias e não vejo carro de som, panfletagem com fotos das ilustrações do uso de máscara, de como prevenir o contágio, tipo: os dois sem máscara, um com máscara e o outro não e os dois com máscaras, de como seria a prevenção. Eles (saúde) sabem do que falo.
    A crítica construtiva que teço, com relação as máscaras é: O que se vê é a distribuição de camisinhas. Pois bem, as máscaras deveriam ser distribuídas pelos governos nas três esferas da mesma forma.
    que as camisinhas.
    Do que adianta ver alguém com fome e dizer: ” opa! Como vc está? Ta com fome?! Deus proverá”. Ora! O interessante não seria oferecer um prato de comida?!
    Assim, se quer exigir o uso de máscaras, DISPONIBILIZEM para POPULAÇÃO. Pode até ser de pano. Mas ofereçam!

  • Jobson

    O povo deseja que volte a normalidade, trabalhar e viver com dignidade. Esta doença como os cientistas já explicaram, ela não acaba tão cedo , é como qualquer outra, demora anos, o necessário, é saber conviver com ele.

  • Antonio Moreira

    Nº Morte/Cidades de Alagoas
    1 Anadia, AL
    8 Arapiraca, AL
    2 Atalaia, AL
    1 Barra de Santo Antônio, AL
    1 Barra de São Miguel, AL
    1 Batalha, AL
    1 Belém, AL
    1 Boca da Mata, AL
    1 Cacimbinhas, AL
    1 Cajueiro, AL
    2 Campestre, AL
    2 Campo Alegre, AL
    6 Coruripe, AL
    2 Delmiro Gouveia, AL
    1 Feliz Deserto, AL
    1 Flexeiras, AL
    3 Ibateguara, AL
    1 Japaratinga, AL
    3 Jequiá da Praia, AL
    3 Joaquim Gomes, AL
    1 Junqueiro, AL
    1 Lagoa da Canoa, AL
    1 Limoeiro de Anadia, AL
    198 Maceió, AL
    1 Major Isidoro, AL
    4 Maragogi, AL
    9 Marechal Deodoro, AL
    1 Maribondo, AL
    1 Matriz de Camaragibe, AL
    1 Messias, AL
    2 Murici, AL
    1 Novo Lino, AL
    3 Palmeira dos Índios, AL
    1 Pão de Açúcar, AL
    3 Paripueira, AL
    1 Passo de Camaragibe, AL
    2 Paulo Jacinto, AL
    2 Penedo, AL
    3 Piaçabuçu, AL
    4 Pilar, AL
    1 Poço das Trincheiras, AL
    2 Porto Calvo, AL
    8 Rio Largo, AL
    3 Santana do Ipanema, AL
    1 Santana do Mundaú, AL
    1 São Miguel dos Campos, AL
    1 São Miguel dos Milagres, AL
    1 São Sebastião, AL
    4 Satuba, AL
    1 Senador Rui Palmeira, AL
    1 Teotônio Vilela, AL
    9 União dos Palmares, AL
    1 Viçosa, AL
    316 Mortes

    Fonte: Portal do G1 em 25/5/2020 8:30H

  • Carlos

    Bomba se assim confirmar a desconfiança Bolsonaro ,pode ser filho da Derci Gonçalves ….

  • Michel

    Certo, e se o isolamento não atingir o índice desejado vão fazer o que? Acredito que o índice de isolamento não deve aumentar não, afinal quem está na rua é porque está se deslocando para o trabalho ou para casa, ou para supermercado, ou seja serviços essenciais… Ninguém está passeando na praia etc. Acho uma besteira querer aumentar índice de isolamento, melhor exigir uso de máscara e seu correto uso, conscientizar acerca do distanciamento social e ponto.

  • Zé Márcio Maia

    Bom dia a todos,

    Caro Ricardo,

    Eu testei positivo para Covid 19, o Coronavírus. Estou em isolamento social desde 17/03/2020, em meu apartamento, sem receber visita de ninguém, nenhum familiar, filhos, netos etc…
    usando máscaras, álcool gel, higienizando as compras e tudo mais.
    Na sexta-feira feira minha esposa apresentou um quadro de falsa sinusite, ficou cinco dias fazendo s tratamento, no sexto dia começou a perder o paladar e o olfato, na sexta-feira passada, após falar com uma médica da família, minha filha, elas nos encaminhou pra fazermos o teste sorológico e pra mãe que estava com sintomas mais o PCR. Testamos positivo IGM reagente e IGg não reagente. Ela está medicada e eu continuo assintomático.
    O que me leva a fazer este breve histórico; ninguém sabe como é contaminado, mesmo tomando todas as precauções, vc pode ter o vírus e não saber, como eu, minha esposa não teve febre, não esta tossindo, não teve mal estar, não teve diarreia etc…
    O que se sabe do vírus 🦠
    NADA
    0
    Para constar, tomamos ivermectrina preventivamente; vitamina C associada com zinco, complexo vitamínico, vitamina D3.

    Graças a Deus estamos bem, não aconselhamos aos pacientes de risco a saírem de casa, não ter contato com entregadores e se possível fazer tudo de higienização de máscaras. Cuidem de seus entes queridos e cuidado para não contaminar outras pessoas.

  • Traira

    MESMO COM A CLOROQUINA AÍ?A CLOROQUINA Ê A SALVAÇAO,AS PESSOAS MUNDO Á FORA TÂ MORRENDO DE SACANAGEM!A NOSSA SORTE Ê QUE O MILICIANO TÂ PREOCUPADO COM A POPULAÇAO,VC VIU NA REUNIAO MINISTERIAL QUANTOS PROJETOS E AÇOES VOLTADAS A PÂNDEMIA RICARDO?É OUTRO NÍVEL,MAS O PAÍS CONTINUARÁ,MESMO COM AQUELE VÍDEO,DIVIDIDO 80% NAO PRECISAVA VER AQUELE VÍDEO PRA ENTENDER QUAO BAIXO Ê O NÍVEL DESSE GOVERNO E 20%NAO MUDARÁ DE OPNIÃO APESAR DO VÍDEO,SE VEEM REPRESENTADOS!O MENOS BAIXO ALI FORAM OS PALAVROES,MAS COMO EU FALEI,TEM GENTE AGORA DIZENDO QUE É A HEMORRÓDIA DO MILICIANO,PRA ESSA GENTE QUANTO MAIS CEDO ACABAR O ISOLAMENTO MELHOR,QUANTO MAIS GENTE MORRER MELHOR E ASSIM O MILICIANO AMADO POR LAMBE BOTAS MATARÁ OS 30 MIL QUE DISSE QUE ERAM PRA TER MORRIDO ANTES(NA DITADURA) Ô POVO PRA GOSTAR DE UMA DITADURA, NEM D ARTANGNAN QUANDO COLOCA OS TRÊS MOSQUETEIROS NO COLCHAO SEM MOSQUITEIRO,LEVAM TANTA PICADA NO LOMBO!MAS Ê ISSO RICARDO,VAMOS ESCUTAR OS MÊDICOS,INFECTOLOGISTAS E TORCER PRA QUE COM SEGURANÇA NÓS POSSAMOS VOLTAR AS NOSSAS VIDAS NORMAMENTE,CLARO,SEMPRE LEVANDO EM CONSIDERAÇAO PRIMEIRO A SAÚDE DA POPULAÇAO E A VIDA,A VIDA Ê O MAIS IMPORTANTE!

  • Patricia

    Precisamos ver resultados nas “ações” ou caso contrario nada vai adiantar. Fiscalização e barreiras sanitárias só para fazer uma matéria jornalística não adianta…Vejo muito se falar no Jacintinho e hoje realmente vi porque tem o maior numero de infectados. Lojas de moveis,roupas,sapatos e ate loja de vendas de produtos a um real abertas e ou meio abertas e não e para fazer pagamentos e sim compras, fora outras diversas irregularidades e enquanto isso os ronda do bairro estão lá (apenas de corpo presente e nada mais) e isso acontece em vários outros bairros.

  • Realidade

    Essa semana um idoso conhecido faleceu e não era covid, apenas estava a mais de uma semana tentando internação sem sucesso e olhe que pagava uma fortuna de plano de saúde e Hospitais já reclamam dos altos custos para as compras de medicamentos e insumos e etc…O que a população carente pode esperar se muitos e muitos estão morrendo nas upas enquanto o povo esta andando livremente sem precaução? Esperamos que os altos preços que os hospitais estão sofrendo não sobre caia do pagamento dos funcionários que estão a frente dessa situação e que seja reconhecido o trabalho do pessoal de serviços gerais e não só de outras classes superiores.

  • Fernando

    Cadê o secretário de segurança para fazer a análise da pandemia aqui em Maceió porque a segurança pública que é bom …a violência só aumenta a cada dia. E esses Ronda do Bairro são só figurinistas parados nas avenidas para serem vistos.