O senador Rodrigo tem uma relação muito estreita com o deputado federal JHC, cuja mãe, Eudócia Caldas, é sua primeira suplente.

Mas o atual estágio das articulações para 2020, com o prefeito Rui Palmeira irredutível quanto a JHC, aponta cada vez mais que o senador tucano e o deputado “socialista” não devem caminhar juntos nas eleições para a prefeitura de Maceió.

Por gratidão a Palmeira, Cunha provavelmente vai acompanhar a chapa a ser “lançada” pelo prefeito.

Qual?

A mais provável hoje é Ronaldo Lessa/Heloísa Helena.

AI-5: o Paulo Guedes de hoje é o Delfim Netto de ontem
Presidente do STJ reúne Defensoria e MPE para tratar do bloqueio de R$ 3,7 bi da Braskem
  • JEu

    Vai perder de novo… tem alguma chance se for Heloísa Helena (prefeita… e com todos os méritos)/Ronaldo Lessa (para conseguir um cargo público eletivo de vice-prefeito…), e olhe que vai ser um peso muito grande para carregar… tipo carregar piano… de qualquer maneira, só em janeiro/fevereiro/2020 é que saberemos finalmente quem serão os candidatos…

  • To de olho 👁

    Boa tarde Ricardo,

    Rui realmente tem os dois pés atrás com JHC, tem um carinho muito especial por Heloísa Helena. Agora apostar no traíra do Ronaldo Lessa é brincadeira fuiiiiiiiii.

  • Simone Lima

    Que vejo alguém ser desrespeitoso com alguém, pode ter certeza que é ” pessoal”. Não temos como eleitor, nada haver com isso. Ronaldo Lessa foi e sempre será um homem de bem!!!

  • Alguém que correu com ele

    Rodrigo Cunha sendo Rodrigo Cunha, o mais político entre os políticos, quem caminhou de perto de Rodrigo Cunha sabe quem ele realmente ´é… A velha politica, “travestida” de nova, tem muita gente ainda se enganado e quando aqueles que foram abandonados por ele estiverem no lado de seus adversários muito farão saber sobre Rodrigo e alguns que permanecem como sua equipe.

    JHC Para prefeito é o que o povo quer e ninguém segura o povo! Rodrigo Cunha já deveria saber disso.

  • Carlos

    O que no Ronaldo Lessa, é a vaidade do diário oficial,se achar que pode tudo e faz dessa ferramenta os seus desejos pessoais e esquece o lado técnico de governar…