O ministro Dias Toffoli, presidente do STF, vai fazer a palestra de abertura do Encontro Nacional do Judiciário, que acontece a partir de hoje, em Maceió.

Marcado para o Centro de Convenções, o encontro, segundo explicou ao blog o desembargador José Carlos Malta, vai discutir as metas do Judiciário Brasileiro para o próximo ano, fazendo um balanço do que foi cumprido em 2018 (projetado no ano passado).

Coordenado pelo Conselho Nacional de Justiça, o evento – oficial – tem a participação de todos os tribunais, estaduais e federais, do Brasil, inclusive do STJ e do STF.

Washington Luiz rejeita pedido de prisão e saída do Padre Eraldo
CPRM e ANM confirmam para quarta reunião decisiva em Maceió
  • Rotary

    A meta do JUDICIÁRIO está bastante clara ‘SOLTAR E DEIXAR IMPUNE TODOS OS CRIMINOSOS DO COLARINHO BRANCO”.

  • Cidadão

    Tenho medo desse povo.

  • Há Lagoas

    Ele bem que poderia explicar a morosidade de nosso judiciário em “fazer” justiça nesta República das Bananas, ou quem sabe explicar o arroubo de “humildade” do ministro Marco Aurélio ao ter chilique por ser chamado de você.
    Acredito que foi o singular mar de Maceió que o trouxe aqui.

  • JEu

    Hoje ouvi um comentário interessante em um programa de entrevistas em conhecida rede de TV, em que o entrevistado, um professor de direito, disse o seguinte: os cursos universitários ensinam, nas faculdades, a fazer “Direito”, ou seja, em buscar cumprir o “direito legal”, ou previsto nas leis… agora, fazer “Justiça”, isso é outra coisa… e disse-o muito bem… pois, muitas vezes, encontramos “leis” que buscam impedir que se faça “justiça”, como é o caso da própria CF/88, quando os “legisladores”, em sua maioria interessados em se “protegerem”, inseriram o tal do “cumprimento da pena” só após o trânsito em julgado de uma sentença condena´tória, e esgotados todos os recursos e apelações, considerando uma tal “presunção de inocência”, mesmo que todas as investigações e provas apontem para o culpabilidade do réu… e nisso o “adevogadinho do PT”, junto com mais outros 5 sem vergonha fizeram questão de “assinar em baixo”, para proteger seus “amigos e benfeitores” pessoais… isso é o que se devia destacar nessa “visita” do Toffoli em Maceió… (e não sei se nem merece ser chamado de você, quanto mais de Ministro ou Vossa Excelência, como querem e exigem muitas vezes)…