Acredito que ninguém, há dez anos, esperava uma mudança tão radical no futebol alagoano.

Não que a qualidade do esporte praticado por aqui – e fora de Alagoas, com exceção do Flamengo de hoje – seja melhor do que era antes.

Mas estamos assistindo o fim, a morte, do Galo da Pajuçara, que já foi, e do Azulão do Mutange, que ainda vai.

CSA e CRB, os dois principais clubes da capital, certamente estão perdendo um tanto da sua identidade histórica – ainda que cada por um motivo diferente.

Como disse um comentarista deste blog, não teremos mais – por motivos óbvios – um Jorginho Siri e um Manezinho Caranguejo. Os dois foram crias do Mutange, no tempo em que o Azulão cantava mais alto por lá.

Prefeitura e Braskem se reúnem hoje para detalhar retirada das famílias do Mutange
A Aliança pelo Brasil só será partido legalizado na disputa da reeleição de Bolsonaro
  • Há Lagoas

    Meu velho pai não suportaria a mudança do Mutange…
    Um ciclo se encerra, como tudo na vida.

  • JEu

    É bem verdade que estamos vendo desmoronarem tradições do futebol local… porém, como tudo evolui, é preciso entender que CRB e CSA pertencem não a Maceió, mais a Alagoas inteira… lógico que tem outros times já tradicionais, como o ASA e o CSE, que predominam em seus municípios de origem, mas CSA e CRB já extrapolaram os limites de Maceió há muito tempo… por isso ainda há esperança…

  • edgar

    é meu amigo ninguem pode com a natureza todos nos moradores de bebedouro sabemos que um dia isso vai acontecer nosso bairro fica as margens da lagoa e com o assoriamento a poluição entre outros isso iria
    acontecer sou crb doente mais sinto triste com a saida do csa do mutange mais como dizia um conterraneo nosso o tempo é o senhor da razão.

  • jose carlos

    Não entedi. Hoje o CSA esta na serie A do futebol Brasileiro e o CRB esta para fazer a sua melhor campanha na serie B desde a implantação de sistema de pontos corridos.

    Morte ? Nunca estiveram tão vivos. Agora o nível do futebol, isso é outro ponto.

    Resposta

    Tempos difíceis! Não há espaço para compreensão nem mesmo da ironia mais simples.
    Que pena!

    • Alex

      Você entendeu no sentido errado, amigo.

    • Fábio Amorim

      É uma pena, saírem de suas origens, mas como o regatiano Edgar disse antes, tudo evolui e o futebol não foge a regra. Que mude de lugar, mas que melhorem cada vez mais !!!

  • Neilton

    Lembrança ficam más a vida continua. Tem que acompanhar a modernidade se não fica só lembranças cabeça para cima e modernizar os clubes com ct e estádio ou arenas

  • Williams Roger

    Verdade!

  • Nadson Bezerra

    Pelo menos o CRB continua com o nome de “Galo da Pajuçara”, uma vez que o bairro da Barra de São Miguel onde fica o Ninho do Galo passou a ser denominado Pajuçara através de lei daquele município.

  • Petrucio

    Não sou CSA mais a diretoria acertou em ir para o Nelsão agora o meu CRB deixou sua imensa torcida sem as mínimas chances de acompanhar seu time do coração pois ficou a 40 km de distância.

    • Roberto

      Tem toda razão! clube da capital colocar tão distante, não pensaram nenhum pouco no torcedor, que é o que sustenta o CRB.

  • LUCIANO B CARVALHO

    A minha preocupação como azulino, é o possível desmonte da rotina que existe no clube. O Nelsão só tem dois campos, contando com o do Estádio, muito pouco pra abrigar o profissional e as categorias de base. Um hiato agora não seria nada bom pois, ano que vem tem que lutar pra voltar pra série A. Time com a nossa torcida tem condições de manter a “pegada”. Um abraço.

    • JUNIOR

      CARO LUCIANO, PARA O CSA FOI A MELHOR COISA, HOJE O CSA COMO DISSE O PROPRIO TECNICO NEM CAMPO TEM PARA TREINAR,SE CHOVER MAL DÁ PARA ENTRAR NA COZINHA , QUE ATÉ UM TEMPO DESSE NEM TALHER TINHA, HOJE TREINA NO BLANEARIO CHAMADO AABB ,

  • Carlos

    Pois é vai se perdendo no tempo onde tudo começou Mutange e Campo de Pajuçara.

  • Roberto

    Primeiro foi o galo da pajuçara que deixou de ser pajuçara, agora azulão do mutange que deixa de ser mutange, bem verdade que essas mudanças só favorecem interesses particulares, a ida do CRB pra Barra foi pra favorecer o dono do terreno, que ganhou muito dinheiro com a venda…quem for curioso vá ver quem era o dono do terreno, agora o azulão vai pra onde? procurem ver quem é o dono do lugar pra onde vai o CSA! Tem muitos torcedores ou não que se iludem com quem administra o galo e o azulão…diretor, dirigente, presidente que não está nem aí se o clube cai ou não de divisão, querem saber só dos benefícios que ganham por participar da administração dos clubes.
    Lembrem do Cruzeiro de Arapiraca, como era bom ver a rivalidade entre ASA e Cruzeiro, não vejo ninguém mexer uma palha pra colocar o Cruzeiro de volta na ativa.

  • Observador

    Tudo começou com a criação da Copa do Brasil. Há dezenas de anos atrás, nordestinos, em busca de oportunidade, foram para o sul do pais, onde ajudaram, em troca do sustento, no desenvolvimento daquela Região. Agora, os jogadores sulistas vem pra cá e nós lhe damos roupa (terno dos times locais) e bons salários e ainda ajudamos no desenvolvimento do futebol de lá. Já não há mais espaço para os talentos daqui serem incluídos, Enfim, o que na verdade se implantou foi um Campeonato do Sul, em todo o país. Vê se não é…!

  • Pauloherique

    Minha paixão eo galo da praia pro csa pra mim tanto faz como tanto feis e timinho mesmo kkk😂

  • Adilson Santos

    As vzs tem pessoas que não sábem ser torcedores,não entendeu o tema.tema estar falando de história que se foi dos lugares onde esses clube tinha residência. O CRB não sei o motivo sair de lá.sd foi por dinheiro,mas o csa amigos e obrigado por estar em uma área de risco que todos sabem que Braskem trouxe.e outra cara vim dizer que tanto faz para o CSA. Além de história que morrem ali,lembre se que juntos ao csa muitas família tem tbm…nunca abre a boca pra não fazer conta nem sentimentos por tudo que ocorrem.seja mas torcedor não um tumultuador.

  • ALAGOANO

    Vamos acrescentar na cronica, o garoto, Peu, e D. Maria, sempre as margens do mutange.

  • JUNIOR

    EXISTE DUAS DIFERENÇAS , O CRB SAIU PORQUE VENDEU O SEU CAMPO, JÁ O CSA COMO MUITOS MORADORES DA REGIÃO ESTÃO SENDO OBRIGADO A SAIR, HOJE MESMO LONGE O GALO CONTINUA SENDO GALO DA PAJUÇARA, ONDE A PREFEITURA DA BARRA COLOCOU O NOME DO BAIRRO DE PAJUÇARA ,UMA SUSTA HOMENAGEM AO CLUBE QUE AQUELA CIDADE ACOLHEU, ESPERO QUE O MESMO TENHA SUCESSO NO SEU NOVO OU FUTURO LAR ,

  • Nilson

    O motivo do CRB ir para Roteiro foi Dívidas, totalmente diferente do azulão que não deve nada a ninguém e quanto ao campo do Corinthians vai ser um aluguel de dois anos e meio com opção de compra, isso não quer dizer que o azulão ficará por lá.
    Será indenizado pela salgema e se não comprar, construiremos um novo CT.

    • JUNIOR

      IGNORANTE ,ALI É BARRA DE SÃO MIGUEL, E SE FOSSE ROTEIRO TAMBEM SERIA DE BOM AGRADO, POIS ROTEIRO É UMA TERRA DE GENTE DE BEM, E NÃO É MERECEDOR DE SUA VISITA, E OUTRA S´Ó PODERÁ SER INDENIZADO A PARTE ONDE FICA O CAMPO, PORQUE AS OUTRAS AREAS ONDE É COZINHA SEM TALHER, O DORMITORIO , ACADEMIA É TERRA DE MARINHA , QUE FOI INVADIDA

      • Roberto

        Boa observação a área da marinha, eu como muitos não sabíamos desse detalhe de área invadida.