Ambos, cada um ao seu jeito, buscam um nome para a disputa pela prefeitura de Maceió, em 2020.

Renan Filho encontra a mesma dificuldade de 2016, quando teve de pedir emprestada a popularidade de Cícero Almeida, contribuindo decisivamente para dilui-la.

O resultado já se sabe.

Rui Palmeira não enfrenta adversidade menor. Diz que no seu grupo tem nomes fortes para brigar pela sua cadeira.

Quem?

Pois é, quem?

A esperança do Palácio República dos Palmares é seduzir Alfredo Gaspar, o PGJ, para a campanha do próximo ano. O que significa para ele abrir mão da carreira no MP.

Para Rui Palmeira, a alternativa viável já foi inviabilizada – por ele mesmo: JHC, a quem ele não quer ver pintado para a guerra eleitoral.

Coordenador da bancada federal de Alagoas rechaça fala de Eduardo Bolsonaro
Rodrigo Maia virou o freio da República às manifestações contra a democracia