O filho do presidente da República – e não foi a primeira vez – deu o sinal: é preciso que os brasileiros, de todos os credos e correntes políticas, que acreditem na liberdade como o caminho de construção de uma nova sociedade, se unam numa grande frente.

Já não falamos “apenas” na defesa da democracia; o que está em jogo é o processo civilizatório, o ponto ao qual chegamos com um alto custo e do qual não podemos retroceder, voltando à barbárie apregoada pela família presidencial.

Brasileiro matando brasileiro?

Já basta a criminalidade comum, que não conseguimos conter.

Estou convencido de que muitos dos eleitores do atual presidente não acreditam e não defendem o fim do habeas corpus, a prisão de parlamentares, de estudantes, de trabalhadores, de líderes religiosos,  recusam a censura, repudiam os “valores da família” – “o filé para meu filho” – que vêm sendo praticados,  fora do discurso oficial, pelos Bolsonaro.

Que estes brasileiros sejam recebidos de braços abertos pelos setores historicamente envolvidos com a defesa dos direitos civis, sejam eles assalariados, empresários, servidores civis e/ou militares.

Mas é preciso, também, que vários agrupamentos políticos e sociais saiam do próprio casulo, onde se alimentam do discurso único – que se pretende hegemônico -, e que restringe o sentido da bandeira da “liberdade para todos”.

As instituições, o que é um ótimo sinal, estão em funcionamento. E embora aqui e ali demorem a reagir, é chegada a hora de seguir a Constituição Federal – que há de valer para todos os brasileiros, independentemente do sobrenome que carreguem.

Pátria amada, sim; pátria armada, não!

Renan Filho segue à risca programa de governo de Eduardo Campos
Coordenador da bancada federal de Alagoas rechaça fala de Eduardo Bolsonaro
  • Tadeu Albuquerque

    Aplausos!

  • JEu

    Todos os direitos civis e sociais devem ser protegidos, conforme a CF/88… e isto inclui o combate sem tréguas à corrupção, aos desmandos com o erário público, à criminalidade violenta, à destruição dos valores da família cristã… afinal, respeito é um caminho de mão dupla… e a educação (a verdadeira, a que além de instruir inteligências forma o caráter nos bons valores) é o caminho a ser trilhado… esses são os verdadeiros pilares a serem seguidos para que não só conservemos, mas também alcancemos mais altos níveis civilizatórios, uma vez que as mentes desnorteadas e criminosas querem e tentam impor o contrário…

  • roberto gusmão

    Parece que os 00,01,02 03(não tiveram a verdadeira educação,que instrui inteligência,formação de caráter e bons valores,receberam educação de esquizofrênicos,milicianos,e mentirosos),para o bem da democracia fora êles

  • Marcelo

    Só sendo totalmente nojento e ignirante(em todos os sentidos possíveis)pra seguir as idéias toscas dessa Familicia

  • Cidadão

    Vai pro sertão Ricardo Mota, lá todos são perseguidos pelos prefeitos locais, controlados por religiosos, vereadores líderes sindicais e etc, bela democracia a gente vive.

  • Maria

    Já disse Drummond”Enquanto os homens não forem livres,nunca se chegará o tempo em que a vida possa ser vivida de forma plena,sempre será o tempo da vida de absoluta depuração”