O governo vem realizando concursos para a PM, principalmente, mas não consegue repor o mesmo número de profissionais na ativa.

Segundo o secretário do Planejamento e Gestão, Fabrício Santos, 500 militares se aposentam a cada ano em Alagoas, em média.

É claro que a conta vai para a previdência – a velha – que já é deficitária e tem de ser complementada pelo Tesouro Estadual todos os anos.

Um detalhe: Fabrício Santos adverte que parte dos futuros integrantes da PM, oriundos da reserva técnica do concurso de 2006 – que estão ingressando agora por determinação judicial – também deve ir para a reserva com pouco tempo na corporação.

Foram 13 anos (!) para que a decisão judicial tivesse trânsito em julgado.

O processo disputou uma maratona montado no casco de um cágado.

Marx desafia Rui e diz que tem dinheiro para novo Mercado Público
O 'momento Pollyanna' do secretário Maurício Quintella
  • JEu

    Tudo por conta da má vontade dos (des) governos que dominaram e dominam o Estado… e quanto à passagem para a inatividade, é bom lembrar que todos os PM/BM continuam pagando a previdência estadual mesmo passando para a reserva ou reforma… e o percentual é de 11% recolhido, descontado já no contra-cheque… com a nova lei dos militares das forças armadas, na qual os militares estaduais deverão ser incluídos, a mudança está no aumento de 5 anos no tempo de serviço, que passa dos atuais 30 anos para 35 anos, para os homens e deve passar de 25 anos para 30 anos (creio) para as mulheres… e a idade mínima que, também, terá um acréscimo tanto para homens quanto para mulheres…

  • terivaldo ferreira montenegro filho

    vão para reserva doentes,sem promoções ;humilhados pelo sistema podre ,no meu caso fui para reformapor acidente em serviço,tendo que enfrentar a cruel junta médica cbmal encabeçada pelo torturador cel aldo aldo calaça renomado neurologista e torturador que humilha os praças.

  • SEBASTIÃOIGUATEMYRCADENACORDEIRO

    GOSTEI MUITO DA ULTIMA FRASE DE SEU TEXTO , MATÉRIA . . . SERIA CÔMICO SE NÃO FOSSE TRÁGICO E RETRATA EXEMPLARMENTE A DESÍDIA E INCOMPETÊNCIA GENERALIZADA QUE ACOMETE ESTE estado . E OLHE QUE ESTA INSTITUIÇÃO É A MENINA DOS OLHOS DESTE ( DES) GOVERNO , ATRAVÉS DE UM CONLUIO FIRMADO DESDE OS PRIMEIROS PASSOS DESSA ADMINISTRAÇÃO , QUE CULMINOU COM O PROGRESSIVO DESMANTELAMENTO DO ATENDIMENTO NA SAÚDE PÚBLICA ALAGOANA QUE DEU SOBREVIDA , NA U.T.I. MISTERIOSA E HERMÉTICA DO PODER ESTATAL , À SUA “BRIOSA” CONCUBINA . ENTREMENTES , A MACABRA OPERAÇÃO DA EUTANÁSIA SOCIAL CONTINUA FIRME E FORTE NESTE estado . . .

  • GASAK

    4.000 pmS na ativa para prestar a segurança de todo o Estado de Alagoas (102 municipios), será que dá conta?

  • Antônio Buarque

    E aí, Ricardo!? A reforma é ruim? Acha justo outras pessoas se aposentaram muito depois do que eles?

  • Maricota

    O Estado de Alagoas vai pagar caro pela chamada dessas reservas técnicas e pelos aprovados através de liminar.
    Essa turma da reserva técnica de 2006, olhe só, se até hoje 2019 não passaram em outro concurso, imagino que não passaram, mas se aproveitaram de um brecha legal. Dois do que foram reprovados no psicotécnico, mas que entraram através de uma liminar foram pegos em uma operação da Polícia Civil roubando e extorquindo empresarios. Daqui uns anos vcs me contam o prejuízo dessas decisões do TJ.
    Concurso com muitas vagas só pega resto do resto. Faça concurso todo ano, mas com 200 vagas no máximo.
    Um dia desses eu vi um “apto” comentando numa rede social, ele não sabia a diferença de um promotor e um defensor, por aí vc tira o nível.
    Coaracy tem razão em muitas coisas que diz.
    https://www.tnh1.com.br/noticia/nid/policiais-civil-e-militar-sao-presos-por-falsa-operacao-e-extorsao-de-comerciantes/

  • TM ALAGOAS

    Pois é. Tem concurso todo ano na gestão Calheiros, porém, a proposta de campanha seria fazer concurso com mais de mil vagas todo ano e nada disso vem acontecendo. 500 entrando e 1000 saindo. Qual lógica nisso? E tantos Cisps sendo construídos, será que tem contingente policial pra dar conta? Ou vai sobrecarregar os ativos? Tantos programas na rua (Ronda e Força Tarefa), sobrecarregando ainda mais o militar que necessita de um dinheiro a mais e o Estado não paga o devido reajuste.

    Nem se fala no bombeiro, quantos ativos existem em todo estado mesmo? No último concurso, 2017, eram 150 vagas e só formou pouco mais de 120. Isso na formatura, será que permanece assim? Vale lembrar que o concurso de 2017 aconteceu depois de muita sindicância, pois quase chega a debutância de 15 anos sem concurso pra bombeiro. E nem abriram as vagas totais. Quando teve concurso para a músico mesmo? Vixi…. Faz é tempo! Fora os outros cargos…

    O Estado carece e muito de profissionais ns ativa. Tem muita gente querendo trabalhar. Muita gente se matando de estudar e se dedicando por amor a profissão. Mas os trâmites políticos impedem. É tanta picuinha do chefe do executivo estadual para liberar um edital que meu Deus! Já pensou se ele liberasse editais para os concursos do CBM e PM na mesma velocidade que constrói um Cisp? Valeeeeeeime, aí sim!!!

    Paga o reajuste dos militares, dá a devida assistência aos ativos, libere mais editais, cumpra suas promessas de campanha governador, aí sim você vai poder gritar aos 4 cantos do mundo que Alagoas tá avançando!!

  • Wellington Teófilo dos santos

    Até na reserva, o PM paga a previdência não venham com essa conversa mole não termos regalias nem direitos.

  • KBÇÃO

    QUANTOS MILITARES FORAM INCORPORADO ESTE ANO, O GOVERNADOR EM CAMPANHA PROMETEU 1000 TODO ANO.

  • Raphael

    Esses que querem 200 vagas precisam estudar ainda mais . Cuidado no que falam . Hahaaha

  • Carlos

    Boa tarde.
    Senhora Maricota.
    Quero informar que não ficamos inertes durante esses 13 anos de luta por nossos direitos.
    Eu, particularmente, sou agente de segurança concursado aqui no estado de Sergipe e abrirei mão do meu cargo par ingressar nas fileiras da briosa PMAL por amor a esta instituição e a minha terra natal.
    Um abraço.