O secretário de Educação, Luciano Barbosa, vai à Assembleia Legislativa, atendendo a “convite” dos deputados.

Pelo menos foi o que líder do governo na Casa de Tavares Bastos, Silvio Camelo, garantiu aos seus pares.

Falta ainda definir a data, o que vai depender do ânimo dos parlamentares, que já fizeram outros convites ao vice-governador – que não foi nem mandou representante.

A proximidade com a Operação Casmurros (que maldade!) pode ser um complicador, já que o vice e secretário até agora não falou publicamente sobre o tema, dando a sua versão sobre o que aconteceu por lá.

Se tiver o que dizer e como dizer, eis uma oportunidade e tanto – inclusive para estabelecer pontes com os parlamentares estaduais.

Alguns secretários e Renan Filho e até Renan pai – padrinho de Barbosa – estão conversando com alguns deputados, temendo um embate com alguns tons acima do tolerável.

Orçamento de 2020 traz reajuste de 3,7% para TJ, MP, TC e Assembleia - servidores estão fora
Alagoanos, preparai-vos: gasolina vai subir de preço
  • Porfirio

    Pobre Alagoas.!!!

  • Há Lagoas

    Barbosa falando?!
    Usando a linguagem verbal como todo e qualquer mortal?
    Buscando exprimir em palavras as suas ideias?
    Não se esqueçam, é até possível, desde que ele leia o que teclou…
    Sei que ele trará números – como todo e bom gestor – de perfil técnico – mas será preciso muito mais do que isso para esclarecer o que realmente houve nestes – quase – seis anos como secretário da Educação.

  • JEu

    Eles lá que se entendam… isso é briga de “cachorro grande” pelos poucos ossos restantes… em nada melhora ou contribui para melhorar a vida do cidadão alagoano… são só coisas da “vaidade” das raças canídeas… e só espero que as tais “pontes” não sejam tipo “balança mais não cai”… e caiu…

  • Zé MCZ

    Esse é só um dos vários esquemas de desvio do erário que seria público, mas nunca, na história deste país, foi!
    Há sempre quem de forma anônima, através daqui (e quem é doido!), deixa nas entrelinhas de que há desvios em outras secretarias. Sesau, o Fecoep…
    O que deixa mais triste à maioria, é que a PF dá início a operações (de acordo com as conveniências e partidarismo. Cadê o Queiroz!?), segue adiante e quando chega no judiciário inevitavelmente, para!
    Quanto mais se mexe…

  • fernando castro

    Já sei o que ele vai dizer, não sei de nada, não vi nada.

  • Maria

    Responsabilidade é diferente de culpa. Do que adianta culpar o vento pela desordem, quando foi você que deixou a janela aberta? “Por uma educação que nos ensine a pensar e não nos ensine a obedecer”