Nenhum deputado tem se destacado tanto, este ano, quanto Jó Pereira, filiada ao MDB, mas que tem demonstrado uma postura de independência.

Como poucas vezes acontece na Casa de Tavares Bastos, sempre que ele tem discursado os colegas param para ouvir e até fazem um aparte, aqui e ali, sem o mesmo padrão.

Foi assim ontem, mais uma vez.

A questão é: o governador Renan Filho ofereceu à família dela (a “pereirada”, como é tratado no Palácio) a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Mas será que cabe uma pasta do governo estadual na assumida independência da parlamentar?

Meia-volta, volver: juíza proíbe governo de comemorar o aniversário do golpe de 1964
Olavo Calheiros continua sendo o "grande ausente" na Assembleia
  • BETO

    Ele ofereceu um presente de grego, isso sim.
    Segundo boatos, ofereceu a SESAU tb, mas a SESAU é uma faca de dois gumes.
    Se ele der e os Pereira, bons gestores que são, conseguirem a mágica de fazer aquilo funcionar de forma lícita, ele criará uma turma forte e indestrutível. Se os Pereira não conseguirem, vão passar a vida respondendo ações de improbidade e podem queimar a imagem de bons gestores. Eu conheço o trabalho deles, o Governador também. Então, se os Beltrão fizerem um bom trabalho na Assistencia Social e os Pereira na Saúde, esse mérito eles não irão dividir com Renan Filho, aí a porca torce o rabo para ele. É um jogo arriscado.

  • Zil

    Cabe a secretaria de saúde do estado! Isabele Pereira seria uma boa secretária!

  • Carlos

    Já em relação aos servidores públicos estaduais o que ele vai oferecer , após apacentar os melhores da administração pública o poder judiciário e legislativo. Nada de reposição das perdas salariais. O servidor público estadual está vivenciando o pior arrocho salarial da categoria dos últimos tempos.

  • JEu

    Não tem nenhuma importância qual secretaria estará sendo “negociada” entre os clãs dos Calheiros e dos Pereiras… a finalidade é sempre a mesma: fazer “articulação” governamental no antigo toma lá, dá cá… e o povo alagoano que “pague” o pato, o bode, ou seja lá que animal for… é tudo politicagem para seus favorecimentos pessoais… já para o povo, que ninguém espere qualquer melhora… principalmente na saúde e na educação…