As primeiras chuvas, como as que têm sido observadas nos últimos dias, podem até ser um motivo a mais para a preocupação dos moradores do Pinheiro. Mas não há nada que justifique o comportamento perverso, sádico, criminoso, de pessoas que atuam nas redes sociais com o único objetivo de espalhar o pânico, adoecer aqueles que já sofrem com a situação.

São notas sem pé nem cabeça, teorias da conspiração “embasadas em informações científicas”, tudo para azucrinar a vida das pessoas que teimam em se manter “informadas” pelo caminho da fofoca tecnológica.

Fica aqui uma sugestão: se você receber – sendo morador das áreas consideradas de risco ou não – qualquer mensagem aterrorizante ou que lhe pareça nova sobre esse assunto, antes de repassá-la, ou até mesmo de acreditar que ela pode ser verdadeira, cheque na internet, veja se algum jornal, site, televisão ou emissora de rádio já publicou a tal mensagem.

Se nada houver, tente saber se há algum estudo acadêmico e/ou científico sobre o tema abordado na internet.

Sabe-se já – o que apontam estudos no mundo inteiro – que a maior parte do que se publica em redes sociais é mentira, da mais tola a mais sofisticada.

Não deixe que lhe façam de idiota, mais ainda num idiota amedrontado.

O espírito do terrorista é este: o prazer que ele sente é ver ou saber do seu sofrimento.

Governador oferece Secretaria de Meio Ambiente à família Pereira
Silvio Camelo e Ademir Cabral se juntam para fazer a defesa do governo na Assembleia
  • JEu

    Realmente, RM, esse tipo de “divertimento sádico” é típico de pessoas doentias, pervertidas e amorais… incapazes de sentir qualquer tipo de empatia pela dor e pelo sofrimento de outras pessoas ou, até mesmo, de outros seres vivos como animais e árvores ou florestas, etc, etc… tudo o que querem é, simplesmente, se divertirem, não se importando com o tamanho do desespero dos outros… são, com certeza, psicopatas ou monstros morais… em sua maioria, creio, sofrem e não têm coragem de buscar a ajuda que necessitam e preferem, então, ver os outros sofrerem para se sentirem “melhor”, por mais paradoxal que seja esse comportamento… e ainda têm, alguns, que são pessoas que não simplesmente “inconsequentes”, de pouca ou nenhuma inteligência ou de coração de pedra, que não consegue “medir” as consequências, os resultados de seus atos, e quando pegos em seus atos, logo afirmam que “não queriam aquele resultado”, ou que “não sabiam, nem entendiam bem o que estavam fazendo”, e que só queriam se divertir… creio que tudo isso, todas essas pessoas, não passam de “marionetes” de forças trevosas que, ou não entendemos ou simplesmente negamos… mas, mesmo assim, isso não reduz a responsabilidade dessas pessoas doentes ou inconsequentes, pois, lá no seu mais íntimo refúgio, a consciência, sabiam muito bem o que estavam fazendo…

  • Carlos

    Desde que o mundo é mundo os sádicos ,convive nos meios sociais com o seu caráter perverso e dissimulado como um ser humanizado. Se alimenta da miséria e provocar panico se sentem felizes como o vampiro no sangue. Rastrear e processar e prender estas mentes pervertidas.

  • MORADOR DO FAROL

    Perfeito!

  • Ruslan Queiroz

    Ricardo,

    O whatsapp, tem sido o propagador das MENTIRAS/TERROR em nossa cidade, agora existe um VÍDEO com um E S P E C I A L I S T A , [ Que não se identifica], mostrando em vídeo o que ELE “ACHA” que vai acontecer….

    Esse tipo de NARRATIVA, é comum, e ACREDITAR nelas sem CONSULTAR SITES e GRUPO OFICIAIS do PINHEIRO/DEFESA CIVIL, é ser propagador de FAKE NEWS, mesmo que, com as melhores das intenções.

    COMO IDENTIFICAR **:
    1.
    Analise
    Antes de compartilhar um texto, é importante lê-lo com calma. Observe se ele possui palavras em letras maiúsculas, exclamações, abreviações, erros de ortografia e excesso de adjetivos. Desconfie se houver muitas opiniões, títulos sensacionalistas e dados sem indicar a fonte.

    2. Pesquise
    As pistas para descobrir FAKE NEWS vão além do texto. Sites com nomes parecidos com o de veículos conhecidos, que não identificam seus autores e não possuem informações de contato são suspeitos. Às vezes, os especialistas consultados nem existem. Vale dar um Google.

    3. Confirme
    Cheque se a notícia saiu em algum outro jornal, revista ou site. Tome cuidado, pois um conteúdo falso nem sempre é 100% mentiroso. Às vezes é só um trecho usado fora de contexto ou uma matéria muita antiga compartilhada como nova. Essa manipulação contribui para a desinformação.

    4. Denuncie
    No Facebook, é possível classificar o conteúdo suspeito como “falso”: basta clicar nos três pontinhos do canto direito da publicação. As agências de checagem de fatos especializadas em confirmar ou desmentir discursos políticos, vídeos e até correntes de WhatsApp possuem formulários de denúncia. USE

    NOTA:
    HAVERÁ MAIS VIDEOS COM FOTOS, APENAS COM O INTUITO DE ” CONFUNDIR VOCÊ “.

    Serviços que COMBATEM a fake news
    Aos Fatos (aosfatos.org)
    Agência que verifica vídeos, correntes e memes que circulam na internet.
    e-farsas.com

    ** Ruslan Queiroz é Consultor em Segurança da Informação

  • ROBERTO BRANDAO

    NUMA SITUAÇÃO TRÁGICA COMO A DO PINHEIRO ONDE TODOS FORAM ENGANADOS PRINCIPALMENTE PELAS AUTORIDADES QUE JÁ SABIAM DA GRAVIDADE DA SITUAÇÃO UM ATO TERRORISTA SÓ VAI AGRAVAR MAIS AINDA AS VERDADEIRAS VÍTIMAS. OS JUÍZES E PROCURADORES QUE AMEAÇARAM A POPULAÇÃO ESTÃO CEGOS E NÃO PERCEBERAM AINDA O TERROR PSICOLÓGICO. EM TERRA DE LOUCOS TODOS GRITAM E NINGUÉM TEM RASÃO. TERRORISTAS SÃO OS QUE AMEAÇAM A POPULAÇÃO. AGORA É TARDE PARA QUALQUER PROVIDÊNCIA. MENTIRA, GANÂNCIA E PODER ECONOMICO MAIS UMA VEZ SAEM VITORIOSOS E O POVO QUE SE ARREBENTEM.

  • paulo

    Primeiro, a o corpo de bombeiros e a defesa civil faz um trabalho de evacuação de área, e primeiros socorros.
    segundo, a prefeitura declara estado de calamidade pública.
    terceiro, nao vejo os meios de comunicações, dando uma enfase que esse caso requer.
    Uma grande catastrofe, estar para acontecer, e a população estar sendo enganada, e as informações nao estao sendo repassadas.

    • Beverly

      Oi Paulo! Acredito que a sua preocupação seja verdadeira, mas a sua afirmação sobre a mídia está equivocada, ou melhor a sua colocação foi no mínimo injusta! O próprio Ricardo Mota fala quase que diariamente sobre a situação, inclusive foi no programa 12 e 10 noticias que o Senador Rodrigo Cunha fez a revelação da gravidade; na Rádio Gazeta 1260/98,3 vem se falando também quase que diariamente sobre o assunto, inclusive eles fizeram uma transmissão ao vivo diretamente do Pinheiro durante toda uma manhã; A TV Pajuçara produziu matérias no PJ Noite sobre a audiência publica do Senado (Excenlente materia por sinal); A TV Gazeta no ALTV2 quase que diariamente fala sobre o assunto inclusive com links ao vivo e assisti um dia o ALTV1 onde o professor Abel explicou detalhadamente algumas coisas AO VIVO. Enfim a MIDIA NACIONAL realmente não está “nem aí” para situação, no entanto a mídia local está sim colaborando para a informação. Me desculpe, respeito a sua opinião, não sou morador da região de risco, e talvez vc seja do Pinheiro e assim deseja saber mais do que eu que moro no Prado, mas a m´ídia não pode divulgar notícias irresponsavelmente, se existe algum culpa pela falta de informação não é a mídia e sim o governo/prefeitura.

  • Daniel Souza

    Verdadeiros espíritos de porco, sem um pingo de empatia e sensibilidade.

  • Tomás

    Eu mesmo recebi várias vezes no WhatsApp essa informação Fake e realmente é muito difícil de saber a veracidade da informação já que esta sendo compartilhada com tanta rapidez.

  • XÔ SATANÁS!

    Foram esses FAKE NEWS que elegeu o governo opressor dos trabalhadores e defensor da burguesia.

  • ANA LUIZA

    Hoje temos um presidente eleito graças a mentiras no whatsaap. Acho que ele não teria moral para pedir para as pessoas não acreditarem em mentiras. Mas você tem. Fora Bolsonaro ineficaz.