Longe de ser um “comunista esquerdopata ensandecido bolivariano”, o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, tem sido um ponto de equilíbrio num debate político que rejeita o debate político.

Alvo da tuitação dos filhos do presidente, o deputado federal pelo DEM do Rio de Janeiro tem posto um necessário freio no trem desgovernado de um governo que parece acreditar que será possível tirar o país da crise – 12% de desemprego, PIB pífio – com uma frase: “É preciso mudar isso aí”.

Ele tem apontado, em meio ao endoidecido embate desarrazoado – com publicações pornográficas do presidente nas redes sociais; ministro da Educação a dizer que “brasileiro quando viaja é ladrão”; um Moro que segue o destino de uma Matrioshka -, que o ministro Paulo Guedes é quem tem demonstrado foco e sentido.

Não se trata de concordar com o ministro da Fazenda, um darwinista social clássico, mas que tem argumentado racionalmente na defesa das suas propostas de reforma.

No mais, como disse Rodrigo Maia, o governo tem sido “um deserto de ideias”.

Fazer política não é se entregar ao “toma lá, dá cá”, é verdade.

Muito menos é o “toma lá, toma lá”, com que foi agraciado o personagem icônico desses tempos Donald Trump.

Apagões marcam início do trabalho da Equatorial Energia
Marx Beltrão leva de volta ao Palácio um ou dois deputados estaduais?
  • JEu

    Creio que o problema do Rodrigo Maia é bem maior do que isto… afinal, ele tirou da agenda da câmara o pacote anticrime e anticorrupção do Sérgio Moro… por que será?!!! e com o sogro preso, então é que o “fígado” deve estar doendo muito… e, digo mais, esse caso da prisão do sogro era a “desculpa” que ele queria para “engavetar” o pacote, e se colocar contra o governo do Bolsonaro… só isso… tá com raivinha, o do deputadinho…

    • Sertanejo ENLUTADO esperando Justiça e PAZ com FÉ

      U pôbrema, caro JEu … questionamos aqui no Sertão: na pUlítiKa: todXs calçam 40?
      encontrar ponto de EQUILÍBRIO ante interesses díspares é ARTE: com perdas & ganhos pá todXs!
      Obviamente um sujêto MEDÍOCRE expuRso da escola de Majó aos 40 em 1986, e puZZentado pedindo PENICO ao Sarney em 1988 num é o + indicado pra EQUILIBRAR balanças em pratos LIMPOS. [15mai17]
      https://veja.abril.com.br/blog/reveja/o-artigo-em-veja-e-a-prisao-de-bolsonaro-nos-anos-1980
      SÓ iço ‘$quent’as UrÊia do General HELENO, instrutor do fidapeste na Academia AMAN … tristes memórias.
      A sorte nossa é a índole indolente e ALEGRE nacional brasileira qui num mostra a bunda pra lamber bota de gringo.
      Em APENAS 2’ 45″ https://youtu.be/CD9w64dTtP8
      > Quem NUM pod’bebê whiskey: bb cana c’gasosa nU bRoco nós sofre + nós goza
      – X’eu pensá na vida morro de porre: cobra ki nem lombriga, SEM estrume morre
      # + nóiX tá vivo menina, [email protected] de proZZ: nóiX s pena, nós Xóofre + nóiX goza, ÔXENTE!

  • Lucas Farias

    Prezado Ricardo, o cenário é de um governo desconcertado, sem nenhum projeto estratégico de desenvolvimento nacional. Quando se refere ao Estado, a palavra de ordem é privatização, ignorando-se o papel de indutor econômico e de prestador de serviços públicos essenciais. É o caso do Sistema de Seguridade, que engloba previdência, assistência social e saúde pública, novamente atacado pela ganância privatizante do mercado financeiro (que deseja vender pacotes de aposentadoria via bancos) e pelo egoísmo desses darwinistas sociais que combatem políticas sociais de distribuição de renda. Após a promulgação da PEC da Morte com o governo Temer, que congelou investimentos públicos em saúde e educação por 20 anos, a PEC da Previdência do governo Bolsonaro vem aprofundar o desmonte do Estado como promotor de bem estar de idosos, inválidos e acidentados. No plano das relações exteriores, a estranha diplomacia ideologicamente enviesada do atual governo nos prostra de forma submissa aos interesses dos Estados Unidos, com a entrega da base espacial de Alcântara, a abertura comercial unilateral que prejudica o produtor nacional e a dispensa de visto para o americano (sem nenhuma reciprocidade). De quebra, as birutices ideológicas nos fazem brigar com o maior parceiro comercial do país, a China, com o mercado árabe, um de nossos maiores consumidores de proteína animal, e com outros países em desenvolvimento que buscam um caminho próprio de fortalecimento e de não alinhamento com os EUA. E isso vindo de um governo que se proclamou patriótico, que defenderia o Brasil acima de tudo e que iria recuperar a respeito de nossa imagem internacional. É a consagração do complexo de vira-latas como doutrina diplomática. Uma lástima. Mas calma que piora, nobre amigo. Um abraço.

    • ROTARY

      Discordo desse discurso sindicalista e petista que só levou o BRASIL a 12 milhões de desempregados, a estatal em nosso estado que foi privatizada nunca foi indutora de desenvolvimento foi sim indutora de cabide de emprego e local de acomodação para funcionários que desvirtuam a estabilidade de trabalho em uma estatal, o nosso sistema de seguridade ´pelo que o senhor cita deve ser modelo então uns poucos pagão e vários recebem a famosa distribuição de renda “renda e para quem gera renda” temos muitos pesos atrelados a nossa contribuição, as famosas assistências sociais, segundo dados da balança a CHINA compra produtos primários do BRASIL e os países do ORIENTE MÉDIO adquirem proteína animal já os EUA adquirem produtos manufaturados e pelo que vejo não a choque, em relação a visto pelo amor de DEUS vc está com medo dos americanos migrem para o BRASIL em massa para tomarem os nossos empregos KKK, quando eu era estudante fui aconselhado a procurar amizade com os bons alunos “NOTA 10″ e não com os que ficavam em recuperação ” NOTA 5 OU MENOS” devemos adotar este critério para as nossas relações internacionais.

      • Lucas Farias

        Agradeço sua resposta a meu comentário. O debate democrático é fundamental quando se confrontam argumentos. Sua acusação de “discurso sindicalista e petista” pareceu um reducionismo ignorante. Não tratei de sindicatos nem do PT, são espantalhos do seu discurso. Nossa estatal de energia elétrica de fato nunca teve uma verdadeira gestão pública. Culpa das oligarquias políticas e dos interesses privados que a sempre predaram. Isso significa que toda estatal é ruim? Óbvio que não. São fundamentais em áreas estratégicas e de interesse à segurança e à soberania nacionais, especialmente em atividades nas quais não há concorrência. Esse mito de que o monopólio privado é melhor que o público não se sustenta em nenhuma experiência internacional. Os países nórdicos que o digam. Aliás, eu não disse que nosso sistema de seguridade é perfeito. Eu descrevi o que isso significa e disse que os ataques de Temer e Bolsonaro visam destruí-lo. O amparo aos necessitados, a distribuição de renda e a seguridade dos aposentados são políticas de solidariedade e de redução de desigualdades. São pilares de justiça social e objetivos fundamentais da República, conforme dito no artigo 3o da nossa Constituição. Deveríamos aperfeiçoar esse modelo, mirando nos exemplos dos países que tiveram prosperidade e desenvolvimento, como a Noruega, que criou o maior fundo soberano do mundo com recursos de gás e petróleo para financiar as aposentadorias de suas futuras gerações e em 2017 já alcançou um trilhão de dólares https://m.dw.com/pt-br/fundo-soberano-da-noruega-alcança-1-trilhão-de-dólares/a-40590616. A ideia de fundo soberano, por sinal, criada pelo governo do PT como forma de financiar a educação com recursos do pré-sal (já que você falou em PT). Sim, concordo em que deveríamos cortar privilégios, a começar pela elite do funcionalismo, do Judiciário, da classe política e dos militares. Não é o que está posto nesta reforma, que aumenta o tempos contribuição e diminui os proventos de quem está na base da pirâmide social, e não no topo. Sobre o equilíbrio de nossa balança comercial, vejo desinformação no seu comentário. Os maiores produtos de exportação do Brasil são de gêneros primários, que é o que garante superávit econômico. Não é verdade que os EUA nos importam “manufaturados” porque eles são uma potência industrial e tecnológica. Além disso, são protecionistas e sobretaxam a laranja, a soja, o trigo e demais gêneros que exportamos, justamente como proteção do mercado e dos produtores de lá. Não receio que os americanos venham para cá, receio que nosso país se transforme numa colônia subserviente de um país decadente. Receio que o Brasil adote a balela de livre mercado para derrubar suas barreiras comerciais e de proteção ao produtor interno, perpetuando nosso ciclo de dependência. É pura ilusão acreditar que os EUA se interessariam no desenvolvimento científico, tecnológico e industrial do nosso país, com transferência de tecnologia e incentivo à manufatura. Se isso ocorresse, alcançaríamos nossa independência. Isso não interessa a uma potência. Sugiro ler um pouco mais sobre o assunto.

      • Hf

        Rotary, você tomou um 7 x 1 do Lucas Farias. E pelo “uns poucos pagão” do seu comentário, acho que você e seus amigos eram da turma das notas 5 ou beeeem menos, beirando o zero.

      • Meu NOME é Gal desejando rapaz: SEM cultura NEM crença OU tradição, AMO igual!

        Êita Rotaryano ‘gnorante e BOBO (rsRs) à capitão Xumbêta aTRUMP-aiÁdo: t’enxerga, [email protected]! (Kkkkk)
        > A maioria lúcida do Alto-Comando quer(IA) a mÓ descrição possíve p’a data FAMIGERADA. [25mar19]
        – BolZnaro leva-LHUS, ativa ‘al dente’ à coisa errada: MAU mau soldado, punido por indisciplina …
        # precocemente enviado p’a reserva pUr incompetenÇa: insuficiênÇa nos dotes p’um BOM militar!
        https://reinaldoazevedo.blogosfera.uol.com.br/2019/03/25/1964-hoje-1-bolsonaro-humilha-forcas-armadas-ao-impor-comemoracao-do-golpe

  • breno

    Quem? Aquele qeu já foi citado vários várias vezes na operação lava jato por ter recebido propina da oas e da odebrecht?

  • Ney Costa

    Ricardo Mota, vc esta muito enganado quando defende Rodrigo Maia, procure sobre ele é o pai já que tem varios processos na justiça, aliás porque ele está sempre conversando Gilmar Mendes?

  • Carlos

    Está bem claro os interesses pessoais de Maia e as doidices dos filhos do presidente deixa espaço para o presidente da câmara dá uma de que está agindo nos interesses coletivos. A coisa está feia e o perdedor será os de sempre o povo.

  • JUNIOR

    Em breve a Lava Jato vai chegar nele

    • Luiz Antônio Maciel de Araujo

      Exatamente, ele pagará por seus crimes, é um achacador e chantagista, e como tenho fé a mão do Senhor pesará na casa e na descendência de todos os inimigos do Brasil.

  • Hélio

    Sr. Paulo Guedes é ministro da Economia, e não da fazenda, diferente do passado.

  • Adilio Faustini

    Um aviso aos navegantes, deu agora a notícia fresquinha, saída do forno, Fevereiro criou o triplo de Empregos com Carteira assinada, o Melhor mês de Fevereiro dos últimos 5 anos, superou todas as expectativas dos “Especialistas”.Enquanto os cães ladram, a caravana passa?

  • adalgisa

    Caro jornalista não torça contra o Brasil.

    Resposta
    O não sei o que você de Brasil.

  • Obronio

    “…MAIA PÕE FREIO NUM TREM DESGOVERNADO…”. É DEMAIS ESSA MANCHETE. ACHO QUE A EQUIPE DE BOLSONARO ESTÁ BUSCANDO PRENDER OS ASSALTANTES DO TREM PAGADOR CHAMADO DE UNIÃO FEDERAL E QUE TANTA ALEGRIA TROUXE A TURMA DO PT E SEUS ASSECLAS.

  • Miral

    Esse governo, de tão despreparado, é de fazer pena.

    • Adilio Faustini

      Preparado e o que estava de 2003 a 2016? Um Governo, com 3 meses, que pega um país destroçado, querem que tudo já esteja resolvido?

  • Fato concreto

    Se a opinião de um “blogueiro” mudasse o rumo de uma nação, realmente não precisaria de uma eleição direta e nem tampouco de um Presidente da República. Por favor, vamos fazer jornalismo de verdade… Com imparcialidade e sem viés ideológicos..