Caiu por terra a informação de que o leilão da Ceal, que estava marcado para o último dia 19, foi adiado para atender “aos investidores”, como chegou a afirmar a direção da empresa.

O motivo real: não apareceu ninguém interessado em comprar a empresa até as vésperas do fechamento do negócio.

A aposta é de que na nova data seja dado algum lance para levar a última distribuidora de energia pertencente à Eletrobras – as outras cinco já foram vendidos este ano – e que apresentou o pior desempenho financeiro em 2017.

O secretário da Fazenda George Santoro, que vem acompanhando o processo detalhadamente, na expectativa de que Alagoas ainda receba uma boa grana da União, disse que o governo federal “está tentando criar atrativos para que a venda venha a acontecer”.

A nova data marcada para o leilão da privatização, pelo BNDES, é a próxima quinta-feira, dia 27.

SMTT: câmeras de monitoramento da faixa azul só funcionarão em 2019
Definição sobre o Gabinete Civil do Palácio vai ficar para 2019
  • Carlos

    Hummmmmmmmmm…ISSO ME CHEIRA A JOGADA DE CARTAS MARCADAS COMO:” DESINTERESSE ” PARA O PREÇO SER SIMBÓLICO E COMO FOSSE FAZER FAVOR TOPAR ESSA PARADA.

    • Filho da Terra

      Com certeza! A distribuidora sempre foi colocada como umas das mais “desejadas” tinha três compradores interessados, entre as já vendidas com certeza tinha em pior situação.

  • Carlos Santos

    Denuncio nepotismo no tce-al. Esposa do cons rodrigo com cargo no rh. Outros servidores com filhos, etc. Solicito a presença e comprovem.

  • Eleitor

    É comprovadamente a mais atrativa entre as seis !

  • Pensador

    Até existiam interessados, mas quando examinaram e viram que tem um deputado que rouba energia e ameaça funcionários que vão cortar a energia por motivo felino, desistiram na hora.

  • Claudio Mcz

    Isso é para mostrar aos que defende Estatal que uma empresa que tem o monopolio de energia consegue ter prejuizo absurdo, com rombo de Bilhões, e quem comprar vai ter que assumir o debito, por isso não apareceu comprador, o leilão é publico e qualquer pessoa pode comprar e botar o debito em seu nome, quem se candidata? So para lembrar essas Estatais controladas por politicos deixa dividas bilionarias para o contribuinte brasileiro pagar, como o Correio que tem um Rombo de mais de 1 Bilhão deixado pelos politicos. Privatiza tudo, a Ceal até de graça esta cara!

  • Larissa

    A Ceal dá dinheiro, inclusive sempre foi a melhor entre as seis distribuidoras, sempre foi dito isso em tudo que foi reportagem. Isso pra mim é mais uma jogada para que os políticos, através de seus laranjas, ganhem ainda mais benefícios para abocanhar essa empresa. Gente, não tem como dar prejuízo, já que só ela vende um produto que todos precisam comprar. E quem pensa que privatizado não dá prejuízo ao Estado se engana e muito! É só ver as empresas de telefonia (Oi recebeu milhões do governo recentemente para supostamente não quebrar), os pequenos bancos privados e tantos outros exemplos. A Odebrecht é um exemplo que a roubalheira no Brasil está no público e no privado. Tem que mudar as regras de combate a corrupção, seja no público ou privado! Pena de morte a político corrupto isso sim

    • Claudio Mcz

      A diferença entre dar prejuizo entre empresas privadas e Estatais, é que a privada quem paga o prejuizo é o dono, e a Estatal quem paga o prejuizo é o povo brasileiro. (contribuinte)

  • lima

    Dizem que paulo, o grande, fez um ótimo trabalho lá!

  • Geraldo

    Vc está mt enganado, quem pagou o prejuízo dos bancos quando quebram, como da Odebrecht como falou a colega, foi o governo ou seja nós, já que quando o governo paga, na vdd somos nós quem pagamos. Empresa de pobre é quando quebra, o próprio dono paga. Parece que não sabe em que país que está!

  • Armando

    Enfim, o mangue é o mesmo, só mudam os caranguejos.