A Secretaria da Saúde é a que pode dar resultados mais visíveis e rapidamente.

Esta é a avaliação dos governistas e, em particular, de Renan Filho – apesar de a Educação ser alvo de um programa que se pretende ousado, para retirar Alagoas da condição de pior IDH do Brasil.

E quem deve assumir a pasta no “novo” governo?

Eis uma busca fundamental para Renan Filho, agora.

Com o nome de Christian Teixeira sendo cotado, cada vez com mais insistência, para o Gabinete Civil, a vaga surge  de forma reluzente.

Marx Beltrão?

Ele admite que até gostaria, desde que fosse uma espécie de governador da Saúde.

A bolsa de apostas está aberta.

Em tempo: não há, até agora, um perfil definido para o posto. Mas deve ser alguém que esteja disposto a ser cobrado diariamente pelo cumprimento (ou não) de metas.

Rafael Tenório vira aposta do grupo governista para 2020
Renan bate-boca com colega e sinaliza que vai brigar pela presidência do Senado
  • Geninho

    Qualquer pessoa que seja dissimulado(a) e que dê a cara a bater quantas vezes for preciso para não perder a boquinha já serve. Cada vez mais estão apelando para a mídia para mostrar e dizer o que não existe na realidade. “FAZ DE CONTA” e o povo que continue a morrer sem assistência.

  • JEu

    Do jeito que vai, o mininin vai mesmo é entregar a Sesau para um diretor de uma OS qualquer… e de quebra ainda leva os dois “novos” hospitais para terminar de construir e usar para seus fins pessoais, pois o governo despreparado não terá mesmo condições de concluir as obras e menos ainda de colocar para funcionar, como apregoado no ano eleitoreiro e que o povo, sem condições de raciocinar, acreditou…

  • breno

    O que mudou na saúde na gestão atual?

  • Carlos

    Governador da saúde um líder da região sul e felpudo representante do coronelismo da política que dominam um povo na sua maioria carente de saúde,emprego e educação. Quando foi prefeito de Coruripe, deixou sua marca na saúde do município com muitas divididas e os equipamentos sucateados, Segundo denuncia do atual prefeito Joaquim Beltrão tio do deputado Marx Beltrão que só aceita a pasta com total poderes. Será que vamos ter um vaticano no secretariado do novo governo Renan Filho.

  • Maria Lourdes

    Bem…se ele quiser que volte a centralização de gestão, constrangimento e assédio moral a efetivos e prestadores, assim como também decisões de cunho duvidosos…

  • Eleitor

    Prenderam o PEZÃO. Vem mais por aí. kkkkkkkkkkk

  • Esperançoso

    A saúde do estado tá na UTI. Um verdadeiro caos.
    Servidores desmotivados e prejudicados, tendo seus direitos usurpados.
    Falta-me quase tudo.
    Fornecedores não recebem.
    O próximo secretário de saúde terá um desafio pela frente.
    O governador errou em colocar uma pessoa que não é da área de saúde.

  • Carlos

    Aí é o fim da picada “esse é o cara’ que sonha ser governador de Alagoas e até presidente da república. Só aceita a secretaria da saúde se o governador não interferir em nada mesmo que esteja certo ou errado. Imagine esse parlamentar se um dia for governador de Alagoas e quem sabe presidente da república no imaginário deles se acha mais do que Deus. Estou falando de Marx Beltrão herdeiro politico do deputado João Beltrão. A sofreguidão pelo poder do representante da família Beltrão tem assustado até alguns membros do clã. Que venha um novo secretario da saúde com uma visão macro e humana de uma população que representa cerca de mais 90% que precisa dos serviços públicos de saúde.

  • SF

    Segundo os Palacianos, o Secretário vai, mas vai deixar sua “EQUIPE”. Aí meu fio, não vai adiantar nada. MAS as más línguas dizem que levar o Secretário para o Palácio será um santo remédio para lavar a alma de quem não foi ouvido. No estilo: LEVA PRA TU, PARA TU VER.

  • Wellington

    Se a escolha for pelo Beltrao vai ser apenas a troca de nomes pois a parceria já existe tanto do atual secretário como do governador ou seja nada vai mudar. O toma lá dá cá vai continuar e o pior com a mesma equipe de perseguidores do funcionário público mascarados e arrogantes que vivem para o assédio moral e nada é feito apesar de denúncias.Estado sem lei.