A surpreendente afirmação do secretário Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Alexandre Ayres, dá conta de uma nova fonte de renda: os aterros sanitários, que substituíram os lixões em Alagoas.

O caso citado por ele está no município de Campo Alegre, “um ótimo exemplo da coletiva seletiva do lixo. Mas há, também, outros municípios como São Miguel dos Campos, Coruripe, Poço das Trincheiras, todos investindo decididamente nas cooperativas e na educação ambiental”.

Convidado do Ricardo Mota Entrevista desta semana, o secretário Alexandre Ayres – que está de saída, mas deve voltar no futuro governo de Renan Filho – faz um balanço dos três anos e meio em que dirigiu a pasta.

Ele aponta, por óbvio, o fim dos lixões, “com o apoio decisivo do Ministério Público Estadual”, mas ressalta, também, a perfuração de 600 poços artesianos em Alagoas:

– É uma medida paliativa, mas para as populações que não dispunham de água é um benefício imensurável.

Ayres fala da recuperação da Casal, com a atual diretoria, e sobre a dificuldades de despoluição do riacho Salgadinho.

Vale a pena conferir.

Ricardo Mota Entrevista

Domingo, às 10h30, na TV Pajuçara

Convidado: Alexandre Ayres – secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos

Falta uma semana para sabermos meia-verdade eleitoral
Entre Lessa, Carimbão e Paulão sobra um, nas contas do Palácio
  • JEu

    Parabéns à Secretaria do Meio Ambiente (afinal, tem muito mais gente lá, trabalhando também) pelos ótimos resultados atingidos… principalmente com o fim dos pútridos lixões… e parabéns, também, ao MPE pela ação decisiva em apoio às ações da Secretaria… esse é verdadeiramente o Brasil que queremos para o futuro: livre do lixo, da poluição, da destruição do meio ambiente…(gostaria muito que algo parecido acontecesse também no “meio ambiente” político do Estado, com a “limpeza” do lixo que ainda insiste em ficar por estas terras caetés)…!!!

  • Chega

    Bom dia, RM. Estamos em Alagoas desde novembro de 2012. Viemos do Paraná, no qual residimos por 15 anos na capital ecológica. Nesta, desde a década de 1990, praticamos a colwta seletiva, mesmo nas residências mais simples, menos abastadas, menos letradas. As ações do poder público, com o auxílio da população, tornam-se mais eficientes e o retorno para a coletividade salta aos olhos. Nesse período, “no mais pobre entre os pobres”, vimos tentando divulgar e implementar ações que nada mais são do que o exercício da cidadania, da consciência ecológica e da garantia de um futuro melhor para todos os envolvidos, seja no âmbito da saúde, do turismo, da responsabilidade social, da economia. Não obstante, nos meios que frequentamos e temos certa influência, a resistência à mudança de hábitos e a adoção de boas práticas contínua latente. Já implementamos a coleta seletiva no condomínio em que moramos, porém com baixa adesão. Difundimos, também, na igreja em que congregamos e os resultados são pífios. Tentamos contaminar os comerciantes e serviços/servidores públicos com os quais temos contato, mas poucos se incomodam com a pauta.

    A coleta seletiva é tão simples, traz tantos resultados, mas falta, por aqui, a educação e a cultura para que esse assunto seja abordado desde a infância, nas casas, nas escolas, noa condomínios, no comércio, nos órgãos públicos de todas as esferas, nas ruas, com os ambulantes.

    • Adilio Faustini

      Perfeito.Aos poucos as pessoas vão aderindo, os primeiros passos foram dados, a grande caminhada começa com um passo.

  • André Costa

    Bom dia , Sr Ricardo Mota , por falar em ganha-pão e cidadania, não gostaria de abordar em sua prestigiosa coluna/ programa de rádio as denúncias sobre servidores com contratação irregular na UNCISAL e em detrimento da nomeação de candidatos aprovados no concurso público de 2014 (que teve validade prorrogada e expira em julho de 2019 )- há inclusive e especialmente a situação dos candidatos aprovados NAS VAGAS para o cargo de artífice, situação estranha cujo resumo é este : o Edital UNCISAL nº 02/2014 (PARA CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL na estrutura de serviços da Uncisal) ofertou à sociedade 150 vagas … após a nomeação de um primeiro bloco de 104 aprovados , em junho/2016 , a Uncisal abriu, algum tempo depois,um novo processo solicitando a nomeação dos restantes aprovados NAS VAGAS, um segundo bloco com cerca de 40 candidatos aprovados … nesse ponto, processo aberto e começando sua tramitação normal, a PGE/AL emitiu parecer apontando o seguinte argumento: que a Tabela de lotação genérica dos servidores da Uncisal previa apenas 48 vagas para o cargo em comento e que não poderia, dada a discrepância entre esse número na Tabela e as 150 vagas propostas no edital, avalizar esse segundo bloco de nomeações enquanto a Uncisal não providenciasse junto ao Estado a atualização da Tabela mencionada – e isso foi o bastante para ENGAVETAR/BARRAR/PARAR o processo do segundo bloco de nomeações, sem que se registre nova movimentação do mesmo após esse parecer da PGE/AL e agora, faz um ano que essa tramitação está parada, congelada, frustrando as expectativas de cerca de 40 candidatos (e suas famílias, emprego é ganha-pão e cidadania …)que, de boa-fé, se inscreveram no concurso de 2014, foram aprovados dentro do número de vagas proposto em edital e estão na incerteza sobre o COMO e o QUANDO de poderem ter acesso aos postos de trabalho a que fazem jus mediante aprovação em concurso público ….enquanto isso, enquanto esperam a solução do impasse jurídico que engavetou por tempo indeterminado suas nomeações, os aprovados nas vagas tem informação sobre servidores atuando no cargo de ARTÍFICE sob contratação irregular, especialmente, servidores oriundos de PSS (Processo simplificado de seleção )com prazo de validade já superado …gostaríamos que, em nome da cidadania, abordasse o tema em suas intervenções aqui e no rádio, obrigado, em nome dos candidatos …

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    ERRATA
    Eis o assestado pelo “peninha”:
    “Ele aponta, por óbvio, o fim dos lixões, “com o apoio decisivo do Ministério Público Estadual”, mas ressalta, também, a perfuração de 600 poços artesianos em Alagoas:
    – É uma medida paliativa, mas para as populações que não dispunham de água é um benefício imensurável” – (Sic.) – Sem grifos no original in http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2018/07/28/tem-catador-de-lixo-no-interior-ganhando-r15-mil-por-mes/; mas, permitam-me instar ou arguir, para dirimir algumas dúvidas: qual a serventia, utilidade e finalidade das cisternas captadoras, coletor e armazenadoras de águas pluviais, dos carros-pipas, daquela colossal obra transposição do velho chico” e/ou do canal do sertão e os tais PAC’s?
    Relembrem:
    CANAL DO SERTÃO*, de 06/11/2105.
    Ademais, enquanto o arauto vermelho rasga sedas, enaltece, destaca e derrama confetes, serpentinas e encômios aos feitos ultimados por sua inteligentA “muié sapiens”, a competentA “vaca de coqueluche” – segundo Marcelo Madureira -, e eficientA “musa da mandioca” e “engarrafadora ou armazenadora de ventos” da terceira etapa de um canal do sertão, que atingiu à maioridade, com seus 21 anos, dos quais oito são de seu “criador” e cinco da “criatura” enquanto o sertanejo vive na amargura em desespero, desânimo e o pavor de ver o “Velho Chico” minguar, assorear e secar, pois reduzida sua vazão em 4% do seu total, secando, minguando e morrendo numa interminável “transposição”, que a “mãe do PAC” usou no maior estelionato eleitoral da história mundial, a saber:
    a) http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=405801&e=6; e,
    b) http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=405792&e=6.
    Enfim, resta saber o que é verdade nessa estória “verídica”: os posts de Bob ou as edições acima, do site que o alberga?
    Abr
    *JG
    P.S.: Postado na gazetaweb.com, no Blog do Bob – The bobinho e assessor parlamentar júnior da presidência do senado. É mole ou quer mais? – Na íntegra in http://gouveiacel.blogspot.com/2015/11/um-canal-que-fere-sangra-e-mata-o-velho.html

  • Nelson

    Lixo !!! É nosso maior produto de comercialização ! Nossas praias, lagoas,, ruas e avenidas são exemplos bem claros dessa mega produção, e os carroceiros deviam ser premiados pelos nossos gestores, como funcionários exemplares desse nosso desenvolvimento. É no lixo que os políticos encontram a maior fonte de renda de suas fortunas. Brasil, o País do Futuro !!!

  • Alagoano

    deveria ganhar mais que político, afinal são eles que limpam a sujeira que eles fazem,os garis têm o meu respeito!

  • wal

    Diga uma novidade ???????????

  • Severino

    “Ficha suja está fora do jogo democratico”,palavras do ministro Luiz Fux.Convido a todos a ver a lista de gestores de AL com contas rejeitadas pelo TCU entregue ao TSE.O Hospital do açucar está na lista(cobrança irregular de procedimentos do SIA/SUS),Estado de alagoas,Melina Freitas e Adeilson bezerra também são algumas das celebridades.(https://contasirregulares.tcu.gov.br/ordsext/f?p=105:1:::NO:RP:P1_MOSTRAR_TODOS:1)

    • Joab

      Falou tudo o ministro:“Ficha suja está fora do jogo democratico”.Será uma luz no fim do túnel?????

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Sinceramente, não entendi a “censura”, “Peninha”!
    Abr
    *JG

  • Antonio Moreira

    Já fui mais impaciente na minha rua. Limpava o máximo que podia.
    Um dia, um cidadão me perguntava de maneira educada o porquê eu limpava um terreno que fica na minha rua.
    Respondi: Eu entendi a sua pergunta, mas o senhor já olhou onde comecei a limpeza? Achei estranho o motivo de ele dar tanta explicação…
    Disse a ele – Sugiro que o mantenha limpo… Hoje, fica difícil de limpar, pois carroceiros e outros jogam tudo no local. O pessoal da prefeitura zera o lixo e logo acumula novamente.

    Tenho um terreno todo murado/fechado(portão) no interior de alagoas.
    Lá, Um pai de família recebe material reciclado da comunidade e ali sai caminhão carregado…
    Espero que ele sempre mantenha a minha exigência. Sim. Ele paga o aluguel.

  • Alfredo

    Lixões, água potável, urubus… O salário mínimo pelo , aquele…DIESSE, era prá estar em torno de 4 mil reais.A censura era ferrenha nos governos militares! Agora acabou! Já foram no SNIPER lá do Shopping Iguatemi?A cartilha do GRAMSCI!!! KKkkkkkk

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Reenviando-o, por favor, edite-o, sim?
    Eis o assestado pelo “peninha”:
    “Ele aponta, por óbvio, o fim dos lixões, “com o apoio decisivo do Ministério Público Estadual”, mas ressalta, também, a perfuração de 600 poços artesianos em Alagoas:
    – É uma medida paliativa, mas para as populações que não dispunham de água é um benefício imensurável” – (Sic.) – Sem grifos no original in http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2018/07/28/tem-catador-de-lixo-no-interior-ganhando-r15-mil-por-mes/; mas, permitam-me instar ou arguir, para dirimir algumas dúvidas: qual a serventia, utilidade e finalidade das cisternas captadoras, coletoras e armazenadoras de águas pluviais, dos carros-pipas, daquela colossal obra transposição do velho chico” e/ou do canal do sertão e os tais PAC’s?
    Relembrem:
    CANAL DO SERTÃO*, de 06/11/2105.
    Ademais, enquanto o arauto vermelho rasga sedas, enaltece, destaca e derrama confetes, serpentinas e encômios aos feitos ultimados por sua inteligentA “muié sapiens”, a competentA “vaca de coqueluche” – segundo Marcelo Madureira -, e eficientA “musa da mandioca” e “engarrafadora ou armazenadora de ventos” da terceira etapa de um canal do sertão, que atingiu à maioridade, com seus 21 anos, dos quais oito são de seu “criador” e cinco da “criatura” enquanto o sertanejo vive na amargura em desespero, desânimo e o pavor de ver o “Velho Chico” minguar, assorear e secar, pois reduzida sua vazão em 4% do seu total, secando, minguando e morrendo numa interminável “transposição”, que a “mãe do PAC” usou no maior estelionato eleitoral da história mundial, a saber:
    a) http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=405801&e=6; e,
    b) http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=405792&e=6.
    Enfim, resta saber o que é verdade nessa estória “verídica”: os posts de Bob ou as edições acima, do site que o alberga?
    Abr
    *JG
    P.S.: Postado na gazetaweb.com, no Blog do Bob – The bobinho e assessor parlamentar júnior da presidência do senado. É mole ou quer mais? – Na íntegra in http://gouveiacel.blogspot.com/2015/11/um-canal-que-fere-sangra-e-mata-o-velho.html