O superintendente da Polícia Federal em Alagoas, Rolando Alexandre de Souza, fala pausadamente, mas é incisivo ao tratar da corrupção no Brasil:

– O político corrupto mata mais do que o criminoso comum.

De forma bastante didática, na boa conversa desta semana no Ricardo Mota Entrevista, ele mostra como o roubo do dinheiro público mantém a população sempre pobre e sem acesso a serviços públicos decentes.

“O dinheiro que falta à merenda escolar, muitas vezes, sai pelo ralo da corrupção”.

É importante destacar que para o superintendente da Polícia Federal em Alagoas a solução para os problemas do país passa inevitavelmente pela política: “Não há outro caminho na democracia”.

A instituição que ele comanda está preparada para atuar nas eleições deste ano, ressalta o delegado, mas ele tem consciência de que só eleitor pode alterar, pra valer, a realidade vivida pelo Brasil.

Vale a pena conferir.

Ricardo Mota Entrevista

Domingo, às 10h30, na TV Pajuçara

Convidado: delegado Rolando Alexandre de Souza – superintendente da PF em Alagoas

 

O Brasil é um país em que o magistério virou humilhação
Senador Renan é o único candidato com direito a discurso em inauguração do governo
  • MANOEL

    Espero que eles dêem nomes aos BOIS na SESAU, desvios estimados em R$ 300 MILHÕES, te compro, te pago e tú finges que me entrega os materiais, diversas empresas quebradas por conta dos conluios, população sem atendimento e a propaganda comendo no centro…Isso no atual governo!

  • Carlos

    Sempre nas conversas informais aqui em Coruripe, digo sempre o marginal políticos, mata e são responsáveis para o aumento da violência e infelizmente, o povo não tem esse alcance. Tem mais aqui fã dos desfiles dos carros de luxo e babam pelas mansão do Pontal do Coruripe. Deixa para lá. Cadê o dinheiro que tava aqui.

  • Sertanejo ENLUTADO esperando Justiça e PAZ com FÉ

    De fato, Ricardo … SEM cultura somos ANIMAIS de carga!
    > O dinheiro que falta à merenda escolar,
    – muitas vezes, sai pelo ralo da corrupção.
    [Dr Rolando – DELEGADO, acima]
    – Continuando ABAIXO:
    > ELEITOR (alagoano) pode alterar, pra valer,
    – a realidade (de SERTÕES a litorais) vivida p’Brasil.
    Numa BOA conversa com Ricardo Mota [acima]
    – ROUBO do dinheiro PÚBLICO mantém a população
    – POBRE e sem acesso a serviços públicos DECENTES.
    Uma entrevista IMPERDÍVEL, sonoro e vistoso aperitivo com aroma de uma BOA escolha, nas urnas, dos vitoriosos de OUTUBRO de 2018!

  • Alagoano sem esperança

    O que adianta a polícia federal trabalhar duro e os homens de toga preta proteger essa corja? Quem prende é o judiciário, nunca vi um país com uma legislação penal que aceite tantos recursos, tire por Alagoas, o senhor feudal do litoral sul ri da cara de seus “eleitores”, agora são os filhos, que sempre mamaram e mamam nas tetas volumosas do estado.

  • JUJU

    Delegado, a SESAU anseia nova visita. Depois que a PF passou e não viu o que de pior tinha, ainda acreditou na balela que o “novo” veio para mudar, a galera, como diz o matuto, “tá peidando na farofa”. Agora tem GABIRU grande lá dentro. O novo veio para mudar tudo realmente rsrsrrsrsrsrrsrsr. O que era ruim, conseguiu ficar pior. Quando a Rosangela saiu deixou um débito de 60 milhões, mas deixou 40 milhões na conta. O débito do novo é 140 milhões de apenas 1 ano. Mas segundo alguns jornalistas, a Saúde vai bem, obrigado. Sonho em ver a viatura preta lá na porta novamente. COISA MAIS LINDA DA VIDA. VOLTA PF!!!!!

  • José Luiz Costa

    Ricardo, a Polícia Federal, em que pese o excelente trabalho que presta, nada,Penso, poderá fazer para melhorar a crise ética, politica e social que o Brasil vive!O povo, entretanto, pode fazer essas mudanças, agora em Outubro, não votando em político corrupto, afastando da vida pública os que cometeram improbidade é desviaram o dinheiro público. Devemos votar após análise da biografia e da história de vida de cada candidato. Existem alguns bons, felizmente. Alagoas e o Brasil haverão de melhorar. Depende de nós.

  • Tony

    O Superintendente da Polícia Federal está correto em sua afirmação de que: “O político corrupto mata mais do que o criminoso comum”. São milhares de pessoas que morrem por falta de assistência médica; segurança pública; assistência social; emprego; entre tantas outras. Mas não é só na Saúde, Segurança, Assistência Social e Emprego que se rouba descaradamente dos cofres públicos, são em todas as áreas públicas, quando o gestor gasta desnecessariamente o dinheiro público, quando não fiscaliza as compras e seu uso, quando permite privilégios para alguns servidores e comissionados, quando usa o veículo público para assuntos particulares, enfim, quando rouba ou permite roubar sem que providências alguma seja tomada. Cabe aos órgãos responsáveis por fiscalizar (ou investigar) os órgãos públicos, agirem com rigor para acabar com essa doença chamada “corrupção”.

  • Adelmo Avelino

    Amigo blogueiro, o problema não esta na PF, pois esta instituição faz a sua parte. O problema está na justiça que permite que corruptos estejam ocupando os cargos eletivos, sobretudo em Alagoas. Aqui são poucos os não corruptos. Indago, um certo ex-prefeito de uma cidade do interior está condenado a 17 anos, já em decisão de segundo grau e permanece solto, fazendo política e fica por isso mesmo. Como acreditar nas instituições? Aqui órgãos públicos, que deveriam fiscalizar, servem de ambiente para negociatas com políticos da Capital e do interior! O que esperar desse Estado? Analisemos os sobrenomes dos pré candidatos com chance de vitória? Todos pertencem às oligarquias de sempre. Em Alagoas dá para fazer durante 100 dias corridos aquele programa do Fantástico: cadê o dinheiro que estava aqui? Aqui é Alagoas, meu amigo! CAPITAL MUNDIAL DA CORRUPÇÃO.

  • Justos Veríssimos

    Tem jeito não, amigão. Estamos em Alagoas, lugar aonde em política tudo é possível e até o impossível. Aqui corrupto despreparado pode virar facilmente ministro! Aqui, Corrupto mete mete a mão em dinheiro da Petrobrás e quer ser presidente! Aqui político ladrão é rido como homem inteligente e, não raras vezes para essa nossa justiça tupiniquim o certo é o errado e vice-versa. Aqui, em política, tudo é possível em nome do poder e o povo que vá se (…….). Você está em Alagoas, terra dos valores invertidos e do povo esquecido. Se o eleitor tiver vergonha pode ser que consigamos melhorar esse quadro, O problema é a falta de opção pois o homem que se diz de bem não se candidata, esquecendo que somente através da política a sociedade pode evoluir, pelo menos nas demonocracias. Votos (Justo) candidatos (Veríssimo) há um cheiro de esperança no ar.

    • SãJÃO aLLagoano 2018: rela COXINHAS suadas cUm louras geladas – MorTânDeLLa$!

      Quando homens s’acabrunham, bando de CABRÕES:
      – que venham as CABROCHAS, né meRmo? … E apois!
      Na POLÍTICA, em todo @-mundo, a presença de MULHERES favorece a construção de CONSENSOS.
      Elas tem a FORÇA e o jeito CERTO de cobrar AVANÇOS na saúde e na educação com SEGURANÇA.
      Entre outras CANDIDATAS de PSDB a PSOL:
      > Tereza Lyra – EMPRESÁRIA
      > Helóisa Helena – ENFERMEIRA
      > e FátimaÁTIMA Canuro – ADVOGADA

  • JEu

    O que eu gostaria mesmo de ouvir era a população usar do mesmo ditado quando o meliante é somente um desconhecido qualquer: “bandido bom é bandido morto”…!!!! isso tudo porque acredito que “todos somos iguais perante a lei”…!!! da bala?!!!

  • Vassourada das Barreiras.

    Exatamente Alagoano sem esperança e acredito, pelo seu comentário que um incansável guerreiro e não vota em branco ou nulo. Está sempre acertar em ficha limpa. Os mamadores da região sul, estão tão obesos em relação ao patrimônio que só faz crescer e o povo cada dia mais pobre. A coisa é escabrosa e administração é como fosse uma empresa familiar.

  • Onofre da Pindorama

    Só estar faltando o discurso me enrolando que estou com frio. Marx Beltrão, vai anunciar para o bem de Alagoas, do Brasil e da copa da Rússia, que em nome da unidade é candidato a reeleição para federal.

  • saulo

    Por falar em politico vivaldino, apenas a semana passada, quando o Ministro dos Transportes, visitou a obra do viaduto da PRF, é que foi colocada a placa do Governo Federal, na obra.
    Ou seja, obra do governo Michel Temer, ajudando Maceió, que foi escondida até quando puderam.
    Oh, raça!

  • TANIA

    Bem-aventurados os que têm FOME E SEDE de JUSTIÇA,porque eles serão fartos.(Mateus5)

  • Antonio Carlos de Almeida Barbosa

    Concordo com o Internauta Tony, e acrescento que a corrupção é um crime contra a humanidade, é crime hediondo, a prática de tal crime tem que ser aplicada a prisão perpétua.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Dissecar é analisar minuciosamente o busílis, o qual, uma vez examinado, estudado e dividido e NÃO solucionado ou remediado em nada resolve, evita ou combate à odiosa, perversa e nefasta “octogenária senhora corrupção”, que assola à nossa espoliada, aviltada e combalida nação, mormente desde à debacle redemocratização, quando aqueles que se diziam lutar CONTRA a ditadura-militar, pela democracia, ascenderam ao Poder, e, ainda, lá estão. Ou não?
    Abr
    *JG