Infelizmente, ao que parece, a prefeitura de Maceió desistiu dos pardais eletrônicos, um equipamento civilizador em território onde impera a barbárie.

O blog buscou junto à SMTT o número de acidentes, este ano nas áreas em que os pardais estavam funcionando, para compará-los aos de 2017.

Deu a lógica:

– de janeiro a junho do ano passado os acidentes nas vias em que estavam – não estão mais – instalados os pardais chegaram a 90;

– no mesmo período, em 2018, esse número subiu para 130 – um aumento de mais de 40%.

É bem verdade que para um país que mata mais de 42 mil pessoas por ano no trânsito, apesar de sermos um exemplo de respeito ao outro no volante, isso não há de parecer nada.

Afinal de contas, se alguém erra no trânsito, não somos nós.

Só lamento que a prefeitura de Maceió não insista na necessidade de fiscalizar os abusos que os motoristas cometem – os outros, repito, não nós. Ir de encontro ao senso comum é um ato de extreme necessidade.

Como já disse Cesare Beccaria, o que pode inibir o crime é a certeza da punibilidade. Mas isso para nós, que somos um exemplo de civilidade para o mundo, são palavras jogadas aos vento. Só haverão de servir a estas nações velhas em que as pessoas insistem em respeitar a lei.

Senador Renan é o único candidato com direito a discurso em inauguração do governo
Ação suprapartidária barra (re)eleição em julho para presidência do TC
  • wal

    QUAL O PERFIL DAS PESSOAS QUE SÃO CONTRA OS PARDAIS:
    São os que não fizeram os testes no DETRAN.
    São os que ganharam a NCH, ou seja; pagaram ao examinador.
    São Mal educados no transito.
    São os ignorantes, mal educados, semi-analfabetos, egoísta, os possessivos, os cegos os que não querem enxergar e outras mazelas.
    E por fim; OS ASSASSINOS POR TRÁS DO VOLANTE. É isso mesmo; OS ASSASSINOS DO TRANSITO.
    .
    Ex:No 2º dia sem os pardais, houve aquele acidente na Durval de Gões Monteiro, próximo ao Makro,na ocasião, um carro a 120 km/h.( ONDE TENHA UM PARDAL. QUE SERIA A 60 km/h.)
    3 ocupantes do CLIMA BOM, encheram a carcaça de mé, bateram e capotaram o carro, morreram 2 pessoas. PODEM CRER, eram os ASSASSINOS DO VOLANTE, os srs. tem dúvidas ???
    .

    • Sertanejo ENLUTADO esperando Justiça e PAZ com FÉ

      WÁááL! … show de BOLA, amigo!
      xô candidatos a cometimento de crime DOLOSO:
      – Ignorantes às vêi bebun’$ guiar TONELADA de ferro?
      – ACIMA das velocidades permitidas? – MULTAS neLLes!
      Descomprometidos quase-BANDIDOS irresponsáveis:
      > VERDADES tristes mascaradas por MULHEREs
      – Em botas de soRdados do AMOR: será CARNAVAL?
      [ELBA Ramalho 1979] por Tereza L, Heloísa H e Fátima C
      https://www.vagalume.com.br/elba-ramalho/baile-de-mascaras.html

    • Andry Lima

      Como se os Pardais fossem evitar que alguém bebesse e dirigisse.

      Não precisamos de pardais.

      Sou favorável ao uso de lombadas eletrônicas em determinados pontos, não como tava acontecendo com os pardais, colocados sem nenhum tipo de estudo que justificasse sua presença naquele local.

      E também, a lombada eletrônica é mais idônea pois vemos o valor da velocidade, já os pardais só vemos a multa quando chega na nossa casa depois de meses, fazendo com que nossa defesa fique impossível mediante a uma injusta infração, se for o caso.

    • Professora Militante

      Acho que existiam alguns quebra molas de concreto, parece que o prefeito só quer punir o motorista? fazer a velocidade diminuir? ou encher o bolso de dinheiro? Numa terra que se retira uma lombada de cimento que faz todos diminuirem a velocidade, enquanto o pardal é ignorado por bandidos em fuga, carro estouro de funcionários do detran, smtt e outros bandidos que se dizem autoridades, esses irregulares preferem o pardal. Vamos fazer uma campanha honesta pedimos lombadas de cimento.

      Resposta:

      Parabéns pela lição, professora (?) PVH.

      • Desde Colonia 1500 somos Portugais & RAMALHo$ – loucura!

        Caríssima Professora, … aprendemos no PASSADO recente:
        1. Lombadas de cimento + baratas exigem manutenção CARA;
        2. EMPRESAS q’instalam PARDAIS e radares pagam à PREFEITURA;
        Como umas convivem c’outras, cimentos bruto e tecnologia inteligente, prefiro as duas BEM dosadas na medida da PAZ e da vida em SOCIEDADE.
        Pode ser, caro Ricardo Mota?

        Resposta
        Quero crer que sim, meu caro João. Principalmente se a espuma que nos escapa entre os lábios não é de chope.

        • Henrique Rebelo

          Tá de brincadeira??? Manutenção cara em lombada de cimento?? Tu tem mesmo noção dos valores lombada x pardais? Faz-me rir!

      • Sertanejo ENLUTADO esperando Justiça e PAZ com FÉ

        ESPUMA sertaneja de bicho do MATO … rsRs
        Pode ser FOBIA d’automóvel SEM anti-RÁBICA.

    • Fabio

      “Afinal de contas, se alguém erra no trânsito, não somos nós.” Falou tudo, Ricardo. Sou e sempre serei a favor da tecnologia dos radares para inibir a imprudência dos outros, da minha, da sua e de qualquer um que ouse desafiá-los. Afinal de contas, se não obedecer a lei, o bolso vai sofrer e, dessa forma, será educado. Simples assim. Só não concordo com essa demonização do brasileiro, chamando-o de mal educado, pois, nos países desenvolvidos, mesmo com educação de ponta, a fiscalização está lá, seja eletrônica ou motorizada, de prontidão para punir os apressadinhos. Abraço.

    • junior

      DESCORDO, POIS FIZ TODOS OS MEUS EXAMES, SÓ QUE OS PARDAIS AQUI EM MACEIO FOI COLOCADO COM SEGUNDO INTERESSE.

    • israel da jatiuca

      tão de sacanagem

  • EMANOEL NUNES

    Desse jeito o nosso salário só vai dá para pagar impostos e multais, já não basta a carga tributária nesse país, agora vem querer colocar nas cabeças das pessoas que pardal é bom. Procure outro meu de disciplinar o trânsito, como por exemplo colocar redutor de velocidade ( lombada ). Graças a Deus que a Justiça acabou com a festa das multas.

  • SãJÃO aLLagoano 2018: rela COXINHAS suadas cUm louras geladas – MorTânDeLLa$!

    ôI, Ricardo! … saudades dos tempos dos PARDAIS
    de Sivuca (1930-2006) e P Tapajós (1945-2013):
    > Era um VEZ tempo de PARDAIS verdes quintais c’FADAS
    – Bonde’$ c’ANJOS a dar lugar pá sentar: DUVIDA?
    > ADMIRAR frutos num pomar qualquer: tirar do PÉ!
    – Casais podiam + s’@-NAMORAR [Água Viva-Globo 1980)
    https://www.vagalume.com.br/sivuca/no-tempo-dos-quintais.html
    Em outubro vou VOAR c’aves de PRATA n’urnas deputareando c’as MULÉRES candidatas ao SOM de Elba (1979)
    > M’a VIOL’andava escondida descontent’d’VIDA
    – ATARANTADA c’as recentes notícias d’úRtimos 10 anos
    > Tod’as VIOLAS escondidas c’U q’vem lá do EXTERIORr
    – Encobrindo verdades e tristezas: violas puserU máscaras
    > Roupas de MULHER calçando botas de soRdados
    – E saímos por aí dizendo que era CARNAVAL
    [Baile de MÁSCARAS de Pedro Osmar, parça de Chico César PB]
    https://www.vagalume.com.br/elba-ramalho/baile-de-mascaras.html

  • Há Lagoas

    No entendimento do nosso judiciário tupiniquim, este número é algo irrelevante! A compreensão “política” do judiciário Alagoano é um “alento” as vitimas de nosso transito civilizado.

  • VANIO GOMES DA SILVA JUNIOR VANIO JR

    Pardais não é solução, basta os funcionários da SMTT trabalharem e parar de ficar usando celular quando deveriam prestar atenção na fiscalização.

  • JEu

    E o pior de tudo é que sempre “achamos” que o outro (condutor) é que é o errado… e também achamos que esses “acidentes” só acontecem com as outras pessoas… nunca com a gente ou com alguém muito próximo à nós… (Deus me livre…!!!!) e assim continuamos a “achar” que não precisamos de nenhuma “fiscalização”… só os outros de outros Estados ou países, desses lá da Europa, por exemplo, como dito no texto…!!!

  • Robson Cardoso

    Ricardo, você soube de uma contratação mandrake de engenheiros na Casal, Onde seria beneficiado parente de um superintendente sem divulgação à imprensa? Peço que bem da Companhia investigue o assunto e escreva algo. Alô Ministério Público, alô Governador vamos esclarecer este fato.

  • Fernando

    Veja o outro lado, o mercado de autopeças deve ter aumentado na mesma proporção. As oficinas de lanternagens devem esta com suas capacidades aumentadas em 40%, mais empregos. Sem falar nas casas de tintas. E os motoqueiros que caíram não esperavam entrar um extra agora na copa, com os 3.000,00 do DPVAT. E se algum perdeu um membro, tem uma série de vantagens, além de poder comprar carro com desconto, pode participar de concurso na cota e se não quiser concurso, pode até requerer um benefício do INSS pelo resto da vida. Não vai precisar trabalhar até 65 anos para se aposentar. As seguradoras, também devem ter registrado aumento nesse período. Até os combustíveis tiveram aumento de consumo, mais velocidade mais consumo. Sem falar no desgaste dos componentes dos carros, mais velocidade, mais se exige dos freios e de outros componentes. E as farmácias, também tiveram sua participação lucrativa nesse período. Os ortopedistas e fisioterapeutas tão rindo a toa, as filas só crescem. Infelizmente, tem um setor que também faturou em cima desse aumento, as funerárias e as floriculturas. Uma cadeia produtiva em franca expansão. O importante nisso tudo é que toda a sociedade no final sai ganhando.

  • Casrlos

    Bom se estamos falando de preocupação em acidentes então porque a SMTT e prefeitura não substitui os pardais por quebra molas ae sim eu diria que todos motoristas iriam respeitar…kk Na verdade a fabrica de multas graças a deus acabou..Outra coisa não vejo estes acidentes , faz um bom tempo.. via mais quando tinha os pardais..e todos os dias eu vou e volto até o centro…kkkkkk..os a favores dos pardais são os que tem passe livre na prefeitura para nao pagar multas, os familias dos beneficiarios do dinheiro publico e filhos de ricos que pagam multas e ainda fazem self….kkkk

  • Paulo c

    Pq sera que a prefeitura so insiste nos radares? Pq nao instala os quebra molas?

  • Zé da Zeca

    Defender a indústria da multa….pegar mal. Pra onde vai o dinheiro?

  • Lion

    Por alguns comentários acima, está explicado porque somos o mais pobre entre os pobres do Brasil. O Estado merece o Governo, o Judiciário e o Legislativo que tem. Os comentários revelam muito acerca do perfil imaturo de alguns de nossos motoristas alagoanos.

  • Cidadão

    Cuidem das vias , ao invés de pardais, onde moro , quase 90% das ruas estão sem calçamento, faça um comentário a respeito senhor RICARDO MOTA

  • Carlos

    Há um exagero sim… Dos pardais! Porém é necessário sim , infelizmente não há educação no trânsito sem fiscalização. Até no países culturalmente avançados tem observação eletrônica. Concordo em alguns pontos quebrar molas. Nas imediações do urucuri, na Assis Chateaubriand, retiraram o quebrar molas e até respeito o limite de velocidade.

  • Luiz

    Caro Ricardo.
    Tenho uma grande admiração pela sua postura quanto às suas publicações aqui no seu blog, porém, não compreendo o porquê de tanta postagem sobre o mesmo assunto ou seja, a cantilena dos pardais, pergunto: Qual o interesse da assiduidade deste blog em retornar um assunto exaustivamente publicado aqui que é a questão dos pardais? Agora, me prove por números os acidentes nos locais onde estavam instalados os pardais. Os dados fornecidos pela SMTT são dados manipulados para chegar aqui bem como aos interesses escusos que é a indústria de multas. O problema dos pardais já está sendo cuidado pelo Judiciário, deixe ela fazer a sua parte, ou você acha que o blog tem o poder de influenciar na decisão final da Justiça?

  • Francisco José Tenorio Magalhaes

    Nem 8, nem 80. Eis o problema. Pardais são necessários porque protegem vidas e o motorista de Maceió, ao menos uma parte considerável, não respeita as leis de trânsito se não for punido. Mas a SMTT, após a implantação dos primeiros equipamentos em pontos necessários, introduziu a indústria da multa, colocando-os em locais desnecessários, até mesmo como armadilha para forçar algum incauto que não oferecia risco ao trânsito ser multado. Um exemplo claro é o pardal da descida da Av. Rotary sentido praia. Mesmo que o motorista estivesse devagar tinha dificuldade em manter a velocidade exigida.
    Na Av. Fernandes Lima, principalmente nos sinais, eles são absolutamente necessários, assim como para controlar a velocidade. No restante da cidade deve existir para controlar o sinal vermelho, mas, quanto á velocidade, tem que haver uma justificativa muito plausível.

  • Andre

    Buscou junto a SMTT? Mas onde estão os acidentes que não vemos? A SMTT vai dizer que os acidentes diminuíram? Meio sem lógica não?

  • Henrique Rebelo

    Caro Ricardo, justificar a inoperância e incompetência municipal para reinstalar pardais é um dos maiores absurdos que já vi em seu blog. É fato notório que, quando existiam as lombadas nos locais em que existiam os pardais, não haviam tantos acidentes. Além disso, 1000 agentes foram contratados pela SMTT. Onde eles estão? Não há justificativa para penalizar ainda mais a população! Precisamos é de gente competente e com capacidade para resolver os problemas de uma cidade, e não de gestores corruptos e incompetentes para atender aos anseios de uma população! Não a imprensa marrom! Não a defesa do assalto a população!

    Resposta

    Não vou discordar de você, a não ser na ausência das crases etc.
    Eu só queria saber por que eu não sou penalizado.

  • junior

    OS ACIDENTES AUMENTARAM, PORQUE OS AGENTES DE TRANSITOS, SÓ SERVE PARA MULTAR, ONTEM PELA FERNANDES LIMA POR VOLTA DE 6:40 DA MANHÃ , DA BOMBA DO GONZAGA ATÉ A LADEIRA DA RODOVIARIA, NÃO TINHA NENHUM VEICULO DA SMTT.ENTÃO O CONDUTOR SE SENTE A VONTADE PARA FURAR SINAL E ANDAR PELA ZONA AZUL E ETC., SE COLOCAR AGENTES NAS RUA COM A INTENÇÃO DE FISCALIZAR E NÃO DE MULTAR , A COISA ANDA.

    Resposta

    Entendi. Você foi brilhante!
    O condutor se sente à vontade para furar o sinal e andar na zona azul.
    Muito legal.

  • jefferson

    NÃO É VERÍDICO ESSES NÚMEROS, NÃO EXISTE DADOS SEGUROS QUE COMPROVEM ISSO. IMPORTANTE: RADAR NÃO DIMINUI VELOCIDADE, É APENAS MAIS UMA FORMA DE TOMAR DINHEIRO DO POVO TÃO SOFRIDO. O QUE REDUZ VELOCIDADE É INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO E QUEBRA MOLAS DEVIDAMENTE SINALIZADOS.

  • JUSTICA CORRETA

    PESQUISA FALSA É CRIME. Até o TSE está adotando um sistema de pesquisa para divulgação de dados eleitorais. A PREFEITURA DE MACEIÓ diz ter feito pesquisas e não mostra os dados! AJUSTICA NAO VAI ENGOLIR ESSA FARSA! OS pardais são irregulares e assim devem ser tratados pela justiça! Quem divulga pesquisas falsas também comete crime. ATÉ APRESENTAREM DADOS REAIS E CONSISTENTES, os pardais continuam irregulares!

  • Vaticinador.

    Vou resumir: os pardais estão pra alguns e para prefeitura como o imposto sindical obrigatório está para os pelegos dos sindicatos, vai fazer muita falta o dinheiro deles, em resumo, quem deixou de lucrar não para de falar e se lamentar. Prestem atenção nesse detalhe.

  • marcos

    A justiça de dar proteção ao cidadão faz ao contrário, o povo com sinalização já era desfreado, imaginem agora …. Eu vejo assim só é penalizado quem cometeu o delito se é máxima permitida 60 se estiver 61 está errado se estiver apressado acorde cedo….

  • jose claudio luz da silva

    CARO JORNALISTA,TA PEGANDO MAL PARA SUA IMAGEM, ESSA SISTEMATICA E CONSTANTE DEFESA DA COLOCACAO DE PARDAIS DE FORMA ALEATORIA NA CIDADE.SOU AFAVOR E DEFENDO A COLOCACAO DE LOMBADAS ELETRONICAS, LEVANDO EM CONTA: ESTUDO TECNICO COMPROVADO, LAUDOS PERICIAIS IDONIOS.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    ERRATA AO ANTERIOR
    Por que fui CENSURADO, “Peninha”?
    a) longuíssimo texto;
    b) contrapontos inexoráveis;
    c) argumentos ínsitos aos fatos;
    d) lógicas ilógicas;
    e) NDA ou todas alternativas.
    Abr 🙂 😉
    *JG
    P.S.: http://gouveiacel.blogspot.com/2018/06/a-falibilidade-humana-versus-preciosos.html

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    CIVILIZADORES PARDAIS VERSUS BÁRBAROS ASSASSINOS, NO TRÂNSITO!
    Joilson Gouveia*
    Os coletivistas, igualitaristas, humanistas amantes da humanidade e salvadores do mundo, protetores do planeta e urbanos defensores da civilidade são renitentes, insistentes e persistentes progressistas preocupadíssimos com os semelhantes quando se trata de preservar vidas humanas, mormente nos locais e pontos de fixação dos “civilizadores” (em nada arrecadadores) preciosos pardais em nada precisos, malgrado, nada obstante ou a despeito de sentenças judiciais (liminar e definitiva) quanto ao desligamento coarcto decidido pelo Poder Judiciário, justamente por inexistirem os imprescindíveis científicos estudos, dados, pesquisas e estatísticas plausíveis, razoáveis e justificadoras de suas referidas instalações, mas é assunto recorrente ou preferido do nosso impoluto paladino “Peninha”: a saber; senão vejamos!
    “Infelizmente, ao que parece, a prefeitura de Maceió desistiu dos pardais eletrônicos, um equipamento civilizador em território onde impera a barbárie.
    O blog buscou junto à SMTT o número de acidentes, este ano nas áreas em que os pardais estavam funcionando, para compará-los aos de 2017.
    Deu a lógica:
    – de janeiro a junho do ano passado os acidentes nas vias em que estavam – não estão mais – instalados os pardais chegaram a 90;
    – no mesmo período, em 2018, esse número subiu para 130 – um aumento de mais de 40%.
    É bem verdade que para um país que mata mais de 42 mil pessoas por ano no trânsito, apesar de sermos um exemplo de respeito ao outro no volante, isso não há de parecer nada.
    Afinal de contas, se alguém erra no trânsito, não somos nós.
    Só lamento que a prefeitura de Maceió não insista na necessidade de fiscalizar os abusos que os motoristas cometem – os outros, repito, não nós. Ir de encontro ao senso comum é um ato de extreme necessidade.
    Como já disse Cesare Beccaria, o que pode inibir o crime é a certeza da punibilidade. Mas isso para nós, que somos um exemplo de civilidade para o mundo, são palavras jogadas aos vento. Só haverão de servir a estas nações velhas em que as pessoas insistem em respeitar a lei”. (Sic.) – Na íntegra in http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2018/06/29/e-aritmetica-acidentes-aumentam-40-em-maceio-sem-os-pardais/
    Respeitar a lei foi, é e continua sendo o que, na verdade, realidade, prática, clara, justa e exatamente aquilo que o Poder Público não o fez, i.e., a SMTT deixou de cumprir à LEI, para a fixação dos “civilizadores” pardais, bem por isso (por inexistirem os científicos estudos, pesquisas, estatísticas e os dados aferíveis, mas enviados ao Peninha) foram determinadas suas suspensões e desligamentos. É Fato inconteste, indubitável e apreciado (e decidido) pelo judiciário.
    Vivemos num país dominado por progressistas (antes comunistas/socialistas) preocupadíssimos com a recrudescente violência e a barbárie, seja dos mais de 62 mil assassinatos anuais de crimes violentos letais intencionais contra a pessoa humana, daí serem contra o porte e a posse de armas pelo cidadão, seja no Trânsito, que mata mais de 42 mil pessoas por ano – evidentemente pela falta dos “civilizadores” pardais; claro!
    Eis a lógica: ligados e funcionando foram 90 acidentes; sem funcionar e desligados 130 acidentes; uma majoração de 40%, segundo se vê acima, o que atesta, prova e comprova que o “civilizador” não urbaniza os bárbaros “assassinos” do trânsito, como refutamos, repelimos e objurgamos sua lógica, a ver: http://gouveiacel.blogspot.com/2018/06/a-falibilidade-humana-versus-preciosos.html, mas censurado em seu blog.
    Abr 🙂 😉
    *JG