A ignorância é sempre muito perigosa, em qualquer tempo ou lugar.

Com exceção dos descendentes e herdeiros das “vivandeiras” – personagens históricas do Brasil -, os que defendem mais um golpe militar no país, hoje, não têm a mínima noção das consequências que uma aventura como essa traria.

Na verdade, há uma indignação generalizada, a sensação de que nada presta, e que só o super-homem (fardado) nos restituirá a glória (?).

É uma ilusão, por falta de informação, e disso não passa. Essas pessoas não devem ser tratadas com fúria, xingamentos, etc. Precisam mesmo é de informação e conhecimento.

O combate, aqui, é em outro território: o da educação, que tão pouco valorizamos enquanto nação.

Primeira indagação: em que país do mundo uma intervenção militar promoveu paz, justiça social, liberdade responsável, pôs fim à desenfreada corrupção?

Não há esse modelo em todo o mundo.

Ainda: por que nos países com nível educacional mais avançado a população, apesar das crises que enfrenta, não pede nunca uma intervenção militar?

O Brasil precisa, sim, de uma intervenção educacional, civilizatória, que democratize o conhecimento e que nos faça avançar no território da democracia.

É desonesto associar liberdade e direito a voto ao roubo do dinheiro público, à desqualificação dos serviços prestados pelo Estado, nos três níveis, à ausência de autoridade positiva.

Nunca nos permitimos olhar para nós mesmos e perguntar em quem votamos, por que votamos nesses personagens que ocupam as páginas policiais e políticas ao mesmo tempo.

Eles estão onde estão porque nos os colocamos lá.

Nós podemos tirá-los de lá do mesmo jeito que eles chegaram – pelo voto, porque assim é a democracia. “a pior forma de governo excetuando-se as demais, na definição de Winston Churchill (que perdeu as eleições na Inglaterra depois da vitória na 2ª Guerra Mundial).

Não podemos esquecer que o golpe militar de 1964 teve o apoio direto e importante de vários setores da sociedade brasileira – e não apenas da elite econômica – e deu no que deu.

Os que pedem hoje a intervenção militar o fazem porque não acreditam na própria capacidade de transformar o nosso país num lugar onde todos os cidadão – e não apenas os “de sempre” – sejam respeitados e façam valer as suas opiniões e necessidades coletivas.

Nas ditaduras, de esquerda e de direita, os “de sempre” continuam se dando bem. Não é o povo sofrido, nem de ontem nem de hoje, que se beneficia da concentração de poder. Pensar assim é pura tolice.

Nós temos de radicalizar na defesa da democracia direta, que permita a nossa participação objetiva e cotidiana no poder. Dá trabalho, mas esta é a missão que devemos enfrentar.

Quanto aos militares, eles têm uma missão constitucional fundamental, da qual não podemos abrir mão. Mas o exercício do poder político sem o voto não faz parte do que deles podemos exigir e esperar.

Quem pensa assim não pensa no país.

Crise dos caminhoneiros mostra o real tamanho político da bancada federal de AL
Obra "bichada", Canal do Sertão é alvo de novo do TCU por irregularidades
  • Marcos

    Numa intervenção, você seria preso por pensar assim, e ainda seria obrigado a fornecer o email de quem concorda com você Ricardo.

    • Igor Matias

      Acho que ele não defendeu intervenção militar… huhauhauha

      É preciso uma revolução educacional por iniciativa popular, sem esperar o dinheiro público ou vontade política. Uma revolução educacional feita para alavancar o Brasil como outros países o fizeram, só que eles tiveram dinheiro, nós temos a internet que poderia substituir isso.

    • Sertanejo ENLUTADO esperando Justiça e PAZ com FÉ

      Ricardo, Marcos e Igor … é o caso de HONESTAS e capacitadas começar a fazer a boa POLÍTICA!
      Ou a MERDA virariá BONÉ, num vai sobrar UM pensante sem aroma de COCÔ: sem FEDÔ de cavalo, nem catinga de botina de SORDADO!
      Lamentaremos ao tempero de xorume de IML as sessões de TORTURAS covardes, como vimos RECENTEMENTE na marolinha democrÔta 1964-1985.
      Aaqui neste país bonito por natureza abençoado por DEUS!
      Xô incapazes de DIALOGAR, chega de desonestos MEDÍOCRES e falsos!
      Até quando tantas ESPÚRIAS transações?
      Chega de crápulas vendendo a ALMA ao diabo a troco da própria PAZ de espírito e com as pessoas ao REDOR.
      É recente e ainda DÓI a lembrança das lambanças iNÚteis de ÇerVi$ e mal-fa]R]dados desunerados APODRECIDOS no coLLo de Sarney em 1985 e do IMPIXO d’alloprado 1992.
      Na Comarca SERVIL desde 1817 impotentes FARDAS eunucas servindo a reis NÚS cevando USINEIROS.
      No BRASIL Malufs e A Barros (Sp), Cunhas e Cabrais (RJ) de todas as gambiarras.
      É o caso de HONESTAS e capacitadas começar a fazer a boa POLÍTICA!

    • Luciano

      Boa noite acho até ignorante da sua parte Ricardo acha que o povo alagoano não te vi aula de história nem país ou avós pra contar a história do Brasil.O difícil é acreditar em vc e nós políticos depois de um comentário desse.

  • Jorge

    Muito complicado o momento que vivemos,total discrença nas instituições, nos políticos. E, essa discrença é pelos alfabetizados, níveis superiores desempregados e,sem esperança. A angústia tem tomado conta de nossa gente ao ver tanta corrupção, injustiça, desemprego. Sem rumo, onde vamos chegar???

  • Há Lagoas

    Não sou a favor da intervenção militar, bastaria cassar os congressistas larápios e convocar novas eleições.
    Isso daria uma chance a nossa moribunda República das Bananas!

  • Alfredo

    Censura não era coisa dos militares? Precisamos desaparelhar as escolas,reeducar esses professores comunistas,repôr a ordem,sair do caos.Vade retro comunismo! DEUS esteja!!!

    • Democracia ao PONTO: garçon + 1 cana, tira gosto SARDINHA péÓóRrrrr sem ELA!

      CENSURA é coisa de DITADURA, amigo quase-EDUCADO!
      E ditaduras marcaram o DECLÍNIO de comunismos @-mundos afora: Rússia e Cuba, 9’s fora a China.
      Sem DEMOCRACIA, lascada as liberdades de BEM pagos a China prospera.
      Com DEMOCRACIA, apesar do maLLucÃo impixável Trump, os EEUU da Am do Norte ganha mais e distribui melhor a RENDA.
      Quem tá defendendo COMUNISMO aqui, caro Alfredo?
      Um lapso de DESINFORMAÇÃO lamentável, amigo TRONXO!

    • Historiador

      Boa noite ! Não acredito que os professores tem que ser reeducação, mas sim pessoas que pensam que comunista e coisa do diabo.
      Falta conhecimento sobre o assunto.
      As pessoas deveriam lê mais para não falar tanta besteiras.

      • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

        O “historiador” pode contar as estórias que não há réplicas, né?
        Abr
        *JG

        Resposta

        Meu caro e compreensivo Joilson Gouveia Bel&Cel RR:

        Infelizmente eu não posso gastar a minha vida na leitura de comentários ao blog.
        Sugiro, por exemplo, outros autores: Montaigne, Guimarães Rosa, Machado, Dostoiévski, Philip Roth, Hobsbawm – entre outros.
        Eles têm mais a dizer do que nós.
        Agradeço a sua paciência e inatingível serenidade.

        Por hoje é só.

        Saudações democráticas,

        Ricardo Mota

        • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

          Ficarei sem a tréplica? :O
          Muito bem, ainda que explicado, o tal “historiador” continua preservado da mediata, exata e precisa “réplica”; ou não? Entendo bem sua procedente e compreensiva “paciência e inatingível serenidade”, malgrado impossibilitado de “gastar sua vida na leitura de comentários ao blog”, sobretudo sua predileta preferência aos autores citados, os quais têm “muito mais” dito do que nós, é compreensivo!
          Mas, como “gosto não se discute”, prefiro aos seguintes autores: Murray Rothbard, Rodrigo Constantino, Olavo de Carvalho, Roger Scruton; Aristóteles (Política); Friedrich A. von Hayek, Mário Ferreira dos Santos e, por enquanto, Ludwig von Mises: “A ideia de socialismo é a um tempo grandiosa e simples. …Podemos dizer, em verdade, que é uma das mais ambiciosas criações do espírito humano … tão magnífica, tão ousada, que incitou, com motivos, a maior das admirações. Se quisermos salvar o mundo da barbárie, não podemos dispensá-lo com negligências, mas precisamos refutá-lo”. (Sic.) – apud in F.A. HAYEK – “OS ERROS FATAIS DO SOCIALISMO”. p.13.
          Insto e reafirmo idênticas “saudações democráticas” dialéticas; se possível!
          Abr
          *JG

      • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

        “As pessoas deveriam lê mais para não falar tanta besteiras”. (SIC.) É verdade, principalmente, os ditos “historiadores”! Simples:
        “A Venezuela já teve a quarta população país mais rico do mundo. E então adotou o socialismo.
        Consequentemente, hoje 87% da população está na pobreza, sendo que 61% estão na pobreza extrema.
        Sob uma onda de miséria e com uma crescente escassez de alimentos, pais venezuelanos estão entregando suas crianças para que elas ao menos tenham algo para comer”. (Sic.) – Na íntegra in https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2847&ac=212288
        “Falsificar o passado é o método que a esquerda usa para produzir o futuro”. – Nicolás Gómez Dávila.
        Abr 😉
        *JG
        P.S.: http://gouveiacel.blogspot.com/2017/04/socialistas-sao-meros-artifices-do-mal.html

  • João B

    Para todo problema complexo, os “çábios” sempre têm uma proposta simples… e equivocada (quando não, desastrosa). “Educação” e “Reforma Política” viraram a cura para qualquer tipo de problema no Brasil, de crise econômica a brotoeja.

    Educação faz bons médicos, engenheiros, advogados, jornalistas que saibam escrever, mas não faz necessariamente bons eleitores. Bom eleitor faz eleições livres e periódicas, com imprensa livre, plural e minimamente honesta intelectualmente.

    Engraçado que a gente só reclama que o povo não sabe votar quando ele vota em quem a gente odeia. Povo à vezes erra, à vezes acerta. O mesmo eleitor que elegeu Obama, elegeu Trump. O mesmo eleitor que elegeu Collor, elegeu duas FHC e Lula, e se afundou com Dilma. Não quero, com isso, dizer que uns não sejam melhores que outros. Há gradações, claro.

    Agora quando a própria imprensa torna-se uma fonte inesgotável de relativismos e sucursal de partido político, aí, de fato, o pirão está perdido. É só contemplar as hordas se superarem na loucura e esperar mais uma decepção.

  • Regina Carla

    O povo brasileiro perdeu a confiança e está cansado de tantas barbaridades. Estamos vivendo uma crise de “credibilidade,autoridade e confiança” onde o povo são os mais prejudicados. Muitos estão sendo manipulados e não estão em busca da democracia.

  • JEu

    Concordo em parte com o que disse Há Lagoas… afinal, como se pode impor a renúncia aos congressistas, senão pela força?!!! Creio quase 100% do que foi dito no texto está correto… o problema é que, para alcançar o nível de educação dos países europeus ainda vão passar mais de 260 anos (foi dito aqui no blog)… e até lá, como ficamos?!!! Será que ninguém se lembra do poder do povo, previsto na CCF/88 e que foi, historicamente, exercido pelo povo na revolução francesa?!!! por lá também ninguém (as elites dominantes) queria um povo esclarecido, culto, capaz de exercer o poder da cidadania… eis, aí, creio, o motivo maior da desesperança mencionado em uma resposta acima… no entanto, mesmo com o baixo nível educacional de hoje, ainda podemos fazer alguma coisa, pois as camadas menos beneficiadas pela educação e pelas benesses sociais começa a despertar, pela informação (aí estão as redes sociais) para a importância do voto… então, mesmo com pouca esperança de um resultado melhor, ainda podemos acreditar que algo pode e vai mudar a partir de outubro deste ano…

  • Maria Antonia

    “O comunismo é mais perverso que o nazismo porque ele não pede ao homem que atue conscientemente como um criminoso,mas,ao contrário,se serve do espirito de justiça e de bondade que se estendeu por toda a terra para difundir,em toda a terra, o mal”.

  • Guido

    A greve não causou o caus! Foi o caus que causou a greve!

  • Pedro Paulo

    Precisamos ter o hábito de ler e só assim poder entender que intervensão militar só iria piorar a situação do país.A democracia não deve ser questionada e sim aperfeiçoada.

  • Pedro

    Em 1964 a intenção era que os militares assumissem o governo provisoriamente, dessem um frio de arrumação e depois devolvessem o governo ao povo, e o que aconteceu, os militares tomaram gosto pelo poder e fizeram e desfizeram no governo. Hoje tem filhas de militares que recebem gordas pensões, heranças do regime militar.
    Militar não é sinônimo de honestidade!
    Democracia acima de tudo!
    Vamos vota em pessoas que tenho a vida e o passado LIMPO.

  • Luiz Antônio

    Eu até entendo que alguns estejam desconsolados, tristes e irresignados porque o discurso comunista foi irremediavelmente desmoralizado pelos treze anos de governo petista, mas o momento é tão grave, a sociedade está tão impaciente que só um novo Tenente Bezerra, quem sabe um Capitão… para cortar de uma vez por todas as cabeças dos corruptos neste país, metaforicamente falando é claro…

  • Eduardo Lopes

    Perfeito. Assusta-me a quantidade e o nível das pessoas que pensam na intervenção como tábua de salvação.

    Para todo problema complexo existe sempre uma solução simples, elegante e completamente errada. Henry Louis Mencken

  • Rubens Márior

    Tudo isso é o desespero do povo! Afinal, essa tal democracia é totalmente parcial. Quais direitos os pobres têm acesso hoje? Educação? Justiça? Emprego? Será que as nossas eleições são democraticas? Será que algum candidato decente, sem dinheiro, terá condições de se eleger? A única coisa a que temos direito ainda é a fala! Mesmo assim, se falar demais é processado! Será que um pobre que tem o direito democrático de procurar a justiça, terá o mesmo direito de interpor dezenas de recursos que um rico tem? Na verdade, a busca desesperada, ou, despreparada, do povo, é fruto da desconfiança nessas pragas que estão aí nos três poderes, sem condições morais de limpar o país, livrando-nos de todos os politicos e ministros corruptos.
    lembram do Tiririca? … pior não fica! O povo não tem mais para quem apelar!

  • Isaque

    Mas não se pode dizer que “nós os colocamos lá”, até porque a maioria esmagadora ou vende o voto, ou deve favor, ou é enganada facilmente pela mente perversa do político que já é corrupto antes mesmo de ser eleito. Nós só resolveremos o problema do país no voto, quando pelo menos 70% da população for alfabetizada e ter um reforço na grade fundamental sobre assuntos políticos. Até porque muitos são alfabetizados, mas não tem educação politica. Acredito que um governo militar nos dias de hoje não teria motivos para ser comparado ao de outrora. Nós temos um país de imagem forte externamente, e a pressão externa não permitiria atrocidades como dantes. Vai ser muito difícil recolocar o país nos trilhos, se ainda existirem os tais trilhos.

  • Fernando Júnior

    Muito bom comentário, #naoaintetvencaomilitar

  • João B

    Mais do que revolução na educação, precisamos de melhor informação para uma mudança de compreensão e comportamento. Se quem tem informação, responsabilidade e bom senso se cala diante do efeito manada, das ondas influentes nas redes sociais, das fake news e das tentativas de intimidação, a marcha da insensatez só faz crescer.

  • Moura

    As Forças Armadas são a instituição em que a população deposita mais confiança no país hoje, enquanto o Congresso, a Presidência e os partidos políticos caíram em descrédito.

    Pesquisa Datafolha aponta que 40% da população diz confiar muito nas Forças Armadas e 43% confiam um pouco. Outros 15% não confiam e 2% não souberam responder.Fonte Folha de S. Paulo.

    Enquanto vcs estão no campo das palavras discutindo teorias, a educação do país afunda. Então podemos ver na contra mão disso uma eacola coordenada por militares se destacar das dmais. O que pensar então? Conversa resolve? Não meu amigo…a vdd é que estamos cansados, desacreditados no sistema e no governo… e não se vê uma solução nem de longe…Alias ainda existe um pouquinho de esperança na intervenção militar…No seu caso meu nobre amigo, acho bom não orientar que estudem pra saber o que foi o governo militar, pois quem estuda de verdade descobre a verdade.

  • SEM HIPOCRISIA!

    Essa ideia de intervenção está saindo da cabeça dos pobres-de-direita que substituem a política pela politicagem; eles querem tomarem choques de fio terra, experimentar o pau de arara?

    Ontem conversei com alguns e percebi que são verdadeiros analfabetos políticos manipulados pela mídia midiática e algumas seitas protestantes.

    O próximo presidente precisa priorizar a educação desse povo. A desgraça do nosso país é a manipulação dos ignorantes pela mídia midiática capitaneada pela GLOBO SONEGADORA DA VERDADE e os falsos profetas que vivem ás custas dos 10% da rebda dos incultos.

  • Fato

    O fato é que não há um país de base ideológica marxista-leninista (podem chamar de socialismo, comunismo, progressista, o que menos importa é o nome qie dão), que não tenha acabado em ditadura militar.

    Porém tal ideoligia é permitida abertamente no Brasil, e apoiada por muitos jornalistas, inclusive.

    É uma ofensa grave à democracia que vem sendo ignorada, pois levam não apenas a um ditador, mas a um partido único.

    Acho tolice quererem condenar quem pede uma intervenção militar de direita, sem condenar a de esquerda.

    Afinal sabemos o que quis dizer o PT em sua resolução pós-impechment, lamentando não ter intervido nas carreiras militares.

    Não podemos ignorar isso e nem silenciar, como muitos colunistas fazem.

  • Zé mcz

    A verdade é que a situação é deliberadamente confusa propiciada por uma corja de… Que segue rigorosamente a cartilha redigida na terra do sr Sam, num processo acelerado de entrega do patrimônio nacional. E os milicos prestam continência a ele, ou seja só põem o plano tomada se for dado o comando partido de lá. Aliás a experiência passada foi desastrosa. Em todos os sentidos. O que houve na verdade foi um retrocesso, num período no qual o Brasil estava se desenvolvendo, tal qual como ocorreu com o governo escarlate(®Jota Gê), tão condenado pelos coxinhas e coxões e que o país voltou a dar vários passos para trás.
    Profundamente lamentável.

  • Fernando

    Excelente artigo. Como vc bem disse não existe nenhum país desenvolvido que o governo seja militar. França, Alemanha, Holanda, Inglaterra, Belgica, EUA, Japão, Coreia do Sul, Espanha e muito mais, são todos democráticos. Agora os governados por militares: Venezuela (os descendentes do El comandante continuam lá), Coréia do Norte, China e por incrível que pareça(para a maioria) Cuba. Até porque, ninguém aguenta tanto sofrimento e repressão se os “centuriões” não estiverem na linha de frente do governo.

  • Sertanejo Cagota

    Desde a promulgação da CF88 que vivemos numa ditadura, basta ver todos os ex presidentes bilionários e envolvidos em sujeiradas. Intervenção federal é uma coisa e ditadura é outra e esta última nos já vivemos.

  • Sam

    Não estamos em 1964 os tempos são outros o que queremos é ordem e progresso que deixamos de ter a muito tempo por isso essa bagunça e tantos políticos ladrões.

  • Miguel

    O Brasil precisa de gente honesta no poder,que tenham projetos que funcionem para todos… e de uma justiça (STF) que não viva passando a mão na cabeça de quem comete crimes seja la quem for. O exército traria a ordem pra que o progresso pudesse existir!!!acho que o papel das forças armadas seria deveria ser de fiscalização e de manter a ordem. Chega dessa raça que está no poder deitando e rolando as custas da nação!!! Respeito sua opinião Ricardo mas de teorias ja estamos cheios… É preciso ação!!!

  • Alex Brandão

    Pedir intervenção militar numa democracia é fácil. Quero ver é pedir democracia num governo militar. O problema é q nosso sistema político é podre dessa sua formação. Infelizmente não temos saída.

  • Luiz Henrique

    Bom dia Nobre Jornalista, tenho a certeza que até o maior do Exército também pode se corromper e tornar-se corrupto. O mal do Brasil é o brasileiro, não só somente os políticos. Veja que mesmo durante toda essa paralisação, alguns aumentaram o preço de suas mercadorias, visando obter lucro num momento de vulnerabilidade dos outros. Esse país não tem jeito, os três poderes são corruptos, urna eletrônica é manipulada e o povo é alienado. Só Deus pode colocar esse país em ordem e quem sabe a gente possa ter progresso !

  • Ramon Nobre

    Tal pedido, creio eu, se deve ao desespero da sociedade diante dos absurdos, não medem as consequências futuras, esse é um grande problema diante do imediatismo sonhado pelos desinformados. Até arrisco dizer que tudo se deve a baixa qualidade de ensino aliada a falta de cultura, gerando “cidadãos quadrúpedes” intelectualmente.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Respondendo às indagações ou rechaçando-as e objurgando-as em suas assertivas por desconcordar de suas imputações, meu preclaro, perlustrado e perscrutador “Peninha”, saibas que as ditas “vivandeiras” ou “seus filhos”, segundo enquetes das principais News, excedem aos 84% e 87% da população mais jovem, justamente por pensarem num país melhor para a juventude bombardeada pela educação – ou falta desta – da “pátria educadora” sob a égide de Paulo Freire e séquitos doutrinadores escarlates, que abominam à indigitada “ditadura militar”, ainda que venerem Cuba, Venezuela, Bolívia, Nicarágua, Guatemala e etc., só para ficar na América Latina! Senão vejamos!
    “Primeira indagação: em que país do mundo uma intervenção militar promoveu paz, justiça social, liberdade responsável, pôs fim à desenfreada corrupção”?
    Recentemente o Egito, anteriormente Chile e nosso Brasil, quando fomos seguros, tranquilos, desenvolvidos e felizes por ininterruptos 21 anos, e bem sabes disso:
    a) http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/11/eramos-felizes-ah-como-eramos-felizes.html, e;
    b) http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/03/preito-de-eterna-gratidao-aos-militares.html.
    – “Falsificar o passado é o método que a esquerda usa para produzir o futuro”. – Nicolás Gómez Dávila.
    A pergunta há de ser devolvida: em que país do planeta o comunismo/socialismo (dos atuais progressistas) se teve a “promoção da paz, justiça social, liberdade responsável e pôs fim à desenfreada corrupção”? – Na íntegra in http://gouveiacel.blogspot.com.br/2018/05/as-vivandeiras-ou-juventude-que-pensa.html
    Abr 😉 🙂
    *JG

    • PIJAMA de general desmamatado da Petrobrás: Vaca FARDADA 1º abril 1964

      Êita boca TRONXA pendurada no osso da PEDRITA … rsRs
      VONTADE inconfessa de retorno ao Brasil de Garratazu? Aquele josta DITADOR de plantão 1969-1974, serviçal da marolinha democrÔta 1964-1985? … Kkkkk
      Vamos com CUIDADO … ‘Pedir intervenção militar DESMORALIZA o bom caminhoneiro’
      [Seu ZÉ, 76 de IDADE], http://www.abcam.org.br
      Sr JOSÉ da Fonseca Lopes, que fez a 1ª GREVE de caminhoneiros em 1974.
      HABILITADO 1960’s, preside a Ass Brasileira CAMINHONEIROS, [email protected]! [28mai18] https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/05/pedir-intervencao-militar-desmoraliza-o-bom-caminhoneiro-diz-lider.shtml

      • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

        Ah! Certo! É a retórica da tríade de sempre: “democracia, eleições e partidos” são as ferramentas imprescindíveis, elementares, fundamentais e essenciais aos comunistas/socialistas/leninistas/stalinistas/gramscistas/progressistas, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/11/condenacao-de-taturanas-nao-passa-de.html
        “Quanto aos militares, ele têm uma missão constitucional fundamental, da qual não podemos abrir mão. Mas o exercício do poder político sem o voto não faz parte do que deles podemos exigir e esperar”.
        A ver: https://www.youtube.com/watch?v=mFOjbJ_m5U8
        Palavras de um leitor sobre o vídeo: “EU TENTO MESMO ENTENDER COMO UM DITADOR É ELEITO PELO CONGRESSO NACIONAL, E TODO ANO TINHA CARNAVAL, SHOWS, FUTEBOL DO MELHOR, PRAIA, CLUBES, ELEIÇÕES DE QUATRO EM QUATRO ANOS E, ACIMA DE TUDO, SEGURANÇA, SAÚDE E EDUCAÇÃO, SENDO QUE, SEGUNDO OS ESQUERDISTAS LIMITADOS DE PENSAMENTO, “TODOS” OS DIREITOS DO POVO FORAM CASSADOS” (Sic.)

        A anelada, instada, rogada, implorada e exigida INTERVENÇÃO MARCIAL CASTRENSE FEDERALIZADA é provisória, temporária e limitada, por 180 dias ou 24 meses, no máximo, enquanto durar o processo no STM – Corte Marcial, em face dos crimes de lesa-pátria, e eventual realização de eleições diretas, abertas, públicas, transparentes e votação em cédulas ou votos impressos!

        “Quem pensa assim não pensa no país.” (Sic.) In http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2018/05/28/pela-invervencao-ja-da-educacao-no-brasil/

        Enfim, quem tem pensado no país são os esquerdistas de esquerda e à esquerda, nós pensamos no cidadão, cidadã, povo, nação e Pátria Amada Brasil! País é chão, terra, território!
        Abr
        *JG
        P.S.: Postado in http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2018/05/28/pela-invervencao-ja-da-educacao-no-brasil/

    • Luiz Antônio

      Exatamente, foi a hegemonização do pensamento nas universidades, escolas e redações que emburreceu toda uma geração e pariu o PT, o regime não foi ditatorial, ele evitou uma ditadura, tanto que todos os comunistas ficaram aí pra contar a história e tonar o poder!

      • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

        Sempre direto, claro, preciso, incisivo senão cirúrgico e no ponto, parabéns preclaro Luiz Antônio!
        Entrementes, ouso adicionar o seguinte, a saber:
        7- Manter o público na ignorância e na mediocridade – Fazer com que o público seja incapaz de compreender as tecnologias e os métodos utilizados para seu controle e sua escravidão.
        “A qualidade da educação dada às classes sociais inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância da ignorância que paira entre as classes inferiores e as classes sociais superiores seja e permaneça impossível de ser revertida por estas classes mais baixas”.
        8. Estimular o público a ser complacente com a mediocridade: Promover ao público a crer que é moda o ato de ser estúpido, vulgar e inculto. Introduzir a ideia de que quem argumenta demais e pensa demais é chato e mau humorado, que lhe falta humor de sorrir das mazelas da vida. (Sic.)
        Assim as pessoas vivem superficialmente, sem se aprofundar em nada e sempre ter uma piadinha para se safar do aprofundamento necessário a questões maiores.
        A ideia é tornar qualquer aprofundamento como sendo desnecessário. Pois qualquer aprofundamento sério e lúcido sobre um assunto pode derrubar sistemas criados para enganar a multidão. – Na íntegra in http://gouveiacel.blogspot.com/2018/05/tudo-como-urdido-tramado-e-tecido-no.html
        Abr
        *JG

  • Alfredo

    Ignorar o FORO DE São Paulo é triste. A mídia tá pagando caro e fomentando uma herança maldita para o país! DEUS salve as Américas! Agora é Trump!!!Só com muita droga mesmo. lícita ou não!(Esta, parece a preferência).