Pouco depois de deixar a prisão, onde passou quase um ano, o ex-prefeito de Canapi, Celso Luiz, se depara com um novo embate político.

O irmão dele, Tenorinho Malta, se filiou ao PP, atraído pelo arqui-inimigo dos Calheiros, Arthur Lira.

A cobrança chegou ao ex-deputado e aliado da vida (quase) toda, com o argumento de que Celso Luiz recebeu forte apoio do senador Renan no período em que esteve preso.

O filho dele, aliás, pré-candidato a deputado estadual, está filiado ao PRTB – de Adeilson Bezerra – e pretende disputar uma vaga na Assembleia Legislativa.

Os palacianos já sinalizaram que não há mais clima para manter a “amizade”.

Renan Filho manda recado para Marx Beltrão devolver cargos no governo
Tucanos racham, e Téo pressiona Rodrigo Cunha a disputar o Senado
  • JEu

    Como diz o dito popular: amigos, amigos, negócios à parte…!!! mas parece que os Reinões não concordam… mais uma “briga de cachorro grande”… quanto mais brigarem, mais divisão nos votos… assim fica mais fácil para outros candidatos, como Rodrigo Cunha, Heloísa Helena e Eduardo Tavares…

    • Feliz

      O pp de Mata grande quem preside é a família Brandão,recebe tenorinho de braços abertos, com o apoio de arthur Lyra e benedito de Lyra,isso é a vigança do Celso Luís ter sido abandonado no presídio, pelos Calheiros,a gora vai ter muita gente com raiva porque o irmão está no partido dos Brandão em
      Mata Grande…

  • Antonio Carlos Barbosa

    Todos iguais, meramente briga pelo poder, nada que a sociedade tenha proveito, tanto faz de um lado como do outro, o povo perde.

  • Nadson

    Celso Luís = nada

    É um insignificante que viu o poder passar pelas mãos como areia entre os dedos.

    Já era, não tem prestígio para nada.