A reunião das associações militares, hoje, com o governo do Estado tem tudo para ser decisiva.

E acho que toda a sociedade alagoana tem de torcer para que o acordo aconteça.

O Palácio já avançou na sua proposta: agora oferece 12% de reajuste para a tropa – de forma geral (além do IPCA deste ano). E, é claro, ninguém que trate a questão com seriedade, fora dos quartéis, considera factível o reajuste de 29% reivindicado pelos militares.

Não que eles não mereçam, mas há um limite legal para os cofres públicos, o que não pode ser desdenhado.

É possível, sim, melhorar a proposta, segundo disseram ao blog algumas lideranças da PM.

Por exemplo: o governo conceder algum reajuste já em janeiro e reduzir os intervalos das demais parcelas que compõem o percentual proposto.

Caso o entendimento não chegue, a Segurança Pública já projeta número nada bons para a violência em Alagoas este mês – confirmando o que já aparece como tendência.

Se a unidade mais atingida pelo movimento até agora foi a Força-Tarefa – que é um trabalho voluntário para o policial de folga -, há outros sinais preocupantes para a cúpula da PM e, claro, para o cidadão comum.

Os homicídios em Arapiraca estão crescendo celeremente, se compararmos com os outros meses deste ano.

Em Maceió, a apreensão de armas despencou e os assaltos a coletivo subiram.

Só no Clima Bom já foram registrados – até ontem – cinco assassinatos, em abril.

Veja alguns números de homicídios em Alagoas até ontem:

  • Maceió – 40
  • Arapiraca – 15
  • Coruripe – 6
  • Pilar – 6  

Todos acima da média este ano, e esta é apenas uma parte do problema que vai ganhando uma dimensão indesejada.

Paulatinamente, as “forças ordinárias” estão reduzindo a pressão sobre a criminalidade, com a desmotivação.

O ganho do governo Renan Filho na Segurança Pública, área com maior investimento em viaturas e material, é responsável, diretamente, pelos bons índices de aprovação obtidos até agora.

Não dá para abrir mão de tais conquistas.

 

Eleições: PF cria grupo de repressão aos crimes cibernéticos em Alagoas
Desembargador José Carlos Malta manda soltar a jornalista Maria Aparecida
  • wal

    ( Ricardo não seja generoso faltou RIO LARGO ). bem;
    1) RENAN FILHO do PAI, foi prefeito do reduto de MURICI, por 8 anos e nada.
    2) Nesses 8 anos,residia em Brasília,ou seja nunca pisou na cidade-MURICI.
    3) Seu pai REINAN,tem dezenas de processos por roubos de dinheiro do povo.
    4) Acabou com o SOPÃO, programa que dava sopa aos mais pobres dos + pobres,em Maceió.
    Agora; o que levou vocês funcionários do estado a votarem neste cidadão RENAN FILHO ????????????????????????????????
    Santa paciência…

  • JEu

    Creio que o problema se resume nas parcelas da proposta do governo… para os delegados, os 29% serão implantados em janeiro/2019, em parcela única (a confirmar, pois foi o que ouvi)… já para a PM quer dar 12% parcelado até 2022… ou seja, por que não “igualar” pelo menos, na concessão do percentual?!!! ou seja, dar o reajuste de 12% de uma vez em janeiro/2019?!!! é só questão de coerência mínima, o que parece que o governo do mininim não tem…

    • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

      O HOMEM SÁBIO APRENDE COM OS SOFRIMENTOS ALHEIOS
      Joilson Gouveia*
      O comentário do leitor denominado de “JEu”, abaixo transcrito, pontua o nó górdio, o busílis, a mixórdia e a quizila do imbróglio e/ou da contenda servidores públicos militares estaduais, ativos, inativos e pensionistas versus suserano:
      “Creio que o problema se resume nas parcelas da proposta do governo… para os delegados, os 29% serão implantados em janeiro/2019, em parcela única (a confirmar, pois foi o que ouvi)… já para a PM quer dar 12% parcelado até 2022… ou seja, por que não “igualar” pelo menos, na concessão do percentual?!!! ou seja, dar o reajuste de 12% de uma vez em janeiro/2019?!!! é só questão de coerência mínima, o que parece que o governo do mininim não tem…” – (Sic.)
      De mais a mais, ei o que estabelece o inciso X, do Art. 37, da Carta Cidadã, a saber:”X – a remuneração dos servidores públicos e o subsídio de que trata o § 4º do Art.39 somente poderão ser fixados ou alterados por lei específica, observada a iniciativa privativa em cada caso, assegurada revisão geral anual, sempre na mesma data e sem distinção de índices;”
      Portanto, mais claro impossível, o dispositivo é de uma clareza solar insofismável! Aliás, sobre o mister, insto aos leitores acessarem, visitarem e lerem ao seguinte, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/05/doar-migalhas-ou-obolos-parcelados.html; cujos excertos convém trasladar aqui, a ver: “Ademais, o Art. 37, incisos X e XI c/c o Art. 40, §8°, todos da CF/88, são bastantes claros quanto aos REAJUSTES ANUAIS dos subsídios dos servidores públicos da Administração Direta, na assegurada revisão geral anual, sempre na mesma data e sem distinção de índices, conforme se pode inferir, a saber:
      (…)
      §8º Observado o disposto no Art.37, XI, os proventos de aposentadoria e as pensões serão revistos na mesma proporção e na mesma data, sempre que se modificar a remuneração dos servidores em atividade, sendo também estendidos aos aposentados e aos pensionistas quaisquer benefícios ou vantagens posteriormente concedidos aos servidores em atividade, inclusive quando decorrentes da transformação ou reclassificação do cargo ou função em que se deu a aposentadoria ou que serviu de referência para a concessão da pensão, na forma da lei.”
      Entrementes, alguns incautos, ignaros, ignotos ou subliteratos desavisados, indignados e contrariados com nossa luta legítima à ISONOMIA [pelos mesmos índices confirmados aos congêneres policiais (delegados – 29%) e aos parlamentares (26% ou 28%) e ao fisco], os quais devem ser extensivos a todos os servidores públicos da Administração Direta, como determina o Art. 37, X, da CF/88, dão seus achismos, pitacos, palpites e doxas contrários, inclusive dizendo ser “ano eleitoral”, o que inviabilizaria referida pugna pela ISNOMIA de referidos índices. Parvoíces! Tolices de tolos!
      O Blog do Peninha, nesse sentido, dirimiu tais ilações, a saber:
      “O advogado Marcelo Brabo, especialista em Direito Eleitoral, garante que a resolução do TSE sobre o tema não proíbe a concessão de reajuste para os servidores públicos este ano:
      – O que ela não permite é que o reajuste concedido seja acima da inflação. Com o detalhe: pode acumular – desde seja apresentado um estudo técnico sobre o assunto – o IPCA dos anos anterior, quando houver comprovada defasagem. Claro, este é um processo que deve passar pela Assembleia Legislativa, se tornando uma lei específica”. – In http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2018/04/18/marcelo-brabo-resolucao-do-tse-nao-proibe-reajuste-de-servidores-este-ano/
      Enfim, dissertamos sobre o tema em variadas edições, mormente relembrando sobre o CAOS havido no Estado do Espírito Santo, pelo qual não devemos passar e urge evitar: Platão: “O homem inteligente aprende com seus próprios sofrimentos; O homem sábio aprende com os sofrimentos alheios”. Na íntegra in http://gouveiacel.blogspot.com.br/2018/04/o-discernimento-e-coisa-de-e-para-um.html. Não precisamos nem devemos sofrer semelhante CAOS ao do Espírito Santo, se tivermos um Estadista; claro!
      Abr
      *JG
      P.S.: Postado in http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2018/04/26/mobilizacao-da-pm-ja-sinaliza-para-aumento-da-criminalidade-em-abril/

  • Gerson

    A violência já é gritante. Aumentaram os assassintatos, roubos a pessoas e veículos. O secretário de segurança inoperante e sem credibilidade, pq nunca foi numa operação e um cmt da PM que foi assaltado. Quer mais????

  • Soldado realista

    O governador Renan deveria dar o aumento de 30% apenas para os soldados, cabos e sargentos. Os oficiais não fazem nada e já ganham um salário enorme. Para que dá mais aumento a um coronel que já ganha mais de 22 mil reais?? O governo deveria pegar esse dinheiro e aumentar a proposta para nós soldados, pois somos nós que carregamos a PM nas costas e não os oficiais que ficam nas suas salas com ar-condicionado apenas dando entrevista. O soldado é que está na rua e faz tudo. Isso é o certo. Se o salário do coronel for para R$ 30 mil como eles querem não vai sobrar nada para nós soldados e cabos.

    • carlos

      Se não vai sobrar nada para os soldados,que pouco ou muito vem tendo alguma reposição! Avalie para os pobres dos pobres dos servidores públicos ,que não tem poder de barganha e sonha que o impossível de uma dia conhecer um governador que sabe o que ser humanizado. É crise dependendo! Só não existe crise para o judiciário e para os deputados se lambuzarem dos milhões acima do necessário do duodécimo para o casa do inimigo número do povo.

    • Coronel

      Caro soldado, pense positivo. Caso nós coronéis tenhamos o aumento para R$ 30 mil (trinta mil reais), o salário de vocês soldados vai para mais de R$ 6.500,00 (e vocês são apenas nível médio). Vamos juntos arrancar esse bom aumento do governo. Não abriremos mão de 30% de aumento integral para janeiro de 2019. Somos 8 mil homens e podemos pressionar muito o governo para ganhar o melhor salário do Brasil… Tenha fé!!!

      • Advogado Sílvio

        Isso é LOUCURA: um coronel querer ganhar R$ 30.000,00 é um total absurdo. Esse é o salário médio das carreiras jurídicas de Estado: Juiz, Promotor Público, Procurador de Estado, Delegado de Polícia e Defensor Público. Essas são as carreiras exclusiva de bacharéis em direito e com concursos públicos dificílimos. Além disso são poucos ocupantes destes cargos de Carreira Jurídica no nosso Estado (apenas 250 juízes, 250 promotores, 120 delegados, 80 defensores). Mas na PM são quase 10.000 (dez mil) homens. Se o governador der um aumento desse para os militares QUEBRA o estado e vai fazer Alagoas volta para o BURACO para nunca mais sair… Pelo amor de Deus!!!

      • SOLDADO

        Lamento o seu pensar, coronel. Soldados,em maioria,tem nível superior. Em que ano pensa o senhor que estás?

        • Carlos

          Tem curso superior mas não desempenha a função de nível superior! Se assim for é disvio de função! Nesse caso me escrevo num concurso de nível elementar e após ser nomeado quero o salário de nível superior,por ter o curso. Assim é golpe

    • Marcps

      Meu Deus!!!!, você faz parte mesmo da PM. porque se fizer pense na classe Polícia Militar e não em você, pensando assim é que a Polícia esta desse jeito, polícia unida sairão todos vencedores, hj vc é Soldado mas amanhã vc poderá esta na classe dos oficiais sera que vc irá pensar assim?

    • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

      Sou capaz de apostar que não és “soldado” nem mesmo “realista”!
      Aliás, sequer conheces o escalonamento vertical dos subsídios dos castrenses estaduais!
      Inclusive, sequer leu ao esposado acima, o que é lamentável!
      Abr
      *JG

  • Autoridade Policial

    Ricardo, essa informação de aumento da violência não tem relação com a”paralisão” dos Militares. Não tem porque não houve aumento se comparado ao ano anterior (padrão usado pelo governo). Pelo contrário, os índices têm reduzido no Estado e na capital. Fogem a esta redução as cidades de Rio Largo, Pilar e Arapiraca, que por conta da guerra entre facções vêm com altos índices de CVLI desde dezembro passado, antes mesmo de qualquer movimento “grevista” da PM. Não há dúvidas que os militares são importantes no combate ao crime. Eles fazem o trabalho ostensivo. Todavia, a Polícia Judiciária vem trabalhando forte, fazendo o trabalho investigativo (velado) e levando ao Judiciário diversas representações por mandados de prisão e busca, porém não aparece aos olhos da mídia e, por isso, não é tão destacada, inclusive neste espaço. Os casos não se resolvem por si sós, caro jornalista. Carecem de um trabalho árduo e diário até que se chegue a bom termo e culmine com as prisões. Vide o caso do advogado morto na Ponta Verde (autores presos), e com robustas provas que logo serão apresentadas à imprensa e à sociedade. Na mesma linha, os casos das mortes dos vereadores de Batalha, fruto de incansável trabalho investigativo. Sem falar nos inúmeros IPs de mortes de anônimos que são encerrados mensalmente e resultam em operações como a de hoje (mais de 20 presos) e no Pilar ontem (8 presos). A segurança pública não se resume ao trabalho ostensivo. Este espaço nem sempre é voluntarioso com o importante da papel da Polícia Civil alagoana. Conte conosco, estamos para servir a todos.

    • maceio pede segurança

      Tem sim tudo haver os assalto no litoral norte ta de mas e outras as pessoas inocentes que estão sendo vítima de violência porque não temos segurança em maceio. Tudo por conta da paralisação e a sociedade não tem que a poiar o que ta prejudicado a propia sociedade. No final de tudo sociedade é quem sofre. Não posso de forma alguma ver meus vizinhos ser assaltado e vitima de violência e grita que so a favor dessa paralisação não so doido e nem sem juízo. Então que haja um bom censo e que isso vem se resolver. Vocês tão deixando a sociedade ser massacrada com esse problema com o governador. Nossa maceio não merece isso. Que haja um acordo já. Nada justifica o sofrimento da sociedade hoje. Se isso continuar então que haja uma intervenção militar ja. Bota o exercito pra fazer nossa segurança. E cabosse ai pode ficar brincando de acordo.

    • Ricardo observador

      Trabalhando forte kkkkkkkkkkkkkkkk essa foi boa kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • É assim que se faz!!!

    “Governo de Tocantins exonera quase três mil funcionários entre comissionados e temporários,a medida é parte do pacote de corte de gastos públicos. A expectativa é economizar até 36 milhões com folha de pagamento.Apesar de todas as exonerações, o palacio afirmou que nenhum serviço publico será afetado pelos cortes” Se fosse por essas bandas essa redução daria pra dar aumento a muitos profissionais e utilizar para outras coisas necessarias para a população.

    • É assim que se faz parte II

      Ainda em Tocantins… Exoneração de servidores de alto escalão: Secretario de saúde, presidente agencia de saneamento, o comandante geral da policia militar, o secretario de estado e cidadania e justiça e o procurador geral do estado, secretários, subsecretários, presidentes e vice-presidentes são alguns dos exonerados. O mesmo aconteceu na Prefeitura de Tocantins onde o prefeito renunciou o cargo.

  • fabio

    Os delegados que ganharam 4 mil reais aumento. Manda eles pra rua prender bandidos.

    • Delegado

      Só quem prende somos nós amigo! Leve pra delegacia que se o delegado entender que não há crime, o indivíduo não está peso. Recolha-se a sua função de tentar evitar que o crime ocorra pq até então vcs tem fracassado.

      • fabio

        pelo menos a maioria dos soldados nao são vendidos politicamente como todos os delegados.

      • Trabalho árduo

        80% dos 61 mil homicídios no Brasil não é elucidado. (a concordância da porcentagem é no singular). Se um PM não te leva um preso, quem hás de prender? Vocês ainda têm coragem de chamar isso de trabalho árduo. Trabalho árduo, parece-me, é trocar tiros.

      • Pronto, falei !

        Realmente “alguns” de vcs prendem.Infelizmente, outros, nem nas delegacias aparecem.E isto nos dias dos seus plantões, viu ? E quem não sabe disso ?

  • carlos

    Governo mimado e se acha “inteligente”,barganhando valores menores possíveis para se sentir poderoso que tem poder e sem se importar com a miséria dos servidores públicos. Na primeira negociação com os servidores públicos onde a reposição era 7%,só concedeu ou melhor determinou 5%,que era para ser no mês de maio e empurrou para o mês de junho e assim mesmo em três suaves prestações.

  • Pronto, falei !

    Cada classe com o seu valor e sua importância.O valor e a importância de cada classe se mede pela sua ausência.Portanto, é bastante notável o valor que tem a PM, não só em Alagoas, mas em todo o Brasil.Convenhamos que existem instituições que quando param, pouca falta fazem.Falei “pouca”, pq como falei no início, faz falta também, mas não tanta como no caso da PM.
    O que não dá pra entender é pq sempre que a PM senta pra negociar com qualquer governo o discurso é sempre o mesmo:”falta dinheiro”.Queria entender pq nunca falta dinheiro pra desvios de verba pública ou para gratificações pra quem é apadrinhado e não trabalha.

  • José

    Um reajuste para 2019, 2020, 2021 e 2022 não é reajuste, é pura enganação!!!

  • Rei. R

    E caro reporte vc diz bem qdo fala o q eles dizem,limite fiscal so para os PM? Esse aumento no indice da violencia mistra qto a PM e de grande importacia onde o governo nao da inportancia para essa clase.
    Se os PM tivesse coragem de eleger um dep. Estadual e um Federal de dentro da PM. AI EU QRIA VER COM OS GOVERNO IRIA DA VALOR!

  • Combatente

    Interessante é falar da questão da violência na nossa capital olhando o foco que lhe convém, um exemplo da falta que a polícia militar faz é só olhar o que aconteceu no Espírito Santo, a base da sociedade é quem sofre com o pé no freio da polícia militar, pois a polícia administrativa além de fazer o seu serviço ainda faz a atribuição da polícia judiciária por diversas vezes a exemplo da segunda seção, onde existe um núcleo de investigação da pmal que possui uma eficácia enorme em nossa sociedade sei da importância dos outros órgãos que compõe a segurança pública do nosso estado porém a polícia militar é o pilar da segurança pública!!!!!

  • Polícia Municipal já!

    Vamos cobrar dos parlamentares que transformem as Guardas Municipais em Polícias Municipais Ostensivas Comunitárias.

    Não haveria como ter greve em todos os municípios, e uma crise em âmbito municipal seria melhor resolvida e gerenciada.

    Assim, na questão ostensiva, haveria melhor segurança para a população que não ficaria abandonada em uma greve da Polícia Militar.

  • Observador

    Bem,se não houve aumento, então, especificamente este mês o estado deixou de reduzir os homicídios, ou deixará de reduzir. Ano passado em abril foram 142 homicídios e estamos com 116. Com o final de semana, feriadão se aproximando, vamos ver se realmente não chega próximo, ou iguala à marca do ano passado. A média percentual de redução mensal estava na casa dos 30%. Fazendo uma previsão com a média diária do mês atual, é possível dizer que se houver redução será pífia. Na casa dos 5%, no máximo. E olhe que a PM apenas começou a reduzir os trabalhos no dia 12/04. No primeiro mês cheio com a PM trabalhando devagar, pode ter certeza que vai estourar. O nobre trabalho investigativo por si e a curto/médio prazo não inibe o cometimento de novos crimes. O serviço preventivo sim. É só pagar e esperar pra ver.

  • Leandro

    Esse governo alega que o Estado é pobre e não tem condições de fornecer aumento ao servidor militar, mas para outras categorias da segurança pública oferece quase 30 por cento em um único mês.
    Os militares querem tratamento isonomico, pois qualquer falta de.diálogo demonstra a forma depreciativa que o atual secretário vem tratando com a pm.

  • carlos.santos

    Cada classe só olha pro seu umbigo, querendo cada uma certa porcentagem de aumento, e se acontecer como aconteceu no sul? receberem o salario do mês em parcelas, ai é que vão xingar o governo. tem que ter aumento tem, agora querer acima do que p governo pode é demais.

  • Ninguém é insubstituível!

    Ninguém é insubstituível, o povo não pode ficar à mercê de negociações, pois vidas estão em jogo.

    Já passou da hora dos Governadores e Prefeitos irem a Brasília apoiar a criação das polícias municipais ostensivas.

    Além disso, existe a Força Nacional e o Exército.

    O que não pode existir é esse clima de incerteza, pois amanhã pode ter mais uma greve pra ter salário igual ministro do supremo…

  • Auxiliar de enfermagem

    Governador, dê 12% pra Saúde e Educação também! O Estado não é feito só de militares!

    Eu sou auxiliar de enfermagem e quero ganhar igual a um médico! Quero tratamento isonômico também!

    • Servidor da Saúde Mendigo

      Qualquer hora os coronéis vão querer equiparação salarial com os ministros do Supremo Tribunal Federal…Kkkkkkkkkk Desse jeito Alagoas quebra mesmo…

  • Sd PM

    São 38 coronéis no total. 30 na PM e 8 no CBM. Menos impacto que o aumento dos delegados, que são 136 ao todo. Não podemos generalizar o número de coronéis com o efetivo integral das duas forças auxiliares que dá em torno de 1116 bombeiros e 6483 policiais militares. 7599 militares na ativa. Quem quiser acessar esses dados, eles estão disponíveis no portal da transparência e são públicos. Voltando ao assunto inicial, o efetivo de oficiais de alta patente é baixo. Uma observação que quero fazer é que financeiramente o coronel jamais ganhará 30 mil pelo simples fato de o teto redutor ser a remuneração do governador do estado, que é de 23 mil. Então, pode até ser 30 mil, mas vai receber os mesmos 17 mil líquidos que já recebem hoje. A diferença é que para o resto da tropa, que é fração da remuneração do coronel, o aumento valerá à pena. E é mínimo, considerando que as duas corporações juntas dão dispêndio de aproximadamente 35 milhões em remuneração e isso também está disponível no portal e é público. Que grandes impactos pode causar a essa soma irrisória, quando o estado gasta muito mais em áreas menos importantes. São 2315 comissionados no estado que entraram com indicação política e eles representam mais de cinco milhões de reais todos os meses. Será que não dá pra priorizar o que é mais importante?

    • Sd PM

      Tem tanto comissionados quanto bombeiros e policiais civis somados no estado de Alagoas… Palmas! Tu dum, ts!

  • Lailton Lobo

    Os policiais militares são os grandes heróis de diminuição da criminalidade de Alagoas. Aí vem o governador e dar 29% aos delegados, aos policiais civis e agentes penitenciários que apesar de mereceram nao são eles que carregam nas costas a segurança pública que são os PMs.vem o desgovernado oferecer 10% parcelados em 4 anos. Isso sim é uma falta de respeito e irresponsabilidade. Valorização ja sem mentir com propagandas.

    • Antonia

      Claro que sim, Alagoas tá uma Suíça! Tudo graças a quem “carrega a segurança nas costas”. Kkkkkkkk

  • Ser justo

    Os policiais militares são uma “classe especial” de servidores públicos, só que essa mesma classe de funcionários especiais,se não carteira assinada, não tem adicional noturno,hora extra, não pode exercer outra atividade profissional, não tem insalubridade e o policial é considerado de serviço 24h por dia,ou e vive sob a égide de um regulamento rígido, portanto,por tudo isso, devia ser bem remunerado.
    Políticos é o inverso de tudo isso e muito mais,o resto é balela.

    • Marinita

      Merecedora de valorização sim, aliás, todos são. Agora quando uma categoria, pelo simples fato de ser militar, se considera “especial” e acima das demais, isso se torna perigoso, pois assim nasceram as ditaduras. Toda atenção é pouca!

  • Contribuinte comerciário

    Pessoal alguém precisa informar que 2+2=4 e não =5. Os soldados já ganham bem demais para o nível médio. O povo não tá apoiando isso.

    Minha mãe é funcionária da Saúde, exposta à insalubridade e com cargo de nível superior e ganha menos de dois mil. Agora ela corre risco de nem receber salário se o aumento dos PMs quebrar o Estado.

    • Stive

      O soldado trabalha 48h semanais(sem direito a hora extra), quando no contra cheque fala em carga horária de 40h semanais…

  • essencial

    Cada um use os meios necessarios para conseguir os seus objetivos,e torçam para que nao haja uma paralisaçao total da PM ,porque se assim acontecer ,o estado para,ja vimos esse filme em outros estados.

    • Leitora

      A vida do povo não é moeda de troca! Você escolheu uma profissão que por lei é proibida de fazer greve.
      Existem outras formas de negociação.
      PMs de outros Estados mais ricos que Alagoas ganham bem menos que vocês.

      • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

        ERRATA AO ANTERIOR
        Vida nenhuma deve ser usada como “moeda de troca”, cara “leitora” – nenhuma, entendeu? Inclusive, a nossa enquanto briosos. 😉
        O veto ao exercício ao sacrossanto direito à greve, já nos torna uma “subespécie” ou “subclasse” ou desprovidos de direitos consagrados aos demais servidores, não? O que é uma odiosa, perversa e revanchista discriminação, que nos torna escravos ou desprovido de voz e reclamos.
        Há “outras formas de negociação”? Demonstre-nos quais, por favor?
        Infelizmente, não vivemos nesses outros estados – o que se faz ou se deixa de fazer o vizinho não nos diz respeito; entendes?
        Abr
        *JG
        P.S.: ajude-nos a ajudá-la! 😉

    • Patrícia

      Eu torço é pra que seja criada outra polícia pq com essas ameaças de paralisação total vcs tem mostrado q não têm nenhum compromisso com a população que paga os impostos e os seus bons salários atuais.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    ERRATA AO ANTERIOR
    Achas que os briosos também NÃO pagam impostos?
    Ora, todos pagamos impostos, tributos, taxas e contribuições e serviços, mas o arrecadado NÃO se tem prestado aos seus fins, mormente quando se protela, posterga e procrastina, olvida ou descumpre às Leis, Estatutos e constituições, que determinam os mesmos índices e mesma data, anualmente, aos REAJUSTES SALARIAS.
    Anualmente, entendeu? Desenhando: significa dizer todos os anos; mas o senhor feudal tem sido recalcitrante, leniente e omisso ao NÃO-PAGAR e/ou parcelar ou DAR índices dispares, diversos e diferenciados; sabias?
    Outra “polícia” já há: não vês os “amarelinhos”? [Ilegítima, ilícita, ilegal, esdrúxula, anômala e inconstitucional tal e qual àquela Força Nacional”] Inclusive, uns “ganham” R$ 180,00 e outros R$ 120,00 pelos mesmos “serviços”; sabias?
    Abr
    *JG