A decisão sobre a escolha do candidato a vice de Renan Filho só deve acontecer no próximo semestre, mas esta é a principal dor de cabeça do governador até lá.

Hoje sem concorrente ao Palácio República dos Palmares, ele já mira para 2022, como é próprio de quem está e quer se manter no poder.

Acontecerá daqui a quatro anos uma disputa que promete incendiar, politicamente, Alagoas: Renan Filho x Collor na briga pela única vaga disponível no Senado Federal.

O vice, portanto, há de ser alguém que não trema diante do ex-presidente, ao mesmo tempo em que seja palatável a elle na composição de agora – evitando antecipar a disputa.

Luciano Barbosa, o atual vice, ganhou a chance de se manter onde está depois da desistência de Rui Palmeira.

Resta saber como Collor receberia sua manutenção no posto que ele, Barbosa, há de ocupar quando 2022 chegar.

Janela da infidelidade: tucano Pedro Vilela está entre o PR e o PPS
'Órfãos de Rui Palmeira', partidos de oposição tentam se reorganizar
  • carlos

    Aqui em Coruripe,já se comentam que o clã,no comando do João Beltrão,vai fazer apelo com pedido de desculpa para Marx Beltrão,seja o vice do Renan Filho! Só tem um detalhe Collor é no momento amigo de “infância ” dos Beltrões.

    • Eleitor

      Mata grande, vota Renan filho, com o apoio de frank lou,para melhorar o rumo do município.

  • COLLOR/ALFREDO/BIU!!!

    Uma chapa com COLLOR GOVERNADOR mais ALFREDO GASPAR DE MENDONÇA e BIU DE LIRA SENADORES, vai deixar os Calheiros dormindo pouco!!! COLLOR ganha, ALFREDO ganha e BIU DE LIRA pode repetir o ter mais votos que RENAN!!!

  • JEu

    É sempre assim: “composição, negociata, arranjos, alianças e arrumações”… tudo pelo poder… tudo pela permanência no foro privilegiado e pela “manta” da im(p)unidade parlamentar… é só olhar para o STF… afinal, ontem foi o dia em que os ministros do STF (em sua maioria) decidiram publicamente de que lado estão… ou seja, o lado da impunidade
    e da total desmoralização do judiciário nacional… tudo em prol de uma causa: continuar recebendo as “benesses” da politicagem do país… como diz um jornalista: isso é uma vergonha… vergonnnnnnnnha!!!!!

  • Julio Porto

    Olha o nível da política em Alagoas. Uma disputa de renan, filho ou pai, é tudo a mesma coisa, e collor de mello. Será que um dia esse povo não vei ter vergonha de si mesmo, por ter mantido políticos desse naipe nos principais cargos públicos representativos do Estado? Serã que não vão enxergar que estão lá, como senadores, há anos e anos, e Alagoas continua o pior [ou o 2º pior] estado do Brasil nos indicadores sociais e econômicos. A culpa é deles. Ou não fazem nada pelo Estado ou são incompetentes. E ambos já tiveram muito poder na República e poderiam ter mudado a face do Estado. Um exemplo pequeno: De Natal à fronteira de Pernambuco com Alagoas a rodovia federal tá toda duplicada há anos, enquanto a parte em Alagoas amarga uma situação ridícula. Nem esse “ministro” quintella, fez nada, salvo fazer o acesso para Murici. Ainda quer ser senador? Acordem Alagoanos!!!!

  • De olho!

    Amigo Ricardo, só faltou falar que na eleição de 2022 o renan pai vai ser candidato a governador, para substituir o filho. E ainda perguntando a razão do atraso de Alagoas!

    • Jorge

      A legislação eleitoral não permite.

      • Não acredito na Justiça!

        Já avisaram ao STF?

      • Eduardo

        Permite. Para ser candidato ao Senado, Renan Filho renunciará o cargo, assumindo e tornando-se governador de Fato seu vice. Não haveria sucessão de parentes, o que é impedido por lei. Renan pai seria o sucessor do vice governador eleito em 2018.

  • Alagoas não é Murici!

    FILHO DO RENAN CALHEIROS X FILHO DO ARNON DE MELLO?

    Quem ganha não sei!

    Com certeza quem perde é o Estado de Alagoas, como sempre!

  • Flexaldecima

    O jogo de xadrez está tá difícil de se entender,entendo muito pouco, fico só de butuca,mas na minha humilde opinião,o Collorido que tomou o dinheiro do povo,não ganha para presidente, só vota nele quem não o conhece,ou quem é tolo. em Arapiraca quem “manda”é o vice Luciano Barbosa,acho que ele deveria continuar como vice governador,mas como o jogo é bruto,tudo pode acontecer.

  • Alagoano

    Se Collor for candidato ao governo, será o fim dos Calheiros.
    Alfredo e Bio nessa chapa serão senadores eleitos.

    • Carlos

      Será fim , tanto como tanto fez! Tenho dúvidas ou não tenho dúvidas! O fim vem há muito tempo para os Alagoanos!Com Collor o nosso fim será mais rápido!Fora Collor, Calheiros, Albuquerques, Toledos, Barros e a sofreguidão dos Beltrãos.