Poucos prefeitos eleitos no ano passado inspiraram mais esperança do que o Padre Eraldo, de Delmiro Gouveia.

Afinal de contas, ele conseguiu vencer um dos grupos políticos mais poderosos e longevos do Sertão de Alagoas.

Só que o primeiro ano de gestão do Padre Eraldo tem provocado o afastamento dos seus aliados históricos, que contabilizam erros, reclamações da população e decepção, principalmente.

Resultado objetivo: o ex-prefeito Lula Cabeleira voltou a crescer – eleitoralmente – em Delmiro Gouveia, sendo  considerado uma ótima aposta na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa, em 2018.

E mais: com chances de retomar a prefeitura sertaneja no próximo pleito municipal, se o Padre Eraldo não corrigir, radicalmente, os rumos adotados até agora pela sua administração.

Ainda é tempo.

Renan Filho entre Rui Palmeira e Renan pai
Detran entra no novo 'pacote de mudanças' do governo Renan Filho
  • Joao da TROÇA anarco-carnavalesca BACURAU da Rua NOVA do Sertão – em St’ANA!

    Um mandatário ELEITO governará com as FORÇAS que o elegeram – NEM sempre preparada para o pós-FESTA eleitoral.
    Esperanças primaveris definham no estio de OUTUBRO, dissolvendo-se no verão com TROVOADAS de janeiro com brigas de cachorro GRANDE fazendo GATOS subindo ao telhado.
    Aqui em St’Ana provamos 2 tsunamis de INCAPACIDADES – 2001 a 2004 e 2013 a 2017 – evocando atrasos, tristezas e s dores. INCAUTOS quase destroem o Hospital REGIONAL construído em 2002, inaugurado em 2010.
    Fora assim em 1917 com a chegada à Vila [dsd 1875] do preparado Pe ZÉ Bulhões.
    Em 1918, em Olivença, o rábula Zé “Joel” Marques, sertanejo BIBLADO cria BANDINHA – 15 músicos cada um comprando seu INSTRUMENTO.
    Sucesso em St’Ana em 1920, provocando em 1922 uma FILARMÔNICA – a ARATANHA – regida por J Sebança: em 1924 eleito prefeito deixa a BANDA esperando progresso CHEGAR – parada.
    Aí a OPOSIÇÃO debocha e renova a CARAPEBA (1914-1918), extinta em 1926.
    http://www.maltanet.com.br/santanadosmeusamores/asp_historicos/fatoshistoricos.htm

  • JEu

    Difícil é se administrar sem o apoio dos “maiorais” do Estado e do país… e mais difícil ainda é se administrar tendo por fundamento a honestidade e a ética na administração pública… pois só encontra quem deseja ver tudo dar errado… afinal, se tudo é honesto e ético, não há “boquinha” para ninguém… quem quiser ganhar a vida vai ter que trabalhar… e isso é tudo o que os aproveitadores não querem…

  • Augusto César

    Nada justifica votar em Cabeleira pela burrice de Eraldo.Delmiro passa pelo pior momento da sua história, não só pelo fechamento da Fábrica da Pedra, mas, pelo desleixo administrativo e ressaca da tirania do coronezinho da Laginha.A quem diga, que é a maldição pela desobediência ao Bispo, que todo sacerdote faz ajoelhado, ao ser ordenado. Outros, interpretam como falta de conhecimento e humildade do novo prefeito que, desde o primeiro dia de governo, só deu cabeçadas na escolha de seus auxiliares.Trouxe de fora grande parte de pessoas para a formação do secretariado, alguns que sem conhecimento da causa, exibia-se como deuses. Na saúde, no primeiro momento, foi agraciada toda a equipe coordenadora os apaixonados por Cabeleira, que gargalhavam com a bagunça.Tentando corrigir, traz um ex-bancário de Major Izidoro piorando o que já estava ruim. Desesperado, falha novamente e agora, tudo está sem funcionar. Não só na saúde, como na educação, pois as escolas fecharam e nem tem dada certa para reabrirem. As dívidas se acumulam enquanto a arrecadação despenca. Os ocupantes da câmara, exigem seus privilégios em dias, como: prédios, máquinas e carros alugados, além dos intocáveis cabos eleitorais que ocupam com excesso os “empreguitos” nas secretarias onerando a folha de pagamento. Agora, fugindo do povo, mudou-se para Paulo Afonso, que segundo Renato Boró, bacharelado em direito pela Faculdade Sete de Setembro da mesma cidade baiana, a ilha capital da energia, será em breve anexada ao território alagoano de Delmiro Gouveia. Temos certeza que, com tudo de ruim que acontece na nova e perturbada administração, os eleitores esclarecidos de Delmiro e da região, não elegerá o Cabeleira que tem uma trajetória medonha e esquisita. Se com Inácio, metido a intelectual,é de grande decepção na casa dos horrores de Alagoas, imagine um analfabeto com costumes coronelesco e antiquado? Seguiremos decepcionados pagando nosso erro, bem mais satisfeitos, do que ter votado no ‘BEATO SALU”, retirado de última hora da cartola do coronezinho, que esperto, negociou e tirou proveitos aplicando no padre e no beato sua maldade comercial. Os ocupantes da câmara, assim como a história, serão cruéis com Eraldo, caso ele não melhore no decorrer do mandato.Para eles,os compromissos financeiros não atrasam um dia. Nós teremos que conviver sem escolas, assistência a saúde e a incerteza de uma amanhã melhor. O governo do padre está focado em Água Branca onde participa de festas e solta seus enfadonhos aboios vestido de gibão e protegendo a cabeça com o chapéu de couro tentando impressionar os matutos da serra e da caatinga num populismo ridículo dividindo o espaço dos altares com os padres da região juntamente com Reinaldo Medeiros, seu possível candidato a deputado estadual que com certeza estará compondo com Cabeleira os palanques dos Renas no próximo ano.
    Da administração de Cabeleira, ficaram as esquisitas estátuas de cimento dos “Padins Ciços” que em ruínas despencam e agridem o nosso visual.

  • wal

    Cabe a população de Delmiro, julgar os CABELEIRAS,se a cidade, vai bem obrigado, deve merecer seus votos. Se Delmiro,está igual as outras cidades alagoanas, metidas em falcatruas, então fora os cabeleiras.

  • Luiz Vieira Silva

    Meus amigos de Delmíro, ainda é muito cedo para avaliar uma administração que começou a pouco e tem tudo para dar certo. uma vez que a administração anterior deixou a cidade a desejar, vamos da um Voto de confiança a nova administração que com ajuda da População a cidade vai se orgulhar.

  • Bento Carneiro- Distrito Barragem Leste

    Amigo Luis, não tem como esperar melhoras diante dos erros repetidos. A cada substituição a coisa piora.Na secretaria de saúde o povo nem sabe onde o galo está cantando.A educação está morrendo aos poucos.Com o rebanho de Água Branca, Maceió, Piranhas etc, além da bancada de apoio, nada de bom pode acontecer.Não por isso, ele precisaria se afastar e morar noutra cidade, mesmo acreditando no talento e notório saber jurídico do bacharel que promete anexar PA ao nosso município.A palavra dada deve ser cumprida.nosso medo é que ele não faça de Delmiro o que ele fez com a Paróquia que tinha 3 padres:Ele.Luiz e Manoel, além de 3 casas com freiras.Nem o Chico mendes sobreviveu…Sombra demais amarela e pode matar.Que nossa esperança não morra ou acabe no retorno do Cabeleira que governa para ele próprio, até seu fanatismo estampado naquelas terríveis estatuas espalhadas na cidade.

  • Joao santos

    O padre nao sabe administrar, Delmiro ta um caos e até os contra lula cabeleira querem ele de volta, o padre não tira até o fim do mandato, o homem ta morto na cidade, sem palavra promessas nao cumpridas, ele não nasceu pra politica.

  • Amalia

    Deixe o homem trabalhar e concurso público já para acabar com a farra desses comissionados

  • ALAGOANO

    O próprio nome desse cidadão é uma enganação, onde já se viu o nome de “cabeleira”, quando ele é desprovido de cabelos. O chamam de LULA CABELEIRA, o correto seria LULA CARECA.

  • Valmir

    Quem conhece Eraldo, sabe muito bem como ele age.Nos áureos tempos das transmissões de suas missas aos domingos, seus desafetos eram excrachados nas ondas do rádio para os sertões dos quatro estados nordestinos. Seu discurso populista, deixava os ouvintes a imaginar um defensor dos pobres e explorados.Não demorou muito e se tornou secretário de educação no primeiro mandato do Cabeleira, que muitos pobres funcionários com quase 17 anos de trabalho, mas, não era do seu agrado, perderam os empregos que reconquistaram através da justiça já no governo de Marcelo Lima. Muda mais de cor do que o mais esperto camaleão.Agora, na situação de vidraça, desapareceu e continua com uma equipe incompetente e vaidosa.Com rasão, pois muitos nem sabe o perigo futura que chegará.Tudo está desmantelado e a censura que nem no tempo do coronelismo se instalou em Delmiro.Um informativo que sobrevive por patrocínio de prefeitos, agora acabou com os comentários dos leitores.No senadinho, já se sabe até quanto custou serviço.Delmiro é bem maior do que ele e seus bajuladores incompetentes.Vamos sobreviver e contar como acabou a trajetória de um farsante.