“Obrigado, povo de Alagoas”.

Este é o mote do senador Renan Calheiros ao tentar voltar ao proscênio no palco eleitoral do estado.

Seguindo a orientação dos seus marqueteiros, Renan pai vai buscar, a partir de agora, assumir os espaços que deixou exclusivamente para o Filho, nos últimos dois anos. Foi um período em que o senador só acumulou mais denúncias contra ele.

As pesquisas palacianas demonstram que a estratégia não tem sido das mais felizes – principalmente para ele, mas também para Renan Filho.

Aqui não está um julgamento do governo, que tem seus méritos e erros, que são bastante visíveis.

Mas Renan pai tem de pensar na própria sobrevivência política, e ele sabe que estará longe de enfrentar problemas com o Judiciário sempre que mantiver um mandato eletivo.

A receita a ser seguida: humildade e ocupação de espaços midiáticos (rede social é mais complicada. A moçada está cada vez mais indócil).

No projeto de “busca do tempo perdido”, o líder do PMDB no Senado deverá ocupar espaços semanais nos veículos de comunicação, principalmente os de propriedade dele.

Infectologista combate surto de boatos sobre febre amarela em AL
Governador vai recorrer da decisão do TJ sobre vaga no TC
  • ALAGOANO

    Caro Ricardo, humildade é algo mais que isso, é algo mais do que muitos acreditam ser, quando se fala em humildade e não se tem, isso é disfarçatez é enganação, e não me refiro aqui apenas ao senador, então a crítica é mesmo a esse hábito que temos de dá significado as palavras de forma errada, humildade é uma virtude, muito diferente daquilo que aparenta ser humilde. Quanto ao senador, basta ver que quando presidente do senado, chamou um juiz federal de juizeco, por contrariar sua vontade, isso por si só, diz muito de quem não é humilde. Eu não quero saber como ele chama aqueles que foram nomeados por ele. E foram muitos, em todos os poderes, bem, é o que dizem.

  • Ferro

    Ricardo boa tarde!

    Se esse senador voltar a se eleger por Alagoas. Fica caracterizado que o eleitor de Alagoas é no mínimo burro.
    Depois de tantos desmando e processos desse político que não faz nada pelo estado a não ser beneficiar aos seus.
    Vergonha!!!

  • Carlos Ferreira

    Senador Renan foi um gigante quando Alagoas mais precisou dele neste últimos dois anos, destacando sua atuação na repactuação da dívida, na venda do produban e na repatriação.
    Sem um senador como ele Alagoas estaria numa situação financeira mais delicada.

    • Henrique

      Carlos Ferreira você deve ser um daqueles que recebe salário sem trabalhar e ainda devolve a metade

      • Adriana Muniz

        Henrique, Não sejamos hipócritas, se você afirma com toda certeza esse sistema, é porque o conhece de perto, não?
        De Renan’s Rui’s… e tantos outros Alagoas ta cheia.
        Elegemos um prefeito em Maceió, que acabou de nos trazer a tona pardais que não foram adquiridos da forma legal.
        Assim como elegemos um governador, que está rifando os cargos de Secretário de nosso estado á aliados políticos, e que tem visto Secretarias servirem de Comitê Eleitoral como no caso da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência.

        Vamos parar de hipocrisia, e acordar!

      • Alexandre

        É o que parece kkkkkkk

      • Licurgo

        Caro Henrique, concordo com você. Só alguém que se refastela na mesa (ou cozinha)dessa família para emitir este despautério elogioso.

  • sertanejo cagota

    Será que ele vai dá tudo o que “conquistou” para os pobres?

  • Ednaldo

    Acho que a hora de dá o troco é agora, tudo que ele tem feito de improdutivo para o povo alagoano tem que receber em forma de protesto e a melhor forma de protestar é tirando ele do poder, pena que tem o voto de cabresto principalmente do pessoal do interior onde a ignorância politica é muito grande e os prefeitos aliados conseguem fazer verdadeiros milagres para manter gente desse tipo no poder, Chega de corrupção, chega de gente corrupta no poder.

  • Valter

    Cada coisa a seu tempo. A população está acordando, mesmo que lentamente e percebendo quem é quem. E a hora desse sinhozinho também vai chegar. Concordo com o comentário acima de que humildade é uma virtude e de humilde esse senhor feudal não tem nada.

  • Williams Roger

    Só sei é tenho certeza de uma coisa. Ruim com RENAN’S, pior, muito pior sem eles.
    Sulistas, sudeste… Odeiam nordestinos. Estaríamos ferrados. Pioraria ainda mais o nosso estado de província!

    • Ednaldo

      Quem defende no mínimo tá com emprego de cabide ou é parente dele.

  • Joao TT

    ÊITCHA! … associei o nome do cara a PRESÍDIO, valhei-me!
    – Santo Pai do PROSCÊNIO: LLadroeiro LLambuzado de protetor SOLAR?
    – ANJO do pau ÔCO melado e lavado a JATO com água de COCÔ?
    São tantas BURRÍCIAS @noréxica$, frutos d’@n-CULTURA emética – PASTO! PASTANDO indigestas poucas MIGALHAS engordando BARATAS tontas, árgH!
    https://www.vagalume.com.br/titas/comida.html
    A gente NUM quer só comida – quer comida/ Diversão e ARTE
    A gente – quer saída/ Para qualquer parte … Diversão, BALÉ
    A gente – quer a vida/ Como a vida quer … Bebida é ÁGUA!
    COMIDA é pasto! – Você tem SEDE de que? … Você tem FOME de que?
    COM Arnaldo ANTUNES e Titãs em 1987, compacto SINGLE d’álbum
    JESUS num tem DENTES no país dos BANGUELAS – 2a FAIXA.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Comida_(canção)

  • Pedro

    Oxente Meu Caro, e Senador Rei do Gado possui algum veículo de comunicação?

    • Adriana Muniz

      Deve possuir, assim como nosso atual prefeito de MACEIÓ, Rui Palmeira o qual é um dos donos da TV PAJUÇARA, assim como nosso Senador Collor que detém a Gazeta, assim como a Família Sampaio que possui a Tv Alagoas. Meu caro, se informe melhor, as noticias desse Estado todas são tendenciosas aos seus Coronéis.

      • Claudio

        Deve esta sendo bem remunerada, parabens pela dedicacao!

  • junior

    Eu acho que não se deve julgar os filhos, pelos erros dos Pais,o rapaz está fazendo um governo, melhor do que o todos imaginavam,na atual situação em que o país se encontra,ele merece uma nota 6, pelo menos não prometeu meia passagem aos domingos, e nem colocou pardais nas rodovias estaduais.

    • Ednaldo

      Meu caro, acho que você está equivocado, os comentários acima é sobre o pai e não sobre o filho, leia a matéria acima novamente por favor.

      • Júnior

        Caro Ednaldo, por favor Leia a Matéria,fala!’se também em Renan Filho ,e para um bom entendedor a Matéria tem duplo sentido,Leia novamente bem devagazinho.

      • Adriana Muniz

        Caro Ednaldo, a notícia supracitada também faz menção ao filho.Favor, antes de ensinar, aprenda a ler.

  • Antena Ligada

    Dependendo de minha pessoa, como cidadão e eleitor, já pode providenciar sua aposentadoria. E fico torcendo para que a justiça possa puni-lo por todas as falcatruas que aplicou ao povo alagoano e brasileiro. Que jamais possa assumir um mandato político.

  • NADO

    NÃO PRECISA. EM ALAGOAS ELE SERÁ SEMPRE REELEITO. COMO EM TODAS ELEIÇOES O CANDIDATO MAIS VOTADO DO ESTADO.

  • JEu

    Creio que algumas rodovias estaduais bem estão a merecer não só alguns, mais muitos pardais… e lombadas físicas também… é só olhar para o noticiário de acidentes de trânsito… AL-101-Sul serve de exemplo… Quanto ao Re(i)nan, o Pai, nem com uma cabeleira nova, tipo Sansão, ele consegue mais enganar o povo alagoano… 2016 foi um pequeno exemplo disso… 2018 vem aí e vamos ver nomes novos subirem nas pesquisas… aí, vai ser um Deus nos acuda na casa dos Renans… Curitiba na espera… ansiosamente…

  • Claudio

    A eleicão de 2018 em Alagoas vai ser fantastica, com fortes emocões. A pergunta que vai ser feita ao eleitor Alagoano vai ser essa: Você quer que Renan Calheiros seja julgado pelo Supremo ou pelo Sergio Moro, o seu voto vai decidir, o povo Brasileiro esta esperando eleicao. Fortes Emocoes 2018.

  • MUFINO

    ISSO É PIADA, É CHAMAR O ALAGOANO DE BURRO E IDIOTA!!

  • Cris Elis

    É muita inocência nossa achar que em terras caetés políticos honestos assumam mandatos eletivos, senão vejamos: A.A. que diz que ama Alagoas mesmo depois de tudo foi reeleito? Chico Tenório? Marcelo Víctorrrrr? João B.? etc… gente quem tem dinheiro e poder político, dificilmente perde eleição aqui por essas bandas. Me perdoem o pessimismo. Porém se discordam, por favor me explique o estado das coisas!!

    • Adriana Muniz

      Melhor comentário té agora.

    • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

      Espero que possas entender, a saber:
      DEMOCRACIA TUPINIQUIM NÃO SERVE A VOCÊ NEM A MIM
      Joilson Gouveia*
      Louvável, considerável, aceitável, razoável e saudável o sentido dialético dos argumentos, posts e comentários contestatórios de “Jamerson, Jorge Alves e GalMonteiro” ao emitido pelo “maceioense consciente”, onde quase todos têm razão, ponderando alguns argumentos mais incisivos; claro!
      Mas, ainda assim, urge lembrar que, no atual sistema eleitoral vigente, o eleitor (ignorante ou não) não pode nem deve ser responsabilizado por esse ou aquele político ELEITO, independentemente de sua má ou boa índole, tanto do eleito quanto do eleitor, porém hão de ter ficha-limpa; ou não?
      O eleitor, deste ou doutro estado da federação, ignorante ou não, independentemente de suas preferências por “A” ou “B” ou “C”, não decide nada com seu VOTO: “Voto não decide nada! Quem conta os votos decide tudo!” Stalin; basta ver do último pleito eleitoral de 2014 (o maior, mais vil, desbragado, oprobrioso, inescrupuloso e criminoso estelionato eleitoral de todos os tempos) onde quem contou os votos senão aquele que ascendera pela graça, benesse e bonomia escarlate! Retribuiu o auferido. Ou não?
      Assim tem sido e assim será, ainda que haja o VOTO IMPRESSO aferível, conferível, concreto, real, prático e palpável ou contestável – até prova em contrário! “Ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais”, numa velha, caduca, arcaica, esfarrapada, ultrapassada e colonial “aristodemocracia”, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2011/06/aristodemocracia.html; ou não?
      Aliás, nossa ameaçada democracia tupiniquim não passa de um rascunho, esboço ou arremedo chinfrins, medíocre e acanhado de uma verdadeira Democracia (teoricamente um governo do povo, pelo povo, para o povo e com o povo e conforme a vontade da maioria do soberano povo: cidadão eleitor) que passa a ser gerido, governado, gestado, mandado e dominado pela ínfima, pífia, tíbia e mínima minoria de votos “válidos” porquanto “contados por quem decide tudo”!
      Ora, onde, quando, como, porquê e por quais razões uma ínfima minoria de “votos válidos” e assim considerados, pode desdenhar, espezinhas, pisotear, desconsiderar e desprezar os manifestos, ostensivos e declarados protestos, reproches ou deboches daqueles que optaram, deliberadamente, por BRANCOS, NULOS e ABSTENÇÕES, justo por faltar-lhes uma opção de escolha entre os escolhidos, por esse ou aquele partido, que busca a defesa umbilical, unívoca, uníssona e unilateral de seus interesses particulares, privados, exclusivos e pessoais e somente, apenas e tão-somente dos respectivos partidos ou agremiações jamais visam aos interesses nacionais e de Estado?
      – Olhem a atual conjuntura onde cada partido busca a intransigente defesa inexplicável, indefensável e injustificável de seus integrantes envolvidos e citados nas mais diversas e variadas declarações-premiadas das delações judiciais obtidas nas operações policiais federais, mormente na LAVA-JATO!
      Ora, para um governo republicano democrático (governo de maioria, portanto) quando os “não-votos” (NULOS, BRANCOS e ABSTENÇÕES) resultarem além ou maiores e superiores à metade dos eleitores inscritos, cadastrados e registrados num colégio eleitoral, o “eleito” ou o seu resultado não reflete à vontade da maioria do povo, o que o ilegítima na sua “outorga auferida”.
      Com efeito, como sucedeu com os aduzidos “mais de 54 milhões de votos válidos” computados para a inocentA, RÉ, defenestrada, escorraçada e expurgada do “puder”, numa “queda, sem coice”, como urdido, querido e imposto pelo ex-presidente do STF (que ascendera com eLLes) em conluio com o “rei-do-gado-dourado”; ou não?
      – Onde 54 é maioria de 114 milhões de eleitores ou mais que 210 milhões de habitantes brasileiros, residentes aqui e do exterior?
      Urge, pois, uma imprescindível reforma no sistema político eleitoral, que permita o direito ao soberano povo não só votar, mas, sobretudo, o de ser votado-, mormente de pôr e depor o político eleito-, independentemente de estar filiado a quaisquer dos partidos existentes (que são custeados e mantidos pelo governo federal pelas inexplicáveis, injustificáveis, perversas, odiosas e escabrosas doações aos Fundos Partidários) os quais deverão ser sustentados ou mantidos por seus filiados, facultativa, voluntária e espontaneamente por seu livre alvedrio, talante e nuto.
      E mais: somente considerar eleito aquele que obtiver à maioria absoluta dos votos do eleitorado voluntário, registrado, cadastrado e inscrito no referido Colégio Eleitoral, pois que, o voto obrigatório apenas coonesta legalidade e só amalgama forçosa legitimidade aos que não obtiveram o sufrágio real, prático, concreto e verdadeiro da maioria do eleitorado. Ou não?
      Fora disso, o eleitor não pode nem deve ser responsabilizado por essa democracia tupiniquim que não serve para você nem para mim, muito menos à cidadã e ao cidadão dessa combalida, aviltada e espoliada Nação; ou não?
      Tenho dito: voto impresso, voluntário, facultativo e espontâneo de eleitores de ilibada conduta, idoneidade e probidade, mormente do pretenso candidato!
      Abr
      *JG
      P.S.: o texto é de novembro de 2016! 😉

    • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

      ELEIÇÃO SEM IMPRESSÃO – LEGADO PATRIARCAL (?)
      Joilson Gouveia*
      O mais desprezível, deplorável, inimaginável, intolerável e inaceitável é ver uma gama de cidadãos e de cidadãs sair em defesa de figurões e de “novas” figurinhas já bastante carimbadas na arte de lograr aos incautos, ingênuos e ignaros ou mentecaptos pueris “torcedores” convictos, como se fora seu time do coração numa disputa de campeonato, os quais sequer apresentam um programa ou um mínimo projeto de suas pretensões!
      E o que é pior: crer nas eleições e nos votos sufragados nessas invioláveis, invulneráveis e imaculáveis e seguras URNAS ELETRÔNICAS DIGITAIS!
      Temos dito, repetido e reiterado, em nosso Blog, enquanto houver “eleição sem impressão de votos”. Ou seja, sem os votos impressos, concretos, físicos e palpáveis, e, portanto, auditáveis, impugnáveis e contestáveis – o que parece já aprovado e até sinalizada favoravelmente nas eleições vindouras deste ano – os mesmos de sempre, as mesmas aves de rapinas e velhacas raposas e hienas vorazes oportunistas ou de carteirinhas, desde a “ARISTODEMOCRACIA” ou “aristodemocratura”: – vide in http://gouveiacel.blogspot.com.br/2013/12/a-reincidencia-impunivel-incrivel.html; serão vencedores, vitoriosos e triunfantes “pelo voto do povo”: “Voto não decide nada! Quem conta os votos é quem decide tudo”! – Stalin. Assim tem sido e assim será enquanto não houver a urgente, devida, justa e imprescindível impressão; ou não?
      Desde a nossa “emancipação”, em 16 de setembro de 1817, que a “terra dos marechais” foi dividida em sesmarias ou loteadas em capitanias hereditárias de nobres barões, duques, condes e viscondes! Ou não?
      Abr
      *JG
      P.S.: De maio de 2016! 😉

  • Cris Elis

    Rapaz fala sério só aparecemos na mídia nacional de forma negativa, nós Alagoanos somos sim os maiores culpados!!

  • Jorge

    Temos boas opções para o SENADO: Rodrigo Cunha, Heloísa Helena, Ronaldo Lessa, Rui Palmeira, Ricardo Mota.
    Agora, dá mais um mandato a esse CIDADÃO é prá ALAGOAS servir de GOZAÇÃO.

  • wal

    Dar um voto a este cidadão RENAN CALHEIROS, é se juntar ao diabo.

  • RUI 8 x 0 RENAN

    ENQUANTO O RENAN GOVERNADOR FOI DIZER NAS PRÉVIAS CARNAVALESCA QUE ERA O PAI DA HOMENAGEM AO PINTO DA MADRUGADA, O PREFEITO RUI PALMEIRA DISSE QUE INSTALOU 8 PALCOS NOS BAIRROS DE MACEIÓ PARA A POPULAÇÃO BRINCAR O CARNAVAL COM MAIS COMODIDADE E SEGURANÇA!!! SÓ AÍ 8 x 0 PARA O PREFEITO RUI PALMEIRA, QUE NA SUA HUMILDADE GOVERNA PARA OS MAIS POBRES DE MACEIÓ!

  • Lucas

    Rio de Janeiro Minas Gerais rio grande de sul estados ricos atrasando o funcionalismo… Alagoas se mantém em dia em meio a essa gigante crise financeira.. isso deve-se a parceria formada pelo governador Renan e o velho RENAN CALHEIROS

  • jovem

    Caro Ricardo, é notável que as atuações do senador trazem muitos benefícios a Alagoas podemos observar nossa situação quando comparado a estados vizinhos.
    O papel do eleitor também tem como função o juízo. Acredito sim que a política se transformará para o bem. a Juventude não perdoa.

  • José temudo

    Somos único estado da federação que temos todos senadores citados na Lavajato.graca a povo ignorante que votam nesses senadores.

  • Alexandre

    A minha esperança é que o povo acorde e mande esse senhor repousar em Murici!

  • CARLOS FRANCISCO DE FARIAS

    Renan pai seguir a receita da humildade?Ora,ora,humildade não combina com orgulho e vaidade,essa lorota é apenas pra enganar incautos.Afinal,2018 é ano eleitoral e a demagogia nesta época anda de mãos dadas com ele.Pensem nisso!Desconfiem desses humildes,eles querem seus votos.

  • Piancó

    Renan pai tem sido um guerreiro em busca de recursos para o nosso estado ,bem como também na luta pra ajudar nossos municípios falidos ,sem com certeza a coisa seria bem pior ;Foi atuante nas defesas dos ideais democráticos e ,se posicionou como ninguém contra um judiciário que quer mandar e desmandar no País ,teve a coragem que poucos têm ,com certeza nosso povo sábio saberá renovar seu mandato ,para que continuemos tendo voz e vez no congresso nacional …

  • tiago

    Por que ninguém comenta sobre o rombo deixado em Arapiraca?? Os servidores até hoje não receberam os salários de dezembro, e provavelmente não irão receber. Mas ninguém fala, ninguém faz nada, ninguém sabe, ninguém viu!!!! País afundado com uma sociedade acomodada, poderes corruptos e imprensa conveniente!! #nojo

  • carlos

    Enquanto os comentário só mira o senador Renan calheiros,o povo esquece dos coronéis da politica Alagoana que estão com ele topado até a tampa! Ex: A região sul,os Beltrões que mandam e desmandam na politica e elegem que bem,quiserem entre os outros coronéis da zona da mata e do sertão! Estamos usando as redes sociais de forma errada e esquecendo de alertar o povo destas regiões que se libertem,votando contra a mesmice!

  • Franco

    Pelo que ele já fez, pelo que faz e pelo que fará sou Renan até debaixo da água, alagoas deve muito ao Senador Renan. Não me arrependo de ter votado nele desde meu primeiro voto, esse estado só está caminhando bem graças a ele, isso o povo alagoano tem de reconhecer.

    • Ednaldo

      Franco bom dia!
      Você é um bom contador de piadas, quanto ao seu voto, cada faz suas escolhas isso é democracia, mas falar dos Calheiros é assumir que é tão corrupto quanto eles.

    • Ednaldo

      Franco bom dia!
      Você é um bom contador de piadas, quanto ao seu voto, cada faz suas escolhas isso é democracia, mas falar bem dos Calheiros é demais.

  • Guilherme

    FALAM EM COMENTARIOS QUE OS RENAN’S SÃO GUERREIROS….KKKK UMA VERDADEIRA PIADA!
    ELES SÃO GUERREIROS EM PICARETAGEM E ROUBAR OS COFRES PUBLICOS, ACORDEM, NÓS SOMOS O ESTADO MAIS MISERAVEL E O COM MENOS ESPECTATIVA E CRESCIMENTO… PORQUE SERÁ???
    ELES DESFALCAM MILHÕES E DISTRIBUI ESMOLAS E MIGALHAS EM VESPERAS ELEITORAIS…
    ESPERO QUE O POVO ALAGOANO TOME VERGONHA NA CARA E DÊ SUA RESPOSTA NA URNA, RETIRANDO ESSA QUADRILHA CALHEIRISTA DO PODER. E “COBRAR DO JUDICIARIO QUE ELES MANDAM” JUSTIÇA POR SEUS CRIMES DE COLARINHO… ISSO SERIA O MINIMO EM PROL DO POVO ALAGOANO!

  • Lima

    Alagoas, curral eleitoral das tradicionais famílias. Esse estado é loteado entre as entre eles, temos os Renans, Beltrões, Pereiras, Liras, Palmeiras, Lessa, Bulhões entre outros que se mantem décadas no poder, passando de pai para filhos e netos. Não muda, pq o interesse pessoal está acima do interesse da população. Nosso sistema político é estruturado para ser corrupto, reflexo de uma população ignorante que vive ama a política do “pão e circo”.

  • Gildo

    Como dizem “Sem foro é Moro”.

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    À Adriana Muniz, CRis Elis e Lima, a saber:
    A ELEIÇÃO É SELEÇÃO DOS MELHORES DENTRE OS BONS CIDADÃOS!
    Joilson Gouveia*
    Eleição é muito mais que escolha ou preferência ou torcida, por esse ou aquele candidato ou partido ou ideologia – até por que todos, existentes nestas plagas tupiniquins, os são de matizes escarlate esquerdistoPATA, surrada, carcomida, puída, ultrapassada e retrógrada, mas com seus discursos de defensores da “democracia’, as “constituição” (que foram contra e não a assinaram, na promulgação), dos “direitos”, “progressistas” e “pensadores preocupados com o povo”, mormente os “mais pobres e desvalidos ou excluídos”: Cuba que nos diga, de tão evoluídos que são, e os evolvidos Bolívia, Equador, Venezuela etc. etc. e o nosso Brasil, nesses últimos catorze anos – eleição é peneira (filtração) é seleção dos melhores entre os bons, os melhores!
    Afinal, o escolhido nada mais nada menos é (e sempre será, numa res publica) que um servidor público, que deve ser eficiente, diligente, assíduo, competente, urbano, cordato e dedicado ou abnegado prestador de seus serviços: um funcionário público a serviço do público, da comunida, da sociedade e do povo!
    Selecionar os melhores dentre aqueles bons, que têm no seu perfil não uma face sorridente, alegre e “bonitinha” (graças aos filtros e efeitos de fotos/shop e maquiagens de seu marqueteiro/prestidigitadores), mas que tenha, no mínimo, um currículo, ciência, inteligência, competência, ética, moral, saber, conduta, caráter e reputação idôneas, ilibadas, bons antecedentes sociais e criminais e conhecimento de causa, além de, no mínimo, apresentar seus programas, projetos, ideias e soluções para os problemas nos afligem a todos, na rua, bairro, distrito, município, capital, estado e país. Quanto desses candidatos têm tudo isso ou a mínima parte disso ou folha corrida limpa?
    Ademais, voto compelido, obrigatório, coarcto, compulsório e, sobretudo digital ou não físico, não dá certeza, convicção e garantia de que seu voto sufragado foi para o seu candidato escolhido – até pode aparecer, na telinha da “urna eletrônica”, “sorridente” ou sorrindo de você – mas, se não há como nem tem meios, modos e maneiras como aferir, atestar e comprovar, pairará sempre dúvidas e incertezas no ar; ou não?
    De mais a mais, compelir esse ou aquele candidato, revestido ou desprovido desses pressupostos e requisitos acima expostos, ao elenco de partidos existentes, condicionando sua eleição à adrede inscrição e registro nos mesmos, é sufocar, restringir, menoscabar e alijar o cidadão de uma eleição livre e de sua própria liberdade de, também, se lançar como uma nova opção ao eleitor incauto, ignaro ou “politizado” à semelhança dos vários tipos e níveis destacados pelo “Peninha” e seus leitores; ou não?
    Bem por isso, tem-se sempre os mesmos candidatos de sempre, permanentes e perenes (ou seus herdeiros/sucessores) nas sazonais eleições, ora por um “partido”, ora por outro, para os mais diversos cargos eletivos, nas três esferas administrativas do Poder Público.
    A escolha, seleção e eleição, para ser livre, democrática, republicana, pública, transparente, limpa, escorreita, diversificada e plural, deveria permitir a voluntária, espontânea, de sua própria vontade, alvitre, nuto e livre iniciativa a qualquer cidadão se inscrever nos TRE’s, registrando seus programas, projetos, propostas, ideias e soluções, posto que sua adrede “filiação obrigatória” ao partido já o subjuga aos seus caciques e o tornará refém de mandatários ou “velhos coronéis da política” e dos profissionais de carteirinha, na defesa permanente de seus interesses umbilicais, pessoais e familiares ou de sua parentela e aliados, num jogo de cartas-marcadas. Ou não?
    Enfim, por quê e para que tantos parlamentares e legisladores se já temos mais de 12 milhões de leis, decretos, resoluções, portarias e normas que, no mais da vez, são descumpridas, desrespeitadas quando não desconhecidas da imensa maioria do povo que sequer conhece a nossa Constituição Federal, que mais se parece com uma colcha de retalhos de tanto emendada?
    Urge uma reforma política ampla, geral e irrestrita! Temos 27 Estados, bastam 2 senadores para cada um, bem como apenas cinco deputados federais por estado, o que reduziriam gastos, despesas e desperdícios supérfluos e desnecessários ou perdulários, ao invés de 81 senadores, teríamos 54 mais 1 do DF; total: 55! Deputados federais, ao invés de 513, teríamos apenas 135, mais 2 do DF, num total de 137! Teríamos um Congresso enxuto, limpo, livre e muito mais leve, célere e eficiente de apenas 292 parlamentares!
    Nos Estados-membros e municípios, reforma semelhante e extinção de alcaides e edis nos municípios sustentados pelos Estados e União ou não autossustentáveis, mormente aqueles de população menor que cem mil habitantes! Teríamos uma economia de magnitude salutar às finanças, erário e tesouro brasileiros; ou não?
    “Oh! Legislador não me dês leis para o povo, mas sim povo para as leis”! Pitágoras – in http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/04/oh-legislador-nao-me-de-leis-para-o.html
    Abr
    *JG
    P.S: De Agosto de 2016! 😉