Luiz Ferreira era médico, professor universitário e também vereador na cidade de Anadia, com a qual tinha uma relação de afeto. Quando foi assassinado, covardemente, em 3 de setembro de 2011, não foram poucas as vozes, principalmente nas chamadas redes sociais, este território do livre pensar sem nada pensar, que afirmaram que ele havia morrido porque havia se envolvido com a atividade política.

Nada mais preconceituoso.

Na verdade, eis um jeitinho tão nosso de transformar a vítima no próprio algoz. Algo como responsabilizar uma mulher estuprada por usar “uma saia curta, uma blusa decotada”.

Uma estupidez!

Mas quantas não são cometidas a cada dia, simplesmente porque buscamos caminho mais fácil para o nosso julgamento?

Mas esta quinta-feira há de ser diferente. Três dos denunciados no assassinato do médico, professor universitário e vereador – seja qual for a ordem de qualificação que você escolher – sentarão no banco dos réus.

Serão julgados pelo mais democrático de todos os tribunais – o Tribunal do Júri -, formado por pessoas comuns, como eu e você.  Eles vão dizer se os acusados são culpados ou não. E  representarão a média do que pensa a sociedade alagoana sobre este crime.

Independentemente do veredicto, não podemos perder de vista a nossa história, da qual Luiz Ferreira se tornou um personagem trágico. Que fique claro: o médico, professor universitário e vereador de Anadia não foi assassinado porque se envolveu com a atividade política. Nada disso. Ele foi vítima da ganância, da arrogância, da intolerância, da truculência.

A ressaltar: foi vítima de uma cultura que mata, mas que continua muito viva entre nós.

(Texto do Ponto Crítico desta quarta-feira.)

 

 

 

Palácio agora mira a formação das Comissões da Assembleia
Plano B: vaga de Amélio no TC ainda espera decisão da Justiça Federal
  • Daniel Tavares

    Irretocável, como sempre, Ricardo!

    Como não estou acompanhando de perto, não sei se os mandantes também estão indo a julgamento. Se não, de nada adianta essa “justiça”.

    E o fato de nossa justiça não ser JUSTIÇA perpetua a cultura de morte em terras tão belas. Uma pena.

  • wal

    Além dos motivos pelos quais o médico foi assassinado, você, Ricardo Mota, esqueceu de acrescentar também pela impunidade principalmente do lado dos políticos.
    Viva o código penal brasileiro.

  • JEu

    Vamos falar a verdade: só vão responder pelo crime os executores… já os mandantes, estes estão cobertos manto da “im(p)unidade”… até quanto? Só o povo pode mudar essa situação esdrúxula… é mesmo uma vergonha…

  • NADO

    PORQUE O JORNALISTA NÃO DIZ O NOME DOS MANDANTES? NEM O MOTIVO? TEXTO TOTALMENTE INCOMPLETO.

  • sebastião iguatemyr cadena cordeiro

    VIVÍSSIMO,MATÉRIA,E SOBREVIVERÁ IMBATÍVEL E FORMIDÁVEL ATÉ O FIM DOS TEMPOS! ESTA “FILOSOFIA” SE ENCONTRA ENTRANHADA NO IMAGINÁRIO POPULAR DOS REGIONAIS(HÁ EXCEÇÕES)DA MESMA MANEIRA QUE A DEVOÇÃO AO PADRE CICERO, É UMA UNAMINIDADE SERTANEJA . O CIDADÃO METRO-
    POLITANO JAMAIS ENTENDERÁ E PRATICARÁ ESTA ABERRAÇÃO DO RACIOCÍNIO HUMANO TEMENTE A DEUS
    (PARA NÓS,CIVILIZADOS), QUE É ABSOLUTAMENTE NORMAL E INCONTESTÁVEL,ATÉ ENTRE AS PRÓPRIAS VÍTIMAS, NESSAS “GROTAS” NORDESTINAS … O ÚNICO FREIO LEGAL SERIA A JUSTIÇA,MAS …AH,SIM…
    QUERO CORRIGIR UM TÊRMO POR MIM CRIADO,QUE SE ENCONTRA EQUIVOCADO…AO INVÉS DE TRIÂGULO DAS BERMUDAS(COMPREENDERIA TRÊS MUNICÍPIOS,COMO NO HO-
    MÓLOGO SERTANEJO,MATA GRANDE & CIA.), SERIA MAIS COERENTE NOMINÁ-LO DE POLÍGONO DAS BERMUDAS,PELO
    FATO DE ABARCAR,PELO MENOS,CINCO MUNICÍPIOS,QUE POSSUEM COMO ÚNICO FATOR DIFERENCIAL,AS SUAS HIPOTÉTICAS E INVISÍVEIS FRONTEIRAS E PORTEIRAS. . . QUEM FOI A BOA ALMA RESPONSÁVEL PELA OPERAÇÃO TAPA-BURACOS QUE ESTÁ OCORRENDO NAS PRINCIPAIS VIAS DESTA CAPITAL!? OS PROPRIETÁRIOS DE CARROS-VÉIOS,E,
    PRINCIPALMENTE,OS MOTOQUEIROS E MOTOCICLISTAS(FAVOR NÃO CONFUNDÍ-LOS!),AGRADECEM ! PELA PRIMEIRA VEZ,ESTOU ELOGIANDO UM GESTOR PÚBLICO,POR MÉRITOS..
    A PROPÓSITO,CAPEAR AS BOCAS-DE-LOBO COM ASFALTO,
    ALÉM DE IMPEDIR A DETERIORIZAÇÃO DESTAS , DIFI-
    CULTAM OS SEUS ROUBOS POR “NOIÊROS” E OUTROS VAGABUNDOS QUE INFESTAM AS RUAS DESTA CIDADE QUE JÁ FOI CHAMADA DE “SORRISO” . . .

  • amorim

    Prezado Ricardo Mota, acompanho sempre os seus comentários,seja escrito ou falado, e, entendo muito bem o título do seu comentário, alguém cometer um crime e permanecer as soltas, não vamos culpar apenas o nosso código penal, que realmente cabe ressalvas, entretanto na nossa república ainda vale e muito o sabe quem eu sou? As amizades escusas, disso não tenho dúvidas, mas como pra tudo tem um tempo, espero que hoje finalmente esse tempo tenha chegado, confio em Deus.

  • carlos

    Pois é Wal, a impunidade tem como modelo a Região sul ,de Alagoas,que exporta impunidade e faz com que outros pensem em fazer o mesmo onde até presente data o crime tem dado “certo”.Basta observar os crimes desta região citadas se são apuradas….

  • carlos

    Se apurados*

  • setença

    todos devem ser condenados a pena maxima pela covardia

  • Joao TT

    A CONDENAÇÃO de criminosos no BRASIL depende do trabalho da polícia JUDICIÁRIA, a Polícia CIVIL – sucateada em ALAGOAS. Sucateada a Polícia CIVIL, o que virá?
    http://www.alagoas24horas.com.br/1036688/delegado-pede-exoneracao-e-destaca-enfraquecimento-da-policia-em-alagoas/
    ALAGOAS tem 178 presos por 100 MIL habitantes, – as CADEIAS começam a superlotar. A média NACIONAL é 306 presos/ 100 mil habitantes.
    https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/02/10/juizes-defendem-maior-n-de-presos-contra-homicidios-estudiosos-criticam-superlotacao.htm
    Em ALAGOAS um policial MILITAR tem salário inicial de R$ 3.522, trabalhando com viaturas EQUIPADAS e com poucos ANOS de uso, armamento e fardamento – COLETES à prova de balas incluído – em BOAS condições de uso.
    http://www.alagoasnanet.com.br/v3/alagoas-recebe-reforco-de-59-novos-soldados
    No BRASIL os salários de PMs variam entre os EXTREMOS:
    – R$ 2.646 (MÍNIMO) no Espírito SANTO com 429 presos e 35,1 homicídios por 100 MIL habitantes;
    – R$ 6.500 (MÁXIMO) no Distrito FEDERAL com 503 presos; 25,6 homicídios – por 100 MIL habitantes.
    http://g1.globo.com/politica/noticia/salario-base-da-pm-do-espirito-santo-e-o-menor-do-pais-mostra-levantamento.ghtml

  • Flávia

    Conheci de perto Dr Luiz Ferreira… quantas vidas ele ajudou a salvar… sabemos que nem todos “pagarão” pelo crime… mas… da verdadeira justiça ninguém vai se safar…E… não tenham dúvidas… todos terão seu julgamento… quanto ao Dr. Luiz… que a luz divina esteja com ele… no céu.. e o conforto… a paz a seus familiares.. que esses sim… não tem preço a perda de seu ente querido…

  • Ilusionista

    Se mede a cultura de uma população de acordo com a quantidade de lombadas (quebras molas) e o nível de audiência do big brodher na sua cidade.

  • carlos

    A viúva Dr.Luiz Ferreira, no seu depoimento diz que os mandantes tomaram cafe na casa deles uma semana antes de crime!Coisa tão parecida com que acontece na Região Sul,os suspeitos conhecem bem a família dos assassinados e até vão para o enterro ser “solidário”,com a família da vitima!

  • Estado de Calamidade

    Ricardo, vem ocorrendo uma situação muito grave em Alagoas, principalmente nos crimes políticos. alguns desses crimes são cometidos por rivais políticos com intuito de incriminar seus adversários e dessa forma tirarem proveito politico da situação. Como normalmente acontece uma forte pressão da mídia a policia e o judiciário na maioria da vezes incriminam sem provas suficientes para mostrar serviço pouco se importando com uma apuração responsável e verdadeira.