A bancada de Alagoas no Senado continua na linha de frente, protagonizando algumas ações que definem o passado, o presente e o futuro do país.

O senador Benedito de Lira, líder do PP na Casa, participou de um jantar em uma chalana – um barco – em Brasília, em que o principal convidado foi o ministro Alexandre de Moraes, futuro integrante do Supremo Tribunal Federal.

Não foi um evento social qualquer: Moraes se submeteu a uma sabatina informal, preparatória da que será para valer, e na qual ele vai tirar nota 12.

Participaram do jantar, além de De Lira, o anfitrião, senador Wilder Morais, de Goiás, e mais seis colegas deles.

Entre estes, o senador Ivo Cassol (PP-RO), que carrega uma história emblemática sobre foro privilegiado e STF.

Desde 2013, Cassol está condenado pelo mesmo Supremo, a última instância do Judiciário brasileiro (??), por uma fraude que teria cometido quando prefeito do municípios de Rolum Moura. Mas a decisão sobre o cumprimento da pena está suspensa por causa do julgamento de um recurso apresentado pelo senador, a espera do voto final, a cargo do ministro Dias Toffoli.

A sabatina, consta, foi durona: Moraes teve de responder sobre supostas ligações (fantasiosas, me parecem) com o PCC e sobre a Lava-Jato.

Depois dessa, o futuro ministro do STF poderia se submeter a um interrogatório até mesmo de Tomás de Torquemada, que registrou seu nome da história como mais impiedoso inquisidor de infiéis.

Filho de Antônio Albuquerque será o novo Secretário do Trabalho
Fachin pode dar uma mãozinha ao senador Renan Calheiros
  • wal

    Numa festa, no inferno se o diabo, não estiver presente, todos os seus secrat´rios, estarão, sem dúvida nem uma…

  • JEu

    Lembra aquela musiquinha sucesso em um carnaval? “Na casa do senhor não existe satanás, xô satanás, xô satanás”… será que tocou por lá, na hora do jantar?!!!!

  • Joao TT

    ASSIM sangrando à procura de Hospital na LEVADA da Ponta Grossa, a Ponta VERDE da Jatiúca liga o DANE-SE em BrasiLHA onde a UNIÃO faz a FARSA pra … “estancar a SANGRIA” da Lava JATO [R JUCÁ, abril 2016]
    Entre [email protected] FATO isolado INACEITÁVEL com tudo em AVALANCHE de 10 dias M TEMER no Tabulêro do ‘cende u FAROL com Tim MAIA n’álbum DANCE BEM em 1995:
    – fornece foro PRIVILEGIADO a M FRANCO, delatado p´ODEBRECHT;
    – indica pU Supremo o ministro tucano A MORAES, m$ de MERDA?
    – em NEGÓCIOS a pasta da JUSTIÇA de Renan PAI com FH II, 07abr1998 a 19jul1999.

    Nas PRESIDÊNCIAS do legislativo, magote de delatados d´ODEBRECHT:
    – R MAIA genro de M FRANCO na CÂM Depu$, e E OLIVEIRA índio da intimidade do CEARÁ no Sen FEDE;
    – na CCJ do Senado E LOBÃO por R CALHEIROS e J SARNEY – pais @-responsáveis?
    A CCJ – COMISSÃO de Constituição e Justiça sabatinará candidato a ministro do SUPREMO agora, e candidato a PROCURADOR-geral em novembro. [OLIGARQUIA política: DANE-SE]
    JdSouza QUINTA 08fev17, https://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2017/02/08/oligarquia-politica-apertou-o-botao-de-dane-se
    * Pneu furou ‘cend’U FARÓ(2x$) – Se alguém ligou/ ‘cend’U FARÓ(2x$)
    – S’alguém ligou m’a senhora/lh’amou e foi-se embora’cend’U FARÓ(2x$)
    https://www.vagalume.com.br/tim-maia/acenda-o-farol.html

  • paulino lopes

    Quando os membros de uma quadrilha se reúnem é para que! Respondam?