A nota-desabafo do senador Renan tem de ser entendida como a ação de um pai em defesa do Filho – em um momento de derrota acachapante -, ainda que pareça a todos despropositada e desprovida de sentido lógico.

Calheiros já havia passado, e por mais de uma vez, pela humilhação das urnas, além de saber que não tem vocação para o tipo de eleitorado, mais urbano, que sempre lhe foi arredio.

Agora, por óbvio, ele se manifestou como o Renan primordial, o chefe do clã, em uma ação de legítima defesa dos seus.

Não há porque não compreendê-la (a nota) dentro do seu contexto anímico, de agudeza emocional.

A hora é de tragar a ‘dor e engolir a labuta’, para que não haja mais perdedores do que os de agora.

(Longa é a arte, tão breve a vida – Tom Jobim.)

TJ retoma julgamento de "taturanas" na próxima quinta-feira
Governador Renan Filho levou a derrota para dentro do Palácio
  • Há Lagoas

    Entre todos os dissabores e sua evidente inclinação para a falta de virtude, ele preservou o extinto paterno. Nada mais natural do que defender sua própria cria. Isso prova que apesar de ter sucumbido aos ditames da politicagem, Renan – o pai – ainda é humano!
    Pena que não haja arrependimento, apenas remorso pelo que fez, e pelo que ainda fará…

    • Joao TT

      Seria MURICI da Zona da MATA quali St’ANA desmatada?! … rsRs
      AQUI no Sertão tem quem arrisque jamais PETISCANDO: saindo das sombras do MATO à procura de COQUEIRAIS e perdendo a NOÇÃO – ficam desorientados:
      … SAEM do mato, mas carregam o MATO em SI … Kkkkk
      * É hoje AQUI quis me lembrar/ Vendo as praias tão SEM cor, enfim
      – SEM as palmas dos COQUEIROS meu amor … Eu me LEMBRO!
      [COQUEIROS ], Geraldo Azevedo, _ https://www.letras.mus.br/geraldo-azevedo/277422/

  • maceioense consciente

    Ricardo,
    O fato é que Renan fala e maltrata todos aqueles que o afrontam, seja pessoalmente, seja nas urnas.
    Ainda está na memória das pessoas o recente discurso em que ele desrespeita as instituições, rebaixando, com seu palavreado de ódio, um juiz de direito e um ministro de Estado.
    Imagine o que ele falou, nos bastidores, sobre o povo maceioense… (rsrsrsrs)
    Pena que o Brasil ainda tem que conviver com esse tipo de gente. Mas as coisas estão mudando…

    • Jamerson

      caríssimo, não concordo que as coisas estão mudando até porque no interior onde o senador tem alguns aliados ele ganhou a eleição, ver região norte do estado. E com certeza INFELIZMENTE o veremos ser reeleito em 2018 pelo ignorante povo alagoano que, na maioria dos municípios, acha que o senador dos bois de ouro é imprescindível para a Alagoas e que sem ele poderia ser pior. Torço que ele vá fazer companhia a seus pares de lava jato em Curitiba, mas não acredito muito nas instituições brasileiras principalmente na Justiça onde o senador demonstra ter grande afinidade desde que foi ministro da pasta.

      • Jorge Alves

        Infelicidade em parte de seu comentário amigo.
        Sou alagoano, com o mais absoluto orgulho e não posso, de forma alguma, aceitar o termo “ignorante povo alagoano” ser colocado.
        A política desse país, ou melhor, a PODRE política desse país, não é uma mácula apenas de Alagoas meu caro. A idoneidade moral, que deveria ser absoluta, tornou-se exceção, se não exceção da exceção no cenário político. Será que os representantes de seu estado faz parte dessa exceção? E sem falar que, se esse cidadão chegou a presidência do Senado Federal, foi com a anuência da maioria absoluta daquela casa legislativa, inclusive, quem sabe, com o voto de apoio dos representantes de seu estado. Se é que você não é alagoano.
        Portanto amigo, a culpa não é exclusivamente do “ignorante povo alagoano, mas sim, do ignorante povo brasileiro.

        • GalMonteiro

          Mas foi o Ignorante povo alagoano sim que o elegeu , reelegeu , como não ? foi o papa????e com relação a Estado , sou alagoana também , pronto , e daí????Por isso vou deixar de reconhecer a ignorância do meu povo???e por a política ser podre no resto do país , quer dizer que só aqui é que não pode falar…eu hein? Pelo comentário , deve ser assessor do Renan,,,,Sergio Moro nele, em todo mundo , xô capeta….Bolsonaro 2018….não sobra um;;;Olavo de Carvalho estava certo!!!

    • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

      DEMOCRACIA TUPINIQUIM NÃO SERVE A VOCÊ NEM A MIM
      Joilson Gouveia*
      Louvável, considerável, aceitável, razoável e saudável o sentido dialético dos argumentos, posts e comentários contestatórios de “Jamerson, Jorge Alves e GalMonteiro” ao emitido pelo “maceioense consciente”, onde quase todos têm razão, ponderando alguns argumentos mais incisivos; claro!
      Mas, ainda assim, urge lembrar que, no atual sistema eleitoral vigente, o eleitor (ignorante ou não) não pode nem deve ser responsabilizado por esse ou aquele político ELEITO, independentemente de sua má ou boa índole, tanto do eleito quanto do eleitor, porém hão de ter ficha-limpa; ou não?
      O eleitor, deste ou doutro estado da federação, ignorante ou não, independentemente de suas preferências por “A” ou “B” ou “C”, não decide nada com seu VOTO: “Voto não decide nada! Quem conta os votos decide tudo!” Stalin; basta ver do último pleito eleitoral de 2014 (o maior, mais vil, desbragado, oprobrioso, inescrupuloso e criminoso estelionato eleitoral de todos os tempos) onde quem contou os votos senão aquele que ascendera pela graça, benesse e bonomia escarlate! Retribuiu o auferido. Ou não?
      Assim tem sido e assim será, ainda que haja o VOTO IMPRESSO aferível, conferível, concreto, real, prático e palpável ou contestável – até prova em contrário! “Ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais”, numa velha, caduca, arcaica, esfarrapada, ultrapassada e colonial “aristodemocracia”, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2011/06/aristodemocracia.html; ou não?
      Aliás, nossa ameaçada democracia tupiniquim não passa de um rascunho, esboço ou arremedo chinfrins, medíocre e acanhado de uma verdadeira Democracia (teoricamente um governo do povo, pelo povo, para o povo e com o povo e conforme a vontade da maioria do soberano povo: cidadão eleitor) que passa a ser gerido, governado, gestado, mandado e dominado pela ínfima, pífia, tíbia e mínima minoria de votos “válidos” porquanto “contados por quem decide tudo”!
      Ora, onde, quando, como, porquê e por quais razões uma ínfima minoria de “votos válidos” e assim considerados, pode desdenhar, espezinhas, pisotear, desconsiderar e desprezar os manifestos, ostensivos e declarados protestos, reproches ou deboches daqueles que optaram, deliberadamente, por BRANCOS, NULOS e ABSTENÇÕES, justo por faltar-lhes uma opção de escolha entre os escolhidos, por esse ou aquele partido, que busca a defesa umbilical, unívoca, uníssona e unilateral de seus interesses particulares, privados, exclusivos e pessoais e somente, apenas e tão-somente dos respectivos partidos ou agremiações jamais visam aos interesses nacionais e de Estado? – Olhem a atual conjuntura onde cada partido busca a intransigente defesa inexplicável, indefensável e injustificável de sus integrantes envolvidos e citados nas mais diversas e variadas declarações-premiadas das delações judiciais obtidas nas operações policiais federais, mormente na LAVA-JATO!
      Ora, para um governo republicano democrático (governo de maioria, portanto) quando os “não-votos” (NULOS, BRANCOS e ABSTENÇÕES) resultarem além ou maiores e superiores à metade dos eleitores inscritos, cadastrados e registrados num colégio eleitoral, o “eleito” ou o seu resultado não reflete à vontade da maioria do povo, o que o ilegítima na sua “outorga auferida”, como sucedeu com os aduzidos “mais de 54 milhões de votos válidos” computados para a inocentA, RÉ, defenestrada, escorraçada e expurgada do “puder”, numa “queda, sem coice”, como urdido, querido e imposto pelo ex-presidente do STF (que ascendeu com eLLes) em conluio com o “rei-do-gado-dourado”; ou não? – Onde 54 é maioria de 114 ou mais que 210 milhões de habitantes brasileiros, residentes aqui e do exterior?
      Urge, pois, uma imprescindível reforma no sistema político eleitoral, que permita o direito ao soberano povo não só votar, mas, sobretudo, o de ser votado-, mormente de pôr e depor o político eleito-, independentemente de estar filiado a quaisquer dos partidos existentes (que são custeados e mantidos pelo governo federal pelas inexplicáveis, injustificáveis, perversas, odiosas e escabrosas doações aos Fundos Partidários) os quais deverão ser sustentados ou mantidos por seus filiados, facultativa, voluntária e espontaneamente por seu livre alvedrio, talante e nuto, e somente considerar eleito aquele que obtiver à maioria absoluta dos votos do eleitorado voluntário, registrado, cadastrado e inscritos no referido Colégio Eleitoral, pois que, o voto obrigatório apenas coonesta legalidade e amalgama forçosa legitimidade aos que não obtiveram o sufrágio real, prático, concreto e verdadeiro da maioria do eleitorado. Ou não?
      Fora disso, o eleitor não pode nem deve ser responsabilizado por essa democracia tupiniquim; ou não?
      Tenho dito: voto impresso, voluntário, facultativo e espontâneo de eleitores de ilibada conduta, idoneidade e probidade, mormente do pretenso candidato!
      Abr
      *JG

  • JEu

    Tirando o sentimento muito natural de defesa da prole, o Re(i)nan continua o mesmo de sempre… porém, agora, está mais acuado do que nunca lá no planalto… talvez pressentindo a chegada da “tempestade” inevitável que se aproxima… Tchau, Re(i)nans…

  • Roberto

    A nota deixa claro a dependência do mimado governador ao coronel Calheiros. Quero ver quando papai perder a presidência do Senado, quando as pedras serão jogadas em seu telhado de vidro, como o governadozinho irá tocar a sua vidinha.

  • Eduarda Jordão

    Os Calheiros estão arrogantes e prepotentes. Votei em Renan Filho e no Pai. Depois que o filho ganhou no Estado, o poder subiu a cabeça. A gota d’agua foi a campanha do Ciço e o fato do Pai chamar um Juiz de “Juizeco”. Eles tem que lembrar que estão no poder. Política não é concurso. O Juiz o cargo é permanente. É um absurdo a forma como eles passam por cima de tudo e de todos.
    Espero que ambos percam nas próximas eleições.
    Cada vez mais Rui, Rodrigo Cunha e Pedro Vilela, crescem.

  • saulo mendes

    Depois da nota, fiquei contente em ter votado em Rui. Não quero mais esse tipo de político, que pensa que é dono das pessoas, para Alagoas. O coronelismo tem que ser banido do nosso estado e você que se esforçou para tirá-lo de cena, redobre sua atenção, na próxima eleição. O coronelismo entende que tudo que ele faz por você é como se fosse uma dádiva de um deus. Servidor público senador, eleito ou não, é empregado do povo. Se você confessa na nota que deu um emprego a Rui Palmeira, sem que este merecesse você é um irresponsável. Já nós que demos emprego a Rui, estamos muito satisfeito com o papel dele de servidor no primeiro mandato e por isso repetimos a dose. Prefeito tem que ser gente simples e não Deus ou gente que diz que fala com Deus a hora que quer. Derrota acachapante. Fale com seu menino e diga que o servidor público está há dois anos sem aumento e que as obras que ele toca, são ainda do Téo Vilela. A Rui Palmeira peço que releve a nota. A baixeza dela nos incomoda como cidadão e como alagoano. Mas deixa para lá. Parabéns a Rui pela vitória contra as baixarias e parabéns ao povo que tem votou em um prefeito jovem e humilde. Quero votar em Rodrigo Cunha para governador!

  • ZeDoPovo

    Acredito que a nota foi muito bem pensada, não foi um desabafo, mas um inicio de campanha para sujar a imagem do prefeito, que provou ser o preferido para 2018. Na nota ele diz que o prefeito não tem muito cuidado com o dinheiro público, partindo de uma pessoa que utilizava um avião governamental para fazer implante de cabelo, não tem o que se discutir muito. Não defendo o prefeito ou qualquer político, mas devemos ficar de olhos em todos eles.

  • Alexandre

    Puro desespero as coisas estão mudando Renan e muito.

  • Indignado

    Roberto você ainda tem dúvida de quando será que o RC vai perder a presidencia vai ser logo logo e o mandato RC e RF em 2018. Os alagoanos tem que se livrar dessa família egoísta que pra eles pobre só ser para colocar eles no poder.

  • renato

    não ví comentários da imprensa acerca do teor. É verdade o fato narrado? Se for, seria vergonhoso para o prefeito eleito.

    • ZeDoPovo

      Eu sendo um politico, iria gostar muito que o Renan, fizesse uma nota contra mim. Iria me preocupar caso ele me elogiasse.

  • CARLOS FRANCISCO DE FARIAS

    Como bem disse você Ricardo,esse é o Renan em estado bruto.Essa notinha mostra com clareza o desespero do senador pra 2018.Isto é,seu desespero pela perda do poder é iminente.Se não cair,a gente derruba.

  • Sidney

    Eita desespero arretado homi!!! Já tá batendo na canela!? É mau pressentimento, né re(i)nan? Parece cachorro acuado… Pode espernear a vontade Calheiros, que a hora de acertar as contas com a JUSTIÇA tá chegando!!

  • Thiago

    Essa marquetagem de “bem x mal”, é uma ilusão que se vende fácil a massa de manobra. De tudo que foi dito na nota, a meu sentir a mais verdadeira é essa: “Parabéns à selfie do bom-moço e bom caráter”.

  • WAL

    O NICOLAS MADURO ALAGOANO,falta com respeito a todos que fique a sua frente, à; ministro do STF,juíze federal,os próprios pariceiro dele,( RENAN ),seus adversários. Um cidadão sem escrúpulos. Ele não se deu conta de que seu empreso é através do voto,e não respeita seus eleitores.
    VAMOS VER QUEM MANDA EM 2018.

  • Bel

    RENAN BOTOU PRA QUEBRAR! HUMILHOU.

    • Robson

      Humilhou a ele mesmo… saiu pior do que entrou. Renan Calhorda perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado e se conter em sua arrogância. A democracia prevaleceu e a maioria votou em Rui Palmeira. O coronelete de Muryssy não gosta de perder ou ser afrontando, e também não respeita a vontade e o voto popular. Logo o Juizão Moro vai convidá-lo para uma temporada na República de Curitiba…

    • Eduarda Jordão

      Humilhou quem? Ele mesmo? Quem saiu humilhado dessas eleições 2016 em Alagoas, não foi Rui e sim os CALHEIROS. Essa nota foi simplesmente ridícula. Era melhor ter ficado calado ou parabenizar a Vitória do atual Prefeito. Como disse Rui no debate, Saiu do grupo…

  • Lima

    Os Calheiros não conseguiram colocar a porteira no nosso estado, o interesse deles é fazer igual ao que fez em Murici, décadas no poder e a cidade continua com os mesmos problemas, as mesmas carências e falta de expectativa para quem reside lá. Se não conseguem administrar uma cidade de porte pequeno, imagine um estado. Infelizmente, são eleitos pelo voto comprado, chibata em uma mão e um saco de dinheiro e um cartão do bolsa família na outra. Coronelismo moderno.

  • José Ranulfo Correia

    O Ciço até que lembrou que não concluiu o vale do Reginaldo. pena que toda maceió foi ele que fez, só não terminou o vale. quem sabe daqui a 20 anos ele encontre um Sampaio e João Lira para pegar carona, porque o Renan o prestigio foi muito pouco para derrubar o humilde porém correto prefeito RUI.

  • André

    Que venha 2018 para o fim do reinado dos arrogantes renais,principalmente o que se acha acima de tudo e de todos o senadorzeco renandozeco. Que os alagoanos já esquentem a partir de agora o seu voto.

  • Jorge

    Esse cidadão caminha para o seu crepusculo, sombriamente seu momento final tá se aproximando, o medo do anonimato e a solidão de um quarto o faz tremer… é a tristeza como derradeira amiga… assim irá terminar uma trajetória, até, bem iniciada, mas, com um fim terrível… O DESPREZO DOS SÚDITOS… e, da PLEBE com sede de JUSTIÇA!!

  • Carlos

    DESESPERO E DESEQUILÍBRIO DE UM SENADOR,PRESIDENTE DO CONGRESSO QUE ATACA JUIZ,MINISTRO E AGORA O PREFEITO ELEITO DE MACEIÓ. QUER GANHAR A TODO CUSTO.

  • Bel

    EM 2018, RENAZINHO É CANDIDATO UNICO NOVAMENTE.KKKKKKKKKKKKKK

    • marcelo

      Certamente que sim. Teo Vilela (O banana), não vai contrariar o Renan (pai) e colocar um adversário de porte para disputar o governo.

  • Foi mal!

    Em breve o Senador deve negar a autoria da nota.

    Foi muito infantil, piegas e vingativa, estaria mais para o posicionamento de um Senadorzeco.

  • moab rogerio

    o senador renan tem que ver que o povo e livre e que ele e o seu filho e o cicero almeida nao pode mandar na vontade do povo de alagoas e principalmente de maceio queremos mudança e homem de bem na politica de alagoas espero que este mau senador nao tenha votos suficiente para ser senador por ALAGOAS NOVAMENTE ESTE CARA NAO RESPEITA NINGUEM SO OS SEUS DESEJOS E GOSTO POVO DE ALAGGOAS TEM VERGONHA DE TER UM HOMEM DESTE NOIS REPRESENTANDO DO SENADOR NEM ELE E NEM FERNANDO COLLOR PODE CONTINUAR SENDO SENADORES POIS O MORO JA OS TERIA MANDANDO BUSCAR ELE PARA DEPOR MAIS OS DOIS AINDA TEM ESTE MALDITO FORO.

  • Antonio Moreira

    (Longa é a arte, tão breve a vida – Tom Jobim.) II

  • PORFIRIO

    Deve se preparar pra perder em 2018.

  • karl jorge charles

    Ricardo, Independe do apoio do Governador Renan, que por sinal, faz um ótimo governo(é bom não esquecer Teo Vilela),Ciço taturana, não ganharia a eleição de maneira nenhuma,o povo de maceió não quer, se ele for candidato 100 vezes, vai perder todas,pode chamar Pai de Santo,Jesus e Maria José, Deus, apelar pra tudo… Começou o Crepúsculo do Matuto Rico… No brasil Justiça só pra Pobre, Preto e Puta, se não tiver dinheiro…rsrsrs

  • C.A.O

    Que coisa ridícula, um Senador arrependido porque deu um emprego, imagine se fosse um arrependimento por cada boi ? “comprado”

  • Carlos

    Senador tá chegando a hora. O Povo de Alagoas tem nojo e vergonha desse senhor a cada dia.

  • Ricardo Prado

    Que tem um monte de juizeco, isso tem. Que Rui Palmeira, cuspiu no prato de comeu, isso o fez. Portanto, não entendo tanta celeuma por conta de verdades ditas…..
    Tenho observado durante todo período eleitoral, as afrontas direcionadas ao RC, mesmo esse, estando ausente e no entanto, ninguém saiu em sua defesa. Agora, depois de suas duras e verdadeiras palavras, me aparecem os paladinos da justiça e dos bons costumes para criticarem tal atitude….
    Ora, vão procurar cabelo em uva, seus demagogos!!!!