O deputado federal Arthur  Lira deixou a condição de investigado para virar denunciado ao STF na Lava-Jato. Uma mudança de status – para “cima”.

Acompanhado de mais seis colegas dele, de partido, de Lira é acusado pela PGR de ser beneficiário em um dos muitos esquemas de pagamentos de propina da Petrobras. O caso é sigiloso por usar informações de delação premiada.

O grupo é formado pelos pepistas: Arthur Lira (AL), Mário Negromonte Jr. (BA), Luiz Fernando Faria (MG), José Otávio Germano (RS), Roberto Britto (BA) e os ex-deputados Mário Negromonte (BA) e João Alberto Pizzolatti (SC).

No esquema, para variar, surge como o “pagador de propina” o doleiro de todos os crimes, Alberto Yousseff.

Arthur Lira ainda é investigado em mais três inquéritos da Lava-Jato, inclusive no que ficou conhecido como “quadrilhão”.

Redes sociais pressionam Maurício Quintella sobre impeachment
Collor se filia ao PTC e pode disputar prefeitura de Maceió
  • Bel

    QUE COISA FEIA. VERGONHA!

  • Lopes

    O assalto ao bolso popular é a mais antiga, sólida e venerável das nossas instituições. Deveria ser logo consagrado como um dos direitos humanos.

  • carlos

    É muito ruim,no momente desse de crise Alagoas,sendo pontuada negativamente como os representantes do povo que os elegeu.Não bastasse isso ainda temos que conviver com um estado fraco em:Educação,falta de emprego e entre os piores à violência com índices muitos altos apesar do esforço do governo que tem dininuido.Porém fico triste com indiferência do povo em não se manifestar onde os maus policiais puxam esses dados negativos como o caso dos irmãos especiais e do trabalhador,que foi morto por testemunhar o crime praticado por aqueles que são pagos pelo dinheiro do povo para proteger a sociedade e não fazer o papel de bandido fardado sujando o nome da briosa.Em Coruripe,já é rotina morrer por balas e ninguém sabe quem “foi” e fica no esquecimento há muitos anos entrando na história com um município do medo e ninguém de manisfesta.Socorro ministério público.

  • Claudio

    Foi aprovado pelo Postalis atraves do seu Conselho um aumento de 18% da contribuicao dos funcionarios do Correios e aposentados por um periodo de 23 anos para cobrir o rombo Bilionario na Previdencia deles, por ter sido usado de forma indevida pelo governo. Final da historia quem vai pagar é a parte mais fraca!

  • JEu

    Finalmente a família De Lira vai “deslanchar” na mídia nacional e, quiçá, internacional… sua fama vai rivalizar com a de Collor e de Renan… e é coisa de “pai para filho”… Eita que Alagoas vai, cada vez mais, se “destacando” no cenário nacional… Quais serão os próximos a “colaborar” com a “boa” fama dos alagoanos?!!!!!!!!

    • JH

      Oxi e tem alagoano que rouba é?
      Eu pensei que era apenas o pessoal do PT lá brasília…

      rsrsrs

  • fernandes

    Os alagoanos de bem torcem pela ascensão de sua “excelência”

  • Junior

    Essa investigação é interessante. Começou de cima para baixo, torço para chegar as prefeituras e órgãos públicos, onde se pratica o enriquecimento ilícito com dinheiro público.
    Para existir ética na política, muita coisa tem que mudar, começando por afastar os políticos investigado e depois se comprovadas as irregularidades, torna-los inelegíveis por corrupção.

  • Jr

    PF aponta indícios de corrupção de Arthur e Benedito de Lira na Lava Jato, STF recebeu relatório e enviou à PGR, que decidirá se apresenta denúncia. Senador Benedito de Lira e deputado dizem não ter envolvimento. O deputado Arthur Lira (PP-AL) e o senador Benedito de Lira (PP-AL). Eita, que faltaria cadeia se a justiça fosse séria!

  • Jr

    Política Alagoana é formada pelos: Albuquerques, Almeidas, Barbosas, Beltrão, Cabeleira, Caldas, Calheiros, Canutos, Cardosos, Carimbão, Cavalcantes, Clementes, Collor, Farias, Feijó, Ferros, Fidelis, Fragosos, Freitas, Garrotes, Holandas, Jatobá, Lessas, Lins, Liras, Maias, Palmeiras, Pachecos, Pereiras, Rochas, Tavares, Tenórios, etc. Talvez, tenha esquecido alguma família que se mantem do dinheiro público, nesse sistema político falido e leis que apenas beneficiam que estão no poder. Resumindo, nada muda, permanece a mesma coisa, ricos, poderosos e o povo pagando a conta.

  • carlos

    Jr.tem razão,o povo fala e na hora do voto é nos mesmo ou pior que vota em branco e nulo.Assim não muda nunca!

  • Petronio França

    Culpa da Dilma.