Eu sei que é um exagero falar em partidos ideológicos no Brasil, principalmente por essas bandas.

Mas há de se destacar que as legendas que sempre foram consideradas mais à esquerda ficaram sem nada, praticamente, na Assembleia, após a janela da infidelidade (que só poderá ser confirmada na segunda semana de abril, com a lista oficial da Justiça Eleitoral).

Só restou o deputado Inácio Loiola no PSB, mas o parlamentar sertanejo, uma ótima figura humana, caberia nas legendas mais diversas.

PT e PDT ficaram reduzidos a zero, cedendo quatro deputados – dois de cada um – para o PMDB, o partido do poder.
De fato, e é inegável, há uma onda conservadora varrendo o país, e não por conta da defesa do impeachment da presidente Dilma.

Aliás, o próprio governo federal tem apresentado, tão somente, uma agenda que está longe do que podemos chamar de progressista.

Que o digam os aposentados, viúvas, pensionistas e assalariados, que pagam a conta da incompetência.

"A janela da infidelidade só piorou o quadro partidário"
Renan Filho rejeita sugestões de Renan pai para a Segurança
  • JEu

    E ainda querem impor a volta da CPMF… Se fosse para salvar o País, num esforço conjunto: governo e povo, então eu até que concordaria… no entanto, o governo (principalmente na esfera federal) não quer dar o exemplo, fazendo o dever de casa, que é enxugar a máquina pública – vale lembrar que o governo federal tem mais de 20.000 cargos comissionados… nem o governo dos EUA têm uma estrutura desse porte… agora vá acreditar nesse governo que aí está….!!!

  • Há Lagoas

    Com todo o respeito que tenho pelo senhor e por sua história como jornalista, me assusta algumas ponderações a respeito do que você chama de “onda conservadora”.
    Contudo, mesmo divergindo de seu ponto de vista, sei que qualquer excesso de ambos os lados é danoso para a sociedade. Cabe o equilíbrio, que a atual “onda de esquerda e movimentos sociais” nunca souberam respeitar.
    Não me considero um conservador, mas continuo afirmando que princípios e legados não se negocia.
    Torço pelo Brasil e não defendo partidos políticos.

  • Lucas

    Pode-se ter a visão, também, de que a ‘onda conservadora’ na verdade levou aqueles para o lugar que já lhes era de direito, ou que eles talvez sempre foram mais ligados!