Ontem, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luiz Dantas, de reuniu a portas fechadas com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Washington Luiz.

De acordo com um integrante do Judiciário, o encontro não teve testemunhas – exigência de ambos -, para que os dois pudessem encontrar uma solução para a “crise do duodécimo”.

Os dois poderes – e não só eles – não aceitam o reajuste proposto pelo governador Renan Filho, de 3,45% no orçamento deste ano, e buscam um meio-termo.

Conforme o blog publicou ontem, a tendência é estabelecer um reajuste em torno de 7,5% para o TJ, o que facilitaria o “atendimento” do pleito da Assembleia Legislativa – de mais R$ 20 milhões, de acordo com o que foi postado aqui desde o ano passado.

 

Governo retém R$ 3,5 mi de IR dos servidores da Assembleia
Cícero Cavalcante espera vaga na Assembleia em março