O governo do Estado reteve algo próximo a R$ 3,5 milhões referentes ao Imposto de Renda dos servidores, dos meses de janeiro e fevereiro deste ano.

Resultado: o clima na Casa de Tavares Bastos azedou.

Ontem, os deputados governistas com mais “autoridade” na Assembleia cobraram o primeiro-tio Olavo Calheiros o que consideram deles.

A decisão mérito da Justiça – juiz Alberto Jorge Correia -, quanto ao IR dos funcionários do Legislativo não determinava a retenção na fonte dos recursos, mas como a Assembleia não fez o repasse em janeiro, o governo resolveu garantir a grana nos cofres da Fazenda (somando os dois meses).

Os salários dos servidores da Casa não foram pagos ontem, conforme a expectativa, mas a direção da Assembleia garante que não tem relação com a retenção do dinheiro na Fazenda Estadual – e garante que o pagamento sai amanhã.

Mas o clima, paulatinamente, vai atingindo altas temperaturas.

Se o primeiro-tio não tomar as providências que os colegas dele esperam, a tendência é que o governo enfrente dificuldades onde menos esperava.

São os sinais da crise, cujos rumos são imprevisíveis.

Rui Palmeira aparece como "plano A" de Renan Filho em Maceió
Luiz Dantas e Washington Luiz se reúnem a portas fechadas por duodécimo
  • Paulo Rostner de Olivença

    Caro Ricardo Mota, certamente a matemática explica muita coisa, mas o difícil é entender o como se chegou num valor tão elevado de uma folha de pagamento de funcionários públicos.
    Vamos aos números:
    Ora, se em 2 meses há uma retenção de 3,5 milhões de IR, isso significa que ao longo de 12 meses a Assembleia- que não é de Deus- repassa à RF o valor de 21 milhões, então com esse valor seria possível pagar 2.625 funcionários com um salário de R$ 8.000,00.
    Agora, imaginem o salário e as “gratificações” e “adicionais” que geraram esse valor de IR, pago o dinheiro do povo para manter uma casa que não produz nada em prol da população.
    Isso é uma vergonha!!!

  • José Carlos

    Eu tenho peninha dessas inocentes da assembléia .Só tem bobinho e inocente.Quá,Quá,Quá….

  • Luiz Henrique

    Esse Renan Filho está de Parabéns. ! Não votei nele, mas já garanto que ele terá o meu voto na próxima candidatura !

  • JEu

    Se os caros (em todos os sentidos…) deputados da Casa de Tavares Bastos estão “requerendo” (para não dizer “exigindo”) uma correção do valor do duodécimo acima do que o governo propôs na LOA, como é que não querem recolher o IR devido por lei? Justiça seja feita, e o Estado tem todo o direito de agir dessa forma. Parabéns ao RF.

  • carlos

    Uma coisa é certo os deputados tem muito poder.Porém este poder só serve para mal,nada de bom esta turma saber fazer.Rodrigo Cunha é o único que merece o respeito e admiração do povo Alagoano.Provavelmente não deve ser bem visto por esta turma,que vive na ilegalidade como se fosse o normal!!!Sinceramente eu não sei,como eles educam os seus filhos.

  • alagoano revoltado

    Até que enfim apareceu um Governador com coragem de enfrentar esses parasitas da Assembleia. Enviar tanto dinheiro somente para que apreciassem dois importantes projetos durante 2015, ou seja, votação em aberto e liberar bebidas nos estádios. É muita falta do que fazer. São sugadores do dinheiro do povo idiota que ainda votam nesses desocupados.

  • Antonio de Pádua

    Acho que entendi errado ou estou confundindo as coisas, pelo que sei o Presidente da Assembleia não é o primeiro tio do Governador Dep. Olavo Calheiros, e sim, o Deputado Luiz Dantas, este sim é quem resolve. É a minha opinião.