O caso Beto Baía prenuncia mais um daqueles imbróglios judiciais que já conhecemos, repetidamente, em Alagoas – envolvendo prefeitos interioranos.

O TJ decidiu que ele, Baía, deve reassumir a prefeitura de União dos Palmares.

Desde outubro do ano passado, quando ele foi afastado pela primeira vez do cargo, este será o segundo retorno do prefeito ao posto.

Ele já havia reassumido a prefeitura de União do Palmares em novembro, afastado de novo em dezembro, devendo voltar agora ao cargo para o qual foi eleito, por decisão do Tribunal de Justiça.

Já vivenciamos situações semelhantes, só para lembrar os casos mais recentes e de maior repercussão, com as “prefeitas” Vânia Paiva e Maria Elisa, em Rio Largo, que vem se replicando com Toninho Lins.

Há de se ressaltar: cada caso é um caso e cada juiz com sua sentença.

A explicar apenas a fluidez do direito – líquido e incerto.

Assembleia pede mais R$ 20 milhões de duodécimo para 2016
Olavo Calheiros quer nomear novo diretor do Detran/AL
  • junior

    ele tem mais é que ficar de fora,nunca fez nada pela cidade, tanto fez para ser prefeito de união, para ser essa decepção.e eu acredito que tudo isso que estão falado é verdade.

  • Daniel

    Isso só acontece porque há concordância com alguns orgãos que deveriam está fiscalizando, não há outra forma disso acontecer! O povo e somente o povo que realmente precisa são os mais prejudicados!

  • Daniel

    Nada disso ocorre sem o consentimento da justiça, assim como é do consentimento da justiça o visível e quase irreversível dano aos trabalhadores, fornecedores e cidades onde o grupo JL possui unidade industrial! Lamentável no mais amplo sentindo da palavra!

  • saulo

    União volta a ficar sem prefeito. Beto Baia é o pior prefeito da história recente de União. Hoje é réfem do ex-inimigo Manoel Gomes, que tem 10 secretarias no governo dele. Na prefeitura tem uma quadrilha de fantamas de Maceió que só trabalha nos bastidores efraudando compras e contratos. A parte de Saúde do municipio está terceirizada para a mulher dele. Não entendo como a Justiça deixa isso acontecer. O vice prefeito Eduardo Pedrosa, neste pouco tempo saiu do gabinete e colocou os serviços da prefeitura para funcionar. O melhor era que ele Beto, renunciasse em favor do povo de União, e deixasse o vice fazer o trabalho. Se Beto ficar corre o risco de ser preso. O negócio está feio por aqui.

  • SEBASTIÃO IGUATEMYR CADENA CORDEIRO

    COMO EVITAR QUE ISSO SE TORNE UMA EPIDEMIA !? JÁ É PÚBLICO E NOTÓRIO ( FRASE EXCLUSIVA DE POLÍTICOS MEQUETREFES ) QUE , TUDO QUE NÃO PRESTA É GENETICAMENTE MODIFICADO , QUANDO NÃO GERADO NESSA TERRA . COM A PALAVRA , OS “HOMENS DA LEI ” !!